Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/34899
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_LucasEduardoSilveiradeSouza.pdf1,07 MBAdobe PDFView/Open
Title: O Brasil e o regionalismo sul-americano : o papel da UNASUL na política externa do governo Rousseff (2011-2016)
Authors: Souza, Lucas Eduardo Silveira de
Orientador(es):: Menezes, Roberto Goulart
Assunto:: União de Nações Sul-Americanas (Unasul)
Política externa - Brasil
Rousseff, Dilma, 1947- política e governo
América do Sul
Integração regional
Issue Date: 17-Jun-2019
Citation: SOUZA, Lucas Eduardo Silveira de. O Brasil e o regionalismo sul-americano: o papel da UNASUL na política externa do governo Rousseff (2011-2016). 2018. 155 f., il. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: O presente trabalho tem o objetivo de analisar o papel da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), considerando a política externa brasileira levada a cabo durante o governo Dilma Rousseff (2011-2016). Dessa forma, a dissertação visa a oferecer subsídios que respondam ao questionamento principal: qual é o significado do regionalismo praticado por meio da Unasul em relação aos interesses brasileiros deste período? Após o primeiro decênio de sua existência, torna-se possível atestar que a organização sul-americana não encerra um processo de integração regional clássico tal qual autoproclamado. Para tanto, a abordagem desse trabalho recai preponderantemente sobre a expressão estratégica que a Unasul vem a oferecer como instrumento de governança regional à disposição de seus países-membros. Uma vez que o estudo do regionalismo não pode estar desvinculado totalmente do próprio estudo de suas unidades nacionais, o exame da política externa faz-se necessária para compreender os atores e objetivos a frente desse processo. A investigação do Brasil, por seu turno, dá-se em razão da posição que se atribui ao país enquanto partícipe-chave do regionalismo sul-americano que emerge no século XXI. Mediante inferência descritiva, a pesquisa se vale de análise qualitativa de dados coletados, prioritariamente, na pesquisa literária e documental, bem como em entrevistas, para corresponder ao objetivo geral deste trabalho. O raciocínio estabelecido no delongo do texto procura evidenciar que o regionalismo é fruto de um processo histórico dinâmico, em que concorrem valores e interesses, em contextos políticos e econômicos variados. As considerações finais avaliam afirmativamente a hipótese, ainda que passível de considerações, segundo a qual há um enfraquecimento do papel da Unasul enquanto instrumento de governança política regional do Brasil durante o governo Rousseff.
Abstract: This work aims to analyze the role of the Union of South American Nations (Unasur) considering the Brazilian Foreign Policy under the Dilma Rousseff’s government (2011-2016). In this way, the thesis seeks to offer responses to the main question: what is the meaning of regionalism practiced through Unasur in relation to the Brazilian interests of this period? After the first decade of its existence, it becomes possible to attest that the South American organization does not result in a process of regional integration in a classical way. Then, the work’s approach falls preponderantly on the strategic expression that Unasur offers as an instrument of regional governance to its member-countries. Once the study of regionalism cannot be totally disconnected from the study of its national units, the examination of foreign policy becomes necessary to understand the role of actors and objectives in this process. The focus on Brazil, on the other hand, is based on the position attributed to the country as a key piece in South American regionalism that emerged in the 21st century. By means of descriptive inference, the research uses qualitative analysis of data collected, primarily, in literary and documentary research, as well as in interviews, to correspond to the general objective of this work. The rationale established upon the text seeks to show that regionalism is the result of a dynamic historical process, in which values and interests concur in varied political and economic contexts. The final considerations evaluate affirmatively the hypothesis, although some explanation is required, that Unasur suffers weakening of its role as a political instrument for governance during the Rousseff’s government.
Resumen: El presente trabajo tiene el objetivo de analizar el rol de la Unión de Naciones Sudamericanas (UNASUR), considerando la política exterior brasileña llevada a cabo en el gobierno Dilma Rousseff (2011-2016). De esta forma, la tesis pretende ofrecer subsidios que respondan al cuestionamiento principal: cuál es el significado del regionalismo aplicado por medio de la Unasur en relación a los intereses brasileños de este período? Después del primer decenio de su existencia, se hace posible atestar que la organización sudamericana no cierra un proceso de integración regional clásico tal cual autoproclamado. Para ello, el abordaje de ese trabajo recae preponderantemente sobre la expresión estratégica que la Unasur viene a ofrecer como instrumento de gobernanza regional a disposición de sus países miembros. Una vez que el estudio del regionalismo no puede estar desvinculado totalmente del propio estudio de sus unidades nacionales, el examen de la política externa se hace necesaria para comprender a los actores y objetivos al frente de ese proceso. La investigación de Brasil, por su parte, se da en razón de la posición que se atribuye al país como partícipe clave del regionalismo sudamericano que emerge en el siglo XXI. Por medio de inferencia descriptiva, la investigación se vale de análisis cualitativo de datos recolectados, prioritariamente, en la investigación literaria y documental, así como en entrevistas, para corresponder al objetivo general de este trabajo. El raciocinio establecido en el delongo del texto busca evidenciar que el regionalismo es fruto de un proceso histórico dinámico, en el que concurren valores e intereses, en contextos políticos y económicos variados. Las consideraciones finales evalúan afirmativamente la hipótesis, aunque pasible de consideraciones, según la cual la Unasur sufre debilitamiento de su papel en su dimensión de instrumento político gubernamental del país durante el gobierno de Rousseff.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:IREL - Mestrado em Relações Internacionais (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34899/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.