Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/35207
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019_AnabeleCristinaSilva.pdf1,33 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSousa, Nair Heloisa Bicalho de-
dc.contributor.authorSilva, Anabele Cristina-
dc.date.accessioned2019-07-31T21:27:13Z-
dc.date.available2019-07-31T21:27:13Z-
dc.date.issued2019-07-31-
dc.date.submitted2019-07-18-
dc.identifier.citationSILVA, Anabele Cristina. A categoria bancária nas perspectivas de gênero e de raça. 2019. 123 f., il. Dissertação (Mestrado em Política Social)—Universidade de Brasília, Brasília, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/35207-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, Programa de Pós-Graduação em Política Social, 2019.pt_BR
dc.description.abstractEsta pesquisa traz uma análise das categorias de gênero e raça nos “Censos da Diversidade” de 2008 e 2014 da FEBRABAN realizados junto aos trabalhadores bancários(as) brasileiros(as), tendo em vista conhecer as discriminações existentes na contratação, na ascensão profissional e no cotidiano dos locais de trabalho e a ideologia meritocrática adotada pela gestão dos bancos. Nessas experiências, foram aferidos dados relacionados ao gênero, raça, pessoas com deficiências e sobre a diversidade sexual entre essa categoria. A partir dos censos, foi possível chegar a conclusões que demonstraram uma face cruel de discriminação e desrespeito aos direitos humanos no tocante à igualdade. Esta pesquisa utiliza-se ainda de vastas ações e publicações sobre os temas oriundas dos órgãos de representação desses trabalhadores em todo o Brasil. Todo este debate é antecedido por uma discussão relativa à centralidade do trabalho no capitalismo, as reestruturações produtivas encampadas nas últimas décadas e a configuração específica do trabalho bancário neste cenário. Há também a discussão acerca das políticas sociais e de suas possibilidades de oferecer respostas aos processos discriminatórios nos locais de trabalho.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleA categoria bancária nas perspectivas de gênero e de raçapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordFederação Brasileira de Bancos (FEBRABAN)pt_BR
dc.subject.keywordDiscriminaçãopt_BR
dc.subject.keywordTrabalho - aspectos sociaispt_BR
dc.subject.keywordIgualdade - aspectos sociaispt_BR
dc.subject.keywordDireitos humanospt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1This research brings an analysis concerning gender and race categories in two specifics surveys called “Censos da Diversidade” applied at 2008 and 2014 by FEBRABAN among the bank´s workers throughout Brazil. The aim was to assess data concerning discrimination about hiring, wages and career advancement and into the work place beyond the meritocracy ideology adopted for the bank´s management. In that experience, was measured data related with gender, race, people with disabilities and sexual diversity into the bank. From the censos´s data was possible demonstrated a cruel face of discrimination and human rights abuses, speciality concerning equality. This survey is made from many actions and researches from trade unions in Brazil. Before this long debate, there is a discussion related with the labour main role in capitalism and restructuring productive in the last decades and the real configuration of bank work in this scene. There is also a discussion concerning social policies with regard the possibility of them to offer answers to overcome discriminatory procedures in the work place.pt_BR
Appears in Collections:SER - Mestrado em Política Social (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/35207/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.