Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/33111
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_ArnaldoCesardeCastroRocha.pdf696,04 kBAdobe PDFView/Open
Title: “Ali não era o meu lugar” : o DOI e a auto história na monografia de Freddie Perdigão Pereira (1978)
Authors: Rocha, Arnaldo Cesar de Castro
Orientador(es):: Faria, Daniel Barbosa Andrade de
Assunto:: Ditadura e ditadores - Brasil
Ditadura militar - Brasil
História - Brasil
Regime militar
Issue Date: 27-Nov-2018
Citation: ROCHA, Arnaldo Cesar de Castro. “Ali não era o meu lugar”: o DOI e a auto história na monografia de Freddie Perdigão Pereira (1978). 2018. 113 f., il. Dissertação (Mestrado em História)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: A proposta deste trabalho é, a partir da monografia de Freddie Perdigão Pereira “(DOI) - Histórico Papel no Combate à Subversão - Situação Atual e Perspectivas”, apresentada à Escola de Comando e Estado Maior do Exército, entender como se configurou a construção do discurso do regime militar brasileiro em uma perspectiva de legitimação oficial da ditadura militar. A fonte foi escolhida por conter elementos concretos de uma narrativa que pretende elevar a si mesma à categoria de história oficial, à medida em que a intenção final desse conjunto ideário e memorialístico é a própria escrita da história. Para tanto, essa pesquisa se apoiará em análises baseadas, principalmente, na história das ideias, utilizando também o conceito de auto história, ou seja, a manipulação documental e discursiva que pretende elevar o agente histórico à categoria de historiador de si mesmo, elencando o relato (ou memória) à condição de verdade histórica, em um cálculo premeditado de produção de uma história válida para o futuro.
Abstract: The purpose of this work is, through Freddie Perdigão Pereira's monography “(DOI) - Histórico Papel no Combate à Subversão - Situação Atual e Perspectivas”, presented to School of Command and Greater State Army (Escola de Comando e Estado Maior do Exército) understand how the discourse of Brazilian military regime was initiated, at a official legitimization of the military dictatorship perspective. The source was selected due to its concrete elements of a narrative that intend to elevate itself to category of official history, whereas/since the final intention of this ideary and memorialistic ensemble is the very writing of history. Therefore, this research will rely on based analysis, mostly on the history of ideas, also utilizing the concept of autohistory, that is, the documentary and discursive manipulation which intent to elevate the historical agent to self-historian, considering the story (or memory) as historical truth, premeditating the making of future-wise valid history.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de História, Programa de Pós-graduação em História, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/33111/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.