Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/34814
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_SarahCaixêtaCardoso.pdf2,08 MBAdobe PDFView/Open
Title: Estudo químico biomonitorado de extrato hexânico do caule de Pouteria ramiflora (Mart.) Radlk. para identificação de compostos com efeito citotóxico em linhagem de adenocarcinoma de próstata humano
Other Titles: Biomonitoring chemical study of hexane extract of the stem of Pouteria ramiflora (Mart.) Radlk. for identification of compounds with cytotoxic effect in human prostate adenocarcinoma
Authors: Cardoso, Sarah Caixêta
Orientador(es):: Porto, Adriana Lofrano Alves
Coorientador(es):: Silveira, Dâmaris
Assunto:: Próstata - câncer
Adenocrcinoma de próstata
Câncer - tratamento
Plantas medicinais - cerrados
Extrato vegetal
Citotoxidade
Issue Date: 13-Jun-2019
Citation: CARDOSO, Sarah Caixêta. Estudo químico biomonitorado de extrato hexânico do caule de Pouteria ramiflora (Mart.) Radlk. para identificação de compostos com efeito citotóxico em linhagem de adenocarcinoma de próstata humano. 2018. 76 f., il. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: O câncer de próstata é um problema de saúde pública em todo o mundo. As alternativas terapêuticas ainda são limitadas. A biodiversidade brasileira representa uma importante fonte de potencial descoberta de novos fármacos derivados de plantas. O objetivo desse estudo foi realizar um estudo químico biomonitorado de extratos vegetais de Pouteria ramiflora, devido ao seu potencial citotóxico em linhagens celulares de câncer da próstata humano sensíveis a andrógenos (LNCaP), demonstrado em estudo anterior. O extrato bruto de caule de P. ramiflora foi fracionado e a citotoxicidade das frações foi avaliada por MTT (brometo de 3- (4,5-dimetiltiazol-2-il) -2,5-difeniltetrazólio). A expressão de AR e mTOR total e fosforilado foi realizada por meio de western blot, para avaliação de vias relacionadas a carcinogênese. A fração hexano:acetato de etila foi submetida a cromatografia em coluna, sendo obtidos 46 grupos de frações agrupadas de acordo com o perfil em cromatografia em camada delgada. Os grupos de frações foram testados (MTT). Dois dos grupos que apresentaram atividade citotóxica foram submetidos ao estudo químico. Entre as 5 frações oriundas de extrato hexânico do caule de P. ramiflora, a fração hexano:acetato de etila foi a que apresentou maior rendimento e melhor resposta citotóxica. Com a separação desta fração foram obtidos 46 grupos de frações sendo que os grupos 4 e 8 foram selecionados para purificação. PR01, oriundo do grupo 4, continha β-amirina, acetato de β-amirina, lupeol, acetato de lupeol e friedelina. Desses, acetato de β-amirina foi isolado. A análise da expressão de proteínas mostrou que o grupo 4 é ativo devido à diminuição de expressão do AR e mTOR. O grupo 8 foi purificado e o composto epifriedelanol foi isolado, no entanto, não mostrou atividade citotóxica. O estudo biomonitorado de Pouteria ramiflora levou à identificação e isolamento de compostos com potencial citotóxico para linhagem de células de adenocarcinoma de próstata humano.
Abstract: Prostate cancer is a public health problem worldwide. Therapeutic alternatives are still limited. The Brazilian biodiversity represents an importante source for discovery of new drugs derived from plants. We aimed to conduct a biomonitoring chemical study of plant extracts from Pouteria ramiflora, previously shown to be cytotoxic in androgen-sensitive human prostate cancer cell lines (LNCaP). The raw stem extract of P. ramiflora was fractionated and the cytotoxicity of the fractions were evaluated by MTT (3- (4,5-dimethylthiazol-2-yl) -2,5-diphenyltetrazolium bromide). The expression of total and phosphorylated mTOR and AR was assessed by western blot, for evaluation of pathways related to carcinogenesis. The hexane:ethyl acetate fraction was fractionated by column chromatography, result in 46 groups, according to the thin layer chromatography profile. These groups were evaluated by MTT. Two groups that showed cytotoxic activity were submitted to the chemical study. Among 5 fractions from the hexane extract of the stem of Pouteria ramiflora, the hexane:ethyl acetate fraction presented higher yield and better cytotoxic response. This fraction was separated into 46 groups, and the fractions 4 and 8 were selected for purification. PR01, from group "4", was composed of β-amirin, β-amyrin acetate, lupeol, lupeol acetate and friedelin, and β-amirin acetate was isolated. Protein expression analysis showed that group 4 is active due to decreased expression of the AR and mTOR. Group "8" was purified and the epifriedelanol compound was isolated, but, it did not demonstrate cytotoxic activity. The biomonitoring study of Pouteria ramiflora led to the identification of compounds with cytotoxic potential in human prostate adenocarcinoma cell line.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, 2018.
Agência financiadora: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF).
Appears in Collections:PPGCF - Doutorado em Ciências Farmacêuticas (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34814/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.