Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/32993
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_BrunaPachecodeAlmeida.pdf1,61 MBAdobe PDFView/Open
Title: De espectadora a criadora : a criança como protagonista de seus processos de desenvolvimento na cultura midiática
Authors: Almeida, Bruna Pacheco de
Orientador(es):: Silva, Daniele Nunes Henrique
Assunto:: Televisão e crianças
Televisão - aspectos psicológicos
Desenvolvimento infantil
Crianças - criatividade
Desenvolvimento psicológico
Issue Date: 9-Nov-2018
Citation: ALMEIDA, Bruna Pachedo de. De espectadora a criadora: a criança como protagonista de seus processos de desenvolvimento na cultura midiática. 2018. xiii, 102 f. Dissertação (Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: Como se dão as relações entre a produção midiática televisiva e as atividades criadoras infantis? O que as crianças dizem a respeito dos programas aos quais assistem na TV? Orientada por essas indagações, a presente pesquisa propõe analisar, à luz dos aportes teóricos da perspectiva histórico-cultural, os sentidos produzidos pela criança sobre a mídia televisiva a partir do contexto do faz de conta. Para tanto, foi realizado um estudo empírico em uma escola classe pública do Distrito Federal, mais especificamente em uma turma de primeiro ano com 26 alunos na faixa etária dos cinco aos sete anos de idade. O percurso metodológico foi estruturado em duas etapas, a saber: a) imersão da pesquisadora no campo por meio da observação da rotina escolar das crianças, com foco em situações lúdicas espontâneas; e b) oficinas lúdicas com temas referentes ao universo midiático-televisivo. Ambos os momentos – de observação e intervenção – foram registrados em diários de campo e em videogravações; e os dados construídos, transcritos e submetidos a uma análise microgenética, por meio da qual se verificou a formação das seguintes categorias: a) o corpo em movimento como forma de poder b) a máscara como mediadora da imaginação c) a percepção de si mesmo como comunicador midiático d) o conhecimento das crianças sobre o conteúdo e os processos de funcionamento de um telejornal e) a transformação dos significados do telejornal: das catástrofes ao Natal e f) a percepção das crianças sobre a estrutura do telejornal produzido por elas. Assim, na discussão dos dados, evidenciou-se que, a partir de suas atividades criadoras, as crianças estabelecem uma relação dialógica com a mídia televisiva; para além do lugar de espectadoras, atuam como protagonistas em seus processos de desenvolvimento.
Abstract: How are the relations between television media production and children’s creative activities? What do children say about the programs they watch on TV? Based on these questions, this study aimed to analyze, in the light of the theoretical contributions of the historical-cultural perspective, the senses produced by the child on the television media from the context makebelieve. To this end, an empirical study was carried out in a public school in the Federal District, specifically in a first-year grade class with 26 students aged five to seven years. The methodological course was structured in two stages, namely: a) immersion of the researcher in the field through the observation of children’s school routine, focusing on spontaneous playful situations; and b) playful workshops with themes related to the television media universe. Both moments - of observation and intervention - were recorded in field diaries and in videotapes; and data constructed, transcribed and subjected to a microgenetic analysis, through which the formation of the following categories: a) the body in motion as a form of power b) the mask as mediator of imagination c) the perception of oneself as a media communicator d) children’s knowledge about the content and the processes of functioning of a television news e) the transformation of the meanings of television news: from catastrophes to Christmas and f) children’s perception on the structure of television news produced by them. Thus, in the discussion of the data, it was evidenced that, from their creative activities, the children establish a dialogical relationship with the television media; beyond the role of spectators, act as protagonists in their development processes.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Conselho Superior da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).
Appears in Collections:PED - Mestrado em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32993/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.