Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/32526
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2018_PaulaLorenaGrangeiraSouto.pdf2,22 MBAdobe PDFView/Open
Title: Relações entre características adaptativas, qualidade espermática e perfil proteico do plasma seminal de touros adaptados à região subtropical
Other Titles: Relationship between adaptability, sperm quality and protein profile of the seminal plasma of bulls adapted to subtropical region
Authors: Souto, Paula Lorena Grangeira
Orientador(es):: Ramos, Alexandre Floriani
Coorientador(es):: Pimentel, Concepta Margaret McManus
Assunto:: Sêmen - qualidade
Sêmen bovino
Conforto térmico
Mudanças climáticas
Issue Date: 23-Aug-2018
Citation: SOUTO, Paula Lorena Grangeira. Relações entre características adaptativas, qualidade espermática e perfil proteico do plasma seminal de touros adaptados à região subtropical. 2018. xviii, 113 f., il. Tese (Doutorado em Saúde Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2018.
Abstract: O objetivo deste estudo foi comparar a qualidade seminal de touros localmente adaptados com touros de raça comercial criados na região do Planalto Sul Catarinense e analisar as relações com a adaptação climática. Características da morfologia externa dos touros, respostas fisiológicas e proteínas do plasma seminal foram investigadas no verão e no inverno. Em cada estação houve três coletas de sêmen por touro e as amostras foram avaliadas para motilidade total e vigor, concentração espermática, viabilidade das membranas e defeitos da célula. O plasma seminal foi obtido por centrifugação e submetido à proteômica por shotgun para identificação das proteínas. Dados ambientais como temperatura e umidade relativa do ar, temperatura do globo negro (BGT), índice de temperatura e umidade (ITU) e os índices de conforto térmico foram obtidos. As condições climáticas diferiram significativamente entre as estações. No Capítulo 2, concluiu-se que touros Crioulo Lageano e Angus apresentaram qualidade seminal similar e satisfatória ao longo do ano. Temperatura do ar, BGT e ITU foram os principais fatores que potencialmente afetariam as características espermáticas. No Capítulo 3, foi possível concluir que os touros experimentaram estresse térmico moderado no verão, o que levou a mudanças fisiológicas significativas, porém a normotermia foi mantida o que mostrou boa adaptação às condições climáticas da região estudada. Características de morfologia externa do animal foram as mais importantes para explicar as respostas fisiológicas, enquanto que no inverno prevaleceram as características climáticas. No Capítulo 4, determinou-se que houve efeito de raça e de estação sobre a abundância de proteínas no plasma seminal. Sugerese que as proteínas diferencialmente abundantes fazem parte dos mecanismos envolvidos com a adaptação climática e manutenção da homeostase dos touros. Este estudo contribui para o conhecimento sobre a fisiologia do trato reprodutivo de touros de raças localmente adaptadas e argumentam em favor da utilização das mesmas na cadeia pecuária.
Abstract: This study aimed to compare the semen quality of locally adapted bulls with bulls of a commercial breed raised at Southern Highlands of Santa Catarina, as well as, to analyse the relationships with climate adaptation. Characteristics of the external morphology of the animals, physiological responses and proteins in the seminal plasma were investigated in summer and in winter. Semen samples were obtained three times in each season, from all bulls, and analysed for sperm motility, vigor, number of sperm per millilitre, sperm membrane status and sperm defects. Seminal plasma was obtained by centrifugation and the proteins identified by shotgun proteomics. Environmental data, such as air temperature, air humidity, black globe temperature (BGT), temperature humidity index (THI) and thermal comfort indexes were obtained. Climate conditions differed significantly between seasons. Chapter 2 unveiled that the semen quality of Crioulo Lageano and Angus bulls was similar and satisfactory across the year. Air temperature, BGT and THI were considered the most important factors that could affect seminal traits. In Chapter 3, it was possible to conclude that the bulls experienced moderate heat stress in summer, which led to significant physiological responses, but they were able to maintain normothermia, showing good adaptation to the climate conditions at the region studied. External morphological characteristics were highly important to explain physiological responses in summer, whereas in winter the climatic features prevailed. In Chapter 4, it was determined that season and breed influenced on the abundance of the proteins in seminal plasma. We suggest that the differentially abundant proteins are part of a range of mechanisms that participate in climate adaptation and homeostasis maintenance of the sires. This study contributes to the knowledge about the male physiology in locally adapted cattle and argues in favour of the use of them in the livestock breeding systems.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2018.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FAV - Doutorado em Ciência Animal (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/32526/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.