Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/3420
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_RodrigoCamposCrivelaro.pdf694,48 kBAdobe PDFView/Open
Title: Estudo da influência do capital social em empreendimentos de economia solidária do Distrito Federal
Authors: Crivelaro, Rodrigo Campos
Orientador(es):: Nunes, Christiane Girard Ferreira
Assunto:: Economia - aspectos sociológicos
Capital (Economia) - aspectos sociais - Distrito Federal (Brasil)
Issue Date: 25-Jan-2010
Citation: CRIVELARO, Rodrigo Campos. Estudo da influência do capital social em empreendimentos de economia solidária do Distrito Federal. 2007. 158 f. Dissertação (Mestrado em Gestão Social e Trabalho)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: A cada dia, a Economia Solidária ganha espaço como caminho tangível de trabalho e renda em um número crescente de empreendimentos, pelo Brasil. O Distrito Federal participa deste contexto com centenas de grupos informais, cooperativas e associações, que buscam fortalecer alternativas econômicas de atuação coletiva, visando à re inserção produtiva e à melhoria da qualidade de vida de seus integrantes. Este estudo investiga dois desses empreendimentos: a Cooperativa Habitacional de Produção de Artesanato e Trabalho - Coohperart, e a Associação Grão Mulheres em Ação - AGMA. O objetivo é investigar a influência do Capital Social nestas organizações, analisando-se três vertentes: os ambientes Intra, Inter e Supra organizacionais. O âmbito Intra se refere às trabalhadoras e trabalhadores dos empreendimentos. Nele, é onde se encontram os maiores pontos de convergência entre as organizações, como a percepção do artesanato como oportunidade profissional e de melhoria da saúde mental. O âmbito Inter está vinculado às parcerias atuais ou potenciais com entidades locais colaboradoras, financiadoras, de interface técnica direta, representantes da comunidade local e de Governo. O ambiente Supra se refere aos canais de venda, atuais e potenciais, a clientes consumidores, revendedores, industriais, governamentais e internacionais. Os dois empreendimentos foram investigados por meio da Análise de Conteúdo de entrevistas individuais e grupos focais. As entrevistas foram realizadas com as líderes dos empreendimentos, representantes governamentais, de movimentos sociais e de assessoria universitária em Economia Solidária. Os grupos focais foram trabalhados com as participantes das duas entidades: AGMA e Coohperart. Os resultados sugerem o Capital Social como o principal catalisador do processo produtivo nos empreendimentos, o qual parte do fortalecimento das relações nos três ambientes estudados: entre as integrantes; entre os grupos, comunidade e parceiros; e entre os empreendimentos e clientes. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Day by day, “Solidary Economy” earns evidence as a way of working and income in a large number of enterprises, in Brazil. Brazilian Federal District belongs to this context, with hundreds of working informal groups, cooperative enterprises and associations with focus in fortifying collective economic alternatives. Their major object is re introducing to the productive processes and improving life quality of unemployed and low income people. This study investigates a pair of enterprises: Cooperativa Habitacional de Produção de Artesanato e Trabalho - Coohperart, and Associação Grão Mulheres em Ação - AGMA. The purpose is investigating the influence of Social Capital in these solidary enterprises analyzing three organizational environments: Intra, Inter and Supra. Intra Environment refers to the enterprise workers. This component comprehends the main common questions between the organizations, like the perception about Craftwork as professional opportunity and as a way to improve mental health. Inter Environment is linked to current and possible partnerships with financial and collaborative local entities, technical consultancies, Government and local community representatives. Supra Environment refers to effective and potential sale opportunities: to consumer, reseller, industrial, government and international clients. Both the enterprises have been investigated through Content Analysis of individual interviews and focus groups. Interviews have been made with enterprise leaders, governmental and social movement representatives, and “Solidary Economy” university consultancy. Focus Groups have been worked with AGMA and Coohperart members. Results suggest Social Capital as the main agent of productive process empowerment in the studied enterprises, by means of the strengthening of relationships into the three investigated environments: among members; among groups, community, and partners; and among enterprises and clients.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2007.
Appears in Collections:PPGA - Mestrado em Gestão Social e Trabalho (Dissertações)
UnB - Brasília 50 anos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/3420/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.