Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/35672
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_MicheliSuellenNevesGonçalves.pdf4,35 MBAdobe PDFView/Open
Title: Gênero e formação docente : análise da formação das mulheres do campo do curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará
Authors: Gonçalves, Micheli Suellen Neves
Orientador(es):: Molina, Mônica Castagna
Assunto:: Educação do campo
Mulheres do campo - condições sociais
Licenciatura em Educação do Campo
Desigualdade de gênero
Professores - formação
Issue Date: 24-Oct-2019
Citation: GONÇALVES, Micheli Suellen Neves. Gênero e formação docente: análise da formação das mulheres do campo do curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. 2019. 383 f., il. Tese (Doutorado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: Esta tese aborda como temática a formação das mulheres do campo e adota como lócus de pesquisa o Curso de Licenciatura em Educação do Campo na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará. Como objetivo geral busca-se: analisar a experiência formativa ofertada pelo Curso de LPEC/UNIFESSPA, com vistas a identificar os riscos e potencialidades para a consolidação de um projeto de formação emancipadora para as mulheres do campo. Como objetivos específicos: a) Identificar as relações de assimetria e desigualdade de gênero que atingem as mulheres do campo envolvidas na experiência formativa ofertada pela LPEC/UNIFESSPA, com ênfase em suas tensões e contradições; b) Identificar as estratégias curriculares construídas pelo curso da LPEC/UNIFESSPA, enquanto espaço formativo, que auxiliam no processo de consciência/emancipação das mulheres do campo com relação aos processos de assimetria, combate à violência e opressão das mulheres; c) Analisar os riscos e potencialidades da proposta formativa do curso de Licenciatura em Educação do Campo da UNIFESSPA, para a consolidação de uma formação emancipadora para os estudantes do curso, em específico, para as mulheres do campo, tendo como foco as categorias: ingresso, permanência e formação curricular. No plano teórico-metodológico, a pesquisa fundamenta-se na articulação de dois métodos: o Materialismo-Histórico-Dialético e a História Oral de Vida, cujos autores base são, respectivamente: Marx e Engels (2009), Netto (2011), Lessa e Tonet (2011), Gisele Masson (2007), Mauro Iasi (1999); Michael Pollak (1992), José Carlos Meihy (2005), Lucília Delgado (2003) e Gaston Pineu (2006). Como resultados, concluiu-se que as mulheres pertencentes a territorialidade do campo, mesmo inseridas em um contexto de gênero em que o patriarcalismo, o racismo e o capitalismo constituíram circuitos interligados de dominação e influenciam diretamente as relações sociais, construíram movimentos de transgressões e (re)existências durante sua formação na LPEC/UNIFESSPA, driblaram a ausência de políticas públicas e jornadas extenuantes de trabalho e consolidaram um processo de conscientização de classe e lutas feministas que produziram reflexos nos diversos níveis da vida social. Por fim, constatou-se que as estratégias de permanência, que atualmente atendem as mulheres do campo em formação na LPEC/UNIFESSPA, são extremamente inferiores às demandas reais deste público. Entende-se que para a transformação deste cenário, é necessário que as políticas de assistência estudantil, bem como a organização político-pedagógica dos cursos superiores, construam a compreensão de que as relações de assimetria de gênero presentes na trajetória dessas mulheres não são problemas individuais, devem ser tratados como um assunto coletivo, institucional, um dever humanitário diante de uma sociedade patriarcal, desigual e opressora da condição feminina.
Abstract: This thesis deals with the training of women in rural areas and adopts as a locus of research the Undergraduate Course in Rural Education at the Federal University of the South and Southeast of Pará State. The general objective is to analyze the training experience offered by the LPEC/UNIFESSPA Undergraduate Course, with a view to identifying the risks and potentialities for the consolidation of an emancipatory training project for country women. As specific objectives: a) to identify the relations of asymmetry and gender inequality that affect the country women involved in the formative experience offered by the LPEC/ UNIFESSPA, with emphasis on their tensions and contradictions; b) to identify the curricular strategies constructed by the LPEC / UNIFESSPA Undergraduate Course, as a formative space, that help in the process of consciousness/emancipation of country women in relation to the processes of asymmetry, combating violence and oppression of women; c) to analyze the risks and potential of the training proposal of the UNIFESSPA Undergraduate Course in Rural Education, for the consolidation of an emancipatory training for its students, especially for the country women, focusing on the categories: admission, permanence and curricular training. In the theoretical-methodological layout the research is based on the articulation of two methods: Materialism-Historical-Dialectic and Oral History of Life, whose authors are respectively: Marx and Engels (2009), Netto (2011), Lessa e Tonet (2011), Gisele Masson (2007) and Mauro Iasi (1999); and Michael Pollak (1992), José Carlos Meihy (2005), Lucília Delgado (2003) and Gaston Pineu (2006). As a result, it was concluded that the country women, even inserted in a gender context in which patriarchalism, racism and capitalism constituted interconnected circuits of domination and directly influence social relations, constructed transgressions and (re) existences movements during their graduation in the LPEC/UNIFESSPA, overcame the absence of public policies and strenuous work and consolidated a process of class awareness and feminist struggles, which produced repercussion at the various levels of social life. Finally, it was found that the persistence strategies, which currently serve the graduation country women at the LPEC/UNIFESSPA, are extremely inferior to the real demands of this public. It is understood that for the transformation of this scenario, it is necessary that graduation students assistance policies, as well as, the political-pedagogical organization of undergraduate courses should construct the understanding that the gender asymmetry relations present in the trajectory of these women are not individual problems, they should be treated as a collective, institutional, a humanitarian responsibility before a patriarchal society, unequal and oppressive of the feminine condition.
Resumen: Esta tesis aborda como temática la formación de las mujeres campesinas y adopta como locus de investigación el Curso de Licenciatura en Educación del Campo en la Universidad Federal del Sur y Sudeste de Pará. Como objetivo general se busca: analizar la experiencia formativa ofrecida por el Curso de LPEC/UNIFESSPA, con intenciones de identificar los riesgos y potencialidades para la consolidación de un proyecto de formación emancipadora para las mujeres campesinas. Como objetivos específicos: a) Identificar las relaciones de asimetría y desigualdad de género que afectan a las mujeres del campo involucradas en la experiencia formativa ofrecida por la LPEC/UNIFESSPA, con énfasis en sus tensiones y contradicciones; b) Identificar las estrategias curriculares construidas por el curso de la LPEC/UNIFESSPA, como espacio formativo, que auxilian en el proceso de conciencia/emancipación de las mujeres campesinas con relación a los procesos de asimetría, combate a la violencia y opresión de las mujeres; c) Analizar los riesgos y potencialidades de la propuesta formativa del curso de Licenciatura en Educación del Campo de la UNIFESSPA, para la consolidación de una formación emancipadora para los estudiantes del curso, en específico, para las mujeres campesinas, teniendo como foco las categorías: ingreso , permanencia y formación curricular. En el plan teórico-metodológico, la investigación se fundamenta en la articulación de dos métodos: el Materialismo-Histórico-Dialéctico y la Historia Oral de Vida, cuyos autores base son, respectivamente: Marx y Engels (2009), Netto (2011), Lessa y Tonet (2011), Gisele Masson (2007), Mauro Iasi (1999), Michael Pollak (1992), José Carlos Meihy (2005), Lucília Delgado (2003) y Gaston Pineu (2006). Como resultados, se concluyó que las mujeres pertenecientes a la territorialidad del campo, incluso insertadas en un contexto de género en el que el patriarcalismo, el racismo y el capitalismo constituyeron circuitos interconectados de dominación y influenciaron directamente las relaciones sociales, construyeron movimientos de transgresiones y (re)existencias a lo largo de su formación en la LPEC/UNIFESSPA, driblaron la ausencia de políticas públicas y jornadas extenuantes de trabajo y consolidaron un proceso de concientización de clase y luchas feministas que produjeron reflejos en los diversos niveles de la vida social. Por último, se constató que las estrategias de permanencia, que actualmente atienden a las mujeres campesinas en formación en la LPEC/UNIFESSPA, son extremadamente inferiores a las demandas reales de este público. Se entiende que para la transformación de este escenario es necesario que las políticas de asistencia estudiantil, así como la organización político-pedagógica de los cursos superiores, construyan la comprensión de que las relaciones de asimetría de género presentes en la trayectoria de esas mujeres no son problemas individuales, deben ser tratados como un asunto colectivo, institucional, un deber humanitario ante una sociedad patriarcal, desigual y opresora de la condición femenina.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FE - Doutorado em Educação (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35672/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.