Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/34287
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_TamyresKarladaSilva.pdf5,95 MBAdobe PDFView/Open
Title: Comportamento de estrada não pavimentada reforçada com geossintético sobre subleito com bolsão compressível
Other Titles: Behavior of unpaved road reinforced with geosynthetics on subgrade with localized compressible region
Authors: Silva, Tamyres Karla da
Orientador(es):: Palmeira, Ennio Marques
Assunto:: Estradas não pavimentadas
Geossintéticos
Bolsão compressível
Carregamentos cíclicos
Issue Date: 2-Apr-2019
Citation: SILVA, Tamyres Karla da. Comportamento de estrada não pavimentada reforçada com geossintético sobre subleito com bolsão compressível. 2018. xviii, 83 f., il. Dissertação (Mestrado em Geotecnia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Os geossintéticos vêm se destacando como soluções para aumentar a vida útil de estradas não pavimentadas, sendo uma alternativa de execução mais prática e rápida, podendo ser mais vantajosa que as soluções convencionais. Além dos problemas que frequentemente afetam o desempenho de estradas não pavimentadas, destaca-se a presença de bolsões compressíveis ou cavidades no subleito. Estes bolsões levam a rupturas localizadas, provocando recalques diferenciais da via e acelerando sua degradação. Neste contexto, esta pesquisa teve como objetivo avaliar o desempenho de estradas não pavimentadas reforçadas com geossintético sobre subleito com bolsão compressível, por meio de ensaios de carregamentos cíclicos em equipamento de grandes dimensões. Foram ensaiadas três configurações de estradas não pavimentadas, a saber, sem bolsão e sem reforço; com bolsão e sem reforço e; com bolsão e com reforço. Foram escolhidas três geogrelhas com propriedades mecânicas semelhantes e características geométricas distintas. Para simular os bolsões compressíveis nos diâmetros de 14 cm, 18 cm e 23 cm, foi empregada uma espuma cilíndrica com 10 cm de altura. A espuma foi posicionada no subleito no eixo de aplicação do carregamento e o reforço geossintético entre as camadas de subleito e aterro, ou seja, imediatamente acima do bolsão compressível. Os critérios adotados para o término dos ensaios foram o afundamento de 75 mm da placa de carregamento ou 270.000 ciclos aplicações de carga. O desempenho dos reforços e a influência dos diferentes diâmetros do bolsão compressível puderam ser avaliados pela comparação dos resultados obtidos em termos de tensões totais transferidas ao subleito, deslocamentos superficiais e fatores de eficiência. Para os ensaios não reforçados, verificou-se que a presença do bolsão de 14 cm de diâmetro pouco afetou no desempenho da estrada simulada. Já a presença dos bolsões de 18 cm e 23 cm de diâmetro provocaram uma redução de até 99,5% no número de ciclos de cargas suportados pela estrada. Nos ensaios reforçados, pôde-se obter uma relação entre o comportamento mecânico da estrada e a abertura da malha das geogrelhas, em função da influência dos diferentes diâmetros adotados para os bolsões. De modo geral, o emprego das geogrelhas levou a resultados satisfatórios, reduzindo o nível de deformações superficiais na via ou elevando o número de repetições de carga suportados pela estrada, o que, para condições reais de campo, resulta num aumento na vida útil da estrada.
Abstract: Geosynthetics have been standing out as a solution to enhance the service life of unpaved roads, it has been a more practical and fast execution alternative and can be more advantageous than the conventional solutions. In addition to other problems that often affect the performance of unpaved roads, the presence of localized compressible regions or cavities in the subgrade is notable. These cavities lead to localized ruptures, causing differential settlements of the road and accelerating its degradation. In this context, this research aimed to evaluate the performance of unpaved roads reinforced with geosynthetics on a subgrade with compressible localized region, by performing cyclic load tests in a large-scale equipment. Three configurations of unpaved roads were tested: without the compressible localized region without reinforcement; with the compressible localized region and without reinforcement and; with the compressible localized region with reinforcement. Three geogrids with similar mechanical properties and different geometric characteristics were used. To simulate the compressible localized region in the diameters of 14 cm, 18 cm and 23 cm, a cylindrical foam with height of 10 cm was used. The foam was placed on the subgrade in the loading axis and the geosynthetic reinforcement was inserted between the subgrade and the base course, in other words, immediately above the localized compressible region. The criteria adopted to finish the tests were the sinking of 75 mm of the loading plate or 270.000 cycles load applications. The performance of the reinforcements and the influence of the different diameters of the compressible localized region were evaluated by comparing the results obtained in terms of total stresses transferred to the subgrade, surface displacements and values of traffic benefit ratio. For the unreinforced tests, it was verified that the presence of the localized compressible region of 14 cm in diameter had minor effects on the performance of the simulated road. The presence of the pockets of 18 cm and 23 cm in diameter caused a reduction of up to 99,5% in the number of load cycles supported by the road. In the reinforced tests, it was possible to obtain a relation between the mechanical behavior of the road and the geogrid geometry, as well as the influence of the different diameters adopted for the localized compressible region. In general, the use of geogrids has led to satisfactory results by reducing the vertical displacements at the road surface and by increasing the number of loading cycles supported by the road, which, for real conditions, would result in an increase of the road service life.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:ENC - Mestrado em Geotecnia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/34287/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.