Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/31620
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_AutoavaliacaoConstante.pdf631,1 kBAdobe PDFView/Open
Title: Autoavaliação : uma constante nas abordagens cognitiva e metacognitiva no ensino de tradução
Other Titles: Self-assessment : a constant on cognitive and metacognitive approaches in translation training
Authors: Costa, Patrícia Rodrigues
Sousa, Germana Henriques Pereira de
Assunto:: Tradução e interpretação - estudo e ensino
Cognição
Issue Date: 2015
Publisher: Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução (LET) - Universidade de Brasília (UnB)
Citation: COSTA, Patrícia Rodrigues; SOUSA, Germana Henriques Pereira de. Autoavaliação: uma constante nas abordagens cognitiva e metacognitiva no ensino de tradução. Belas Infiéis, Brasília, v. 4, n. 2, p. 97-114, 2015. Disponível em: <http://periodicos.unb.br/index.php/belasinfieis/article/view/16496/11757>. Acesso em: 10 abr. 2018.
Abstract: Trata-se de analisar a inserção de conceitos cognitivos e metacognitivos no ensino de Tradução e, de analisar a questão da autoavaliação dos aprendizes. Por meio da apreciação das abordagens propostas por Adriana Pagano, Célia Magalhães e Fábio Alves (POSLIN/UFMG) e Álvaro Echeverri, professor da Universidade de Montreal – Canadá, intenta-se compreender o uso da autoavaliação pelos tradutores em formação. Ao realizar a análise de ALVES, MAGALHÃES e PAGANO (2003), bem como a de ECHEVERRI (2008), percebe-se que ambas tocam pontos análogos, de onde se pode concluir que a autoavaliação se faz necessária para o sucesso da prática, processo e produto tradutório, bem como para o processo de ensino-aprendizagem de Tradução, sendo um fator discutido nas abordagens apresentadas, ainda que se necessite de um maior aprofundamento.
Abstract: This paper aims to analyze the presence of cognitive and metacognitive concepts on translation training and to analyze students’ self-assessment. By means of the assessment of the approaches proposed by Adriana Pagano, Celia Magalhães and Fabio Alves, Professors at the Federal University of Minas Gerais (UFMG), and Álvaro Echeverri, Professor at the University of Montreal, Canada, we will seek to understand the use of self-assessment by translators in training. While analyzing ALVES, MAGALHÃES and PAGANO (2003) and ECHEVERRI (2008), we noticed that both methods have similar points, for this reason, we can conclude that self-assessment is necessary for successful practice, process and translational product, as well as the learning-teaching process in translation training, which is a factor debated in both presented approaches. Although, learning-teaching process in translation training still requires further studies.
Licença:: Belas Infiéis - Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional (CC BY NC ND 4.0). Fonte: http://periodicos.unb.br/index.php/belasinfieis/article/view/16496/11757. Acesso em: 10 abr. 2018.
Appears in Collections:LET - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31620/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.