Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/33211
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_JeffersonDiasFernandes.pdf7,98 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMartins, Wagner Rodrigues-
dc.contributor.authorFernandes, Jefferson Dias-
dc.date.accessioned2018-12-17T15:49:46Z-
dc.date.available2018-12-17T15:49:46Z-
dc.date.issued2018-12-17-
dc.date.submitted2018-03-07-
dc.identifier.citationDIAS, Jefferson Dias. Confiabilidade paralela do teste de 10 RM em máquina e elástico. 2018. 43 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências da Reabilitação) —Universidade de Brasília, Brasília, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/33211-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação, 2018.pt_BR
dc.description.abstractO Treinamento Resistido pode utilizar-se de pesos livres, máquinas, bandas elásticas ou outros dispositivos. O objetivo deste estudo é avaliar a confiabilidade paralela do teste de 10 Repetições Máximas (10RM) em máquinas de peso e resistência elástica nos membros superiores e membros inferiores. Trata-se de um estudo de confiabilidade paralela, onde participaram 23 jovens saudáveis, ambos os gêneros, considerados sedentários. As avaliações do teste de 10RM foram realizada nos seguintes exercícios supino vertical e cadeira extensora, quatro momentos, duas em cada ferramenta de resistência. Avaliação. Antes dos testes cada participante realizou uma sessão de familiarização em cada exercício, com uma resistência submáxima percebida pelo participante como sendo “um pouco fácil”, que serviu também como forma de aquecimento. Dentre os resultados encontrados, o Coeficiente de Correlação Intra-classe (CCI), que representa a confiabilidade relativa, foi classificado como alto, com índices de 0,84 e 0,92 para membros superiores, e 0,78 e 0,88 para inferiores. A Representação Gráfica de Bland-Altman mostrou erro sistemático de 5,2 Kg e 6,7 Kg; a relativa de erro padrão da medida (EPM%) de 9,5% e 13,6% para membro superior. Para membro inferior o erro sistemático foram 1,8 Kg e 2,1 Kg e 10,6% e 10,7% para EPM%. Em ambos os exercícios obtivemos erro dentro do limite aceitável, apresentanto uma boa confiabilidade paralela entre as ferramentas de resistência. Conclui-se que resistência elástica, através do teste de multiplas repetições, apresenta uma alta confiabilidade relativa, como também evidencia uma confiabilidade absoluta com margem de erro aceitável, e mostra-se uma ferramenta e confiável na avaliação, prescrição e controle de carga, aplicável na prática clínica e em programas de treinamento resistido de jovens adultos, destreinados.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleConfiabilidade paralela do teste de 10 RM em máquina e elásticopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordExercício resistidopt_BR
dc.subject.keywordTreinamento de resistênciapt_BR
dc.subject.keywordTreinamento com pesopt_BR
dc.subject.keywordMáquinas de pesopt_BR
dc.subject.keywordResistência elástica - exercíciospt_BR
dc.description.abstract1Resistance Training can be used with free weights, machines, elastic bands or other devices. The objective of this study is to evaluate the parallel reliability of the 10 Maximum Repetitions (10RM) test in machines of weight and elastic resistance in the upper limbs and lower limbs. This is a parallel reliability study, involving 23 healthy youngsters, both genders, considered to be sedentary. The 10RM test evaluations were performed in the following vertical bench press and extensor chair exercises, four moments, two in each resistance tool. Evaluation. Before the tests each participant performed a familiarization session in each exercise, with a submaximal resistance perceived by the participant as being "a little easy", which also served as a form of warm-up. Among the results found, the Intraclass Correlation Coefficient (ICC), which represents relative reliability, was classified as high, with indexes of 0.84 and 0.92 for upper limbs, and 0.78 and 0.88 for lower. The Bland-Altman Graphical Representation showed a systematic error of 5.2 kg and 6.7 kg; the relative standard error of measurement (EPM%) of 9.5% and 13.6% for upper limb. For lower limb the systematic error was 1.8 kg and 2.1 kg and 10.6% and 10.7% for EPM%. In both exercises we obtained error within the acceptable limit, presenting a good parallel reliability between the resistance tools. It is concluded that elastic resistance, through the test of multiple repetitions, presents a high relative reliability, but also evidences an absolute reliability with acceptable margin of error, and it is a tool and reliable in the evaluation, prescription and control of load, applicable in clinical practice and in untrained young adult resistance training programs.pt_BR
Appears in Collections:PPGCR - Mestrado em Ciências da Reabilitação

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/33211/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.