Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/35586
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_ElsonHenriquePereiradeSousa.pdf3,82 MBAdobe PDFView/Open
Title: Memória e verdade : políticas de reparação simbólica às vítimas de graves violações dos direitos humanos no período ditatorial civil-militar no Chile
Authors: Sousa, Elson Henrique Pereira de
Orientador(es):: Rodrigues, Simone Martins
Assunto:: Ditadura militar - Chile
Ditadura e ditadores
Violações dos direitos humanos
Prisioneiras políticas
Reparação simbólica
Issue Date: 16-Oct-2019
Citation: SOUSA, Elson Henrique Pereira de. Memória e verdade: políticas de reparação simbólica às vítimas de graves violações dos direitos humanos no período ditatorial civil-militar no Chile. 2019. 159 f. il. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.
Abstract: A pesquisa se concentrou nas políticas de memória às vítimas da ditadura civil-militar no Chile. Tomando como foco as políticas de reparação simbólica desenvolvida no resgate da memória das vitimas de violações de Direitos humanos no período da ditadura civil-militar neste País. Para tanto, traçamos uma discussão sobre a construção da memória e do esquecimento desde o pensamento da Grécia Antiga até o pensamento contemporâneo de Jan Assmann. Verificamos que os grandes acontecimentos que marcaram a humanidade contribuíram para acender as luzes de um direito a memória. O surgimento da Organização das Nações Unidas (ONU) e suas Resoluções contra as violações dos direitos humanos, como também as Recomendações sobre as reparações (simbólica) às vítimas dessas agressões, principalmente em Países que passaram ou passam por conflitos, são contribuições importantes para este trabalho. No mesmo bojo, surgem pelo mundo as Comissões da Verdade desenvolvidas na América Latina e na África do Sul com o intuito de resgatar os fatos ocorridos durante o período de violação dos direitos humanos. Neste processo de transição colaboraram ainda os Tribunais de Opiniões que tornaram-se instrumentos fundamentais na construção de uma consciência de mobilização dos crescentes grupos de reivindicação de paz, liberdade e dignidade. Num aspecto colaborativo interinstitucional, o Instituto de Políticas Públicas de Direitos Humanos do MERCOSUL (IPPDH) contribuiu com a elaboração dos princípios sobre políticas públicas em matéria de memória sobre graves violações aos direitos humanos, com implantação de medidas efetivas tendentes a garantir o direito dos povos à memória em oposição a um passado caracterizado pela violência estatal, a repressão e o avassalamento sistemático da dignidade humana. Por fim, a partir da pesquisa de campo, analisamos as políticas de reparação simbólica desenvolvidas pelos governos chilenos pós ditadura civil-militar, onde citamos a construção do Museu da Memória e dos Direitos Humanos e os vários monumentos arquitetados em todo o território nacional, marcando assim os locais de violação dos direitos humanos e todas as vítimas torturadas, mortas e desaparecidas neste País.
Resumen: La investigación se concentró en las políticas de memória a las víctimas de la dictadura civil-militar em Chile. Para eso, enfocamos las políticas de reparación simbólica desarrollada en el rescate de la memoria de las víctimas de violaciones de derechos humanos en el período de la dictadura mivil-militar en este País. Así hicimos un análisis sobre la construcción de la memoria y del olvido desde el pensamiento de la Grecia Antigua hasta el pensamiento contemporáneo de Jan Assmann. Comprobamos que los grandes acontecimientos que marcaron la humanidad contribyeron a encender las luces de um Derecho a la Memória. El surgimiento de las Organizaciones de las Naciones Unidas (ONU) y sus resoluciones contra las violaciones de los derechos humanos, así como las recomendaciones sobre las reparaciones simbólicas a las víctimas de esas agresiones, principalmente en países que viven o han pasado por conflictos, son importantes contribuciones para este trabajo. En outra frente, surgen por el mundo las Comisiones de la Verdad en Latinoamerica y en Africa del Sur con el propósito de rescatar la Verdad de los hechos ocurridos durante el período de violación de los derechos humanos. En este Processo de Transición colaboraron también los Tribunales de Opiniones que se convirtieron en instrumentos fundamentales em la construcción de una conciencia de movilización de los crescientes grupos de reivindicación de paz, libertad y dignidad. En un aspecto colaborativo interinstitucional, el Instituto de Políticas Públicas del Mercosul (IPPDH) contribuyó con la elaboración de los princípios sobre poliíticas públicas en el tema de memória sobre graves violaciones a los derechos humanos, con implantanción de medidas efectivas tendentes a garantizar el derecho de los pueblos a la memória en oposición a un pasado caracterizado por la violencia estatal, la represión y el desaparecimiento sistemático de la dignidad humana. Por fin, a partir de la investigación de campo, analizamos las políticas de reparación simbólica desarrolladas por los gobiernos chilenos post dictadura civil-militar donde citamos la construcción del Museo de la Memória y de los vários monumentos arquitectónicos en todo el território nacional, marcando así los lugares de violación de los derechos humanos y todas las víctimas de torturas, asesinatos o desaparecidas de este País.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Estudos Latino-Americanos, Programa de Pós-Graduação em Estudos Comparados Sobre as Américas, 2019.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeicoamento de Pessoal de Nivel Superior (CAPES).
Appears in Collections:ELA - Mestrado Acadêmico em Estudos Comparados sobre as Américas (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35586/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.