Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/3363
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_RobertaRochadeFigueiredo.pdf397,21 kBAdobe PDFView/Open
Title: Frutos do Cerrado como sítios de criação de drosofilídeos (Insecta, Diptera) : Brosimum gaudichaudii (Moraceae), Byrsonima verbascifolia (Malphighiaceae) e Caryocar brasiliense (Caryocaraceae)
Authors: Figueiredo, Roberta Rocha de
Orientador(es):: Tidon, Rosana
Assunto:: Drosófila
Frutas - Cerrados
Issue Date: 29-May-2007
Citation: FIGUEIREDO, Roberta Rocha de. Frutos do Cerrado como sítios de criação de drosofilídeos (Insecta, Diptera): Brosimum gaudichaudii (Moraceae), Byrsonima verbascifolia (Malphighiaceae) e Caryocar brasiliense (Caryocaraceae). 2007. 65 f., il. Dissertação (Mestrado em Ecologia)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: Os drosofilídeos são consumidores de microorganismos que se desenvolvem em fungos, folhas, galhos, raízes, seiva, flores e principalmente em frutos (nas regiões tropicais). Essas moscas utilizam estes substratos para alimentação e postura de ovos, (sítios de criação). No Brasil, estas investigações iniciaram-se na década de 50, mas os sítios de criação são ainda pouco conhecidos em ambientes naturais, pois a maioria das coletas utiliza iscas artificiais. O objetivo deste estudo foi investigar as guildas de drosofilídeos associadas aos frutos de três espécies vegetais comumente encontradas no bioma. As guildas foram comparadas ao longo do processo de decomposição e em habitats com diferentes graus de preservação. Para tanto, o tempo de decomposição dos frutos foi controlado e os frutos (supostamente colonizados por larvas de drosofilídeos) foram levados ao laboratório para acompanhamento do processo de emergência. Dentre os 4332 drosofilídeos que emergiram 18% foram espécies introduzidas na região Neotropical. Dentre os frutos estudados, os pequis (Caryocar brasiliense, Caryocaraceae) apresentaram a maior proporção de frutos colonizados, enquanto os muricis (Byrsonima verbascifolia, Malphighiaceae) são menos utilizados como sítios de criação. Drosophila mediostriata foi a espécie dominante nos frutos de mama-cadela (Brosimum gaudichaudii, Moraceae), enquanto D. nebulosa dominou os frutos de murici e de pequi (ambas espécies de drosofilídeos são ecologicamente versáteis e amplamente distribuídas no bioma). As guildas de drosofilídeos diferiram ao longo do processo de decomposição dos frutos. Algumas espécies apresentaram emergência restrita a determinados estágios de decomposição e nem todos os estágios foram disponíveis para criação. Os frutos de pequi coletados na área de cerrado conservado apresentaram maior abundância de moscas, e foram mais colonizados do que os frutos da área antropizada. Entretanto, as espécies endêmicas utilizaram de forma semelhante esses frutos ao longo do processo de decomposição em ambas áreas. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
Drosophilids are microorganism consumers which develop on fleshy fungi, leaves, stems, roots, slime fluxes, flowers and specially fallen fruits (in tropical areas). The flies use these substrata for feeding and laying eggs (breeding sites). Although these investigations in Brazil began in the 50’s, the breeding sites of drosophilids in natural environments are still not well-known, once most of the collections were made using artificial baits. The purpose of this research was to investigate the drosophilid guilds associated to fruits of three species of plants usually found in the Cerrado biome. The guilds were compared among the decayment process and also between habitats with different preservation degree. The time of fruit decomposition was controlled and the fruits (supposedly colonized by drosophilid larvae) were taken to laboratory in order to attend the emergence process. From the 4332 flies emerged, 18% were introduced species into the Neotropical region. Among the fruits studied, the pequis (Caryocar brasiliense, Caryocaraceae) presented the greatest proportion of colonization, while the muricis (Byrsonima verbascifolia, Malphighiaceae) were less used as breeding sites. Drosophila mediostriata was the dominant species on mama-cadela (Brosimum gaudichaudii, Moraceae), while D. nebulosa dominated the murici and pequi fruits (both drosophilids species are ecologically versatiles and widespread in the biome). The drosophilids guilds differed from each other along the decayment process of the fruit. Some species emerged just in certain stages, and not all stages were available for breeding. The pequi fruits from the undisturbed area presented higher abundance of flies, and were better colonized than the human disturbed area. However, the endemic species used these fruits in a similar way along the decayment process in both areas.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2007.
Appears in Collections:ECL - Mestrado em Ecologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/3363/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.