Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/31577
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LusmairMartinsdeBrito_PARCIAL.pdf894,7 kBAdobe PDFView/Open
Title: Satisfação e insatisfação no trabalho de profissionais em hospital universitário
Authors: Brito, Lusmair Martins de
Orientador(es):: Scherer, Magda Duarte dos Anjos
Assunto:: Satisfação no trabalho
Hospital Universitário de Brasília (HUB)
Profissionais da saúde
Comportamento organizacional
Comportamento social
Issue Date: 9-Apr-2018
Citation: BRITO, Lusmair Martins de. Satisfação e insatisfação no trabalho de profissionais em hospital universitário. 2017. xiii, 120 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: Introdução: A satisfação profissional tem sido estudada e avaliada por sua influência no comportamento organizacional das instituições, assim como pelas repercussões na vida pessoal do trabalhador, na sua saúde física e mental, nas atitudes, no comportamento profissional e social. Objetivo: Analisar a satisfação e insatisfação no trabalho de profissionais do Hospital Universitário de Brasília. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa, realizado com 52 profissionais da clínica cirúrgica e do centro de pronto atendimento do HUB, no período de fevereiro a dezembro de 2016. A coleta de dados foi através de entrevista individual semi-estruturada. Os dados foram sistematizados no software Atlas.Ti e analisados em 7 categorias (o hospital como espaço de formação e trabalho; condições do emprego; condições de trabalho; composição e divisão do trabalho; relações no trabalho; percepções sobre o modo de trabalhar e trabalho assistencial). Resultados: Quanto a caracterização do perfil dos participantes houve predominância do sexo feminino; a faixa etária que prevaleceu entre os profissionais foi de 30 a 39 anos; o nível de escolaridade que sobressaiu foi a especialização; sendo o maior número dos entrevistados técnicos de enfermagem; a carga horária da maior parte do profissionais era de 30 horas semanais; a maioria trabalhava no turno diurno; o vínculo prevalente foi da EBSERH; metade dos profissionais entrevistados só trabalhavam no HUB e possuíam até um ano de trabalho na instituição e de tempo de serviço. Os principais elementos de satisfação e insatisfação no trabalho foram trabalho em equipe e a relação entre os profissionais. Prevaleceu como motivo de satisfação dos profissionais trabalhar com o que gosta. A principal causa de insatisfação foi a demora e a burocracia no sentido de criar restrições, dificultar a entrega de material ou a prestação de algum serviço aos setores e usuários. Considerações finais: Os achados demonstraram a existência de diferentes vínculos na instituição, falta de material e profissionais, falta de planejamento e desorganização com a estrutura e o processo de trabalho, sendo necessário uma reflexão acerca da gestão dos setores e do hospital, afim de superar as dificuldades nas condições e relações de trabalho. No entanto, apesar de todos os problemas e fatores de insatisfação com o trabalho em um hospital universitário, também verificamos que a oportunidade do profissional estar em constante aprendizado e principalmente gostar do que faz ou da profissão influencia na satisfação com o trabalho.
Abstract: Introduction: The professional satisfaction has been studied and evaluated due to its influence in the organizational behavior of the institutions, as well as by the repercussions in the personal life of the worker, in his physical and mental health, in his attitudes and in his professional and social behavior. Objective: It is to analyze the satisfaction and the dissatisfaction in the professionals workplace at the Hospital Universitário de Brasília. Methodology: It is a descriptive study with qualitative approach, accomplished with 52 professionals of the surgical clinic and of the emergency care center of HUB, from february to december 2016. The data collection was through a semi-structured individual interview. The data were systematized in the software Atlas.Ti and analyzed in 7 categories (the hospital as a space for training and work; employment conditions; work conditions; composition and division of labor, relashionships at work; perceptions about the way of working and care work). Results: Regarding the characterization of the participant’s profile, there was a predominance of the female gender; the age group that prevailed among professionals was 30 to 39 years; the educational level emerged was the specialization, being the largest number of the interviewed nursing technicians; the workload of most professionals was 30 hours a week; the most of them used to work day shift; the prevalent link was the EBSERH; half of the interviewed professionals only worked in HUB and had up to one year of work in the institution and time of service. The main elements of job satisfaction and dissetisfaction were teamwork and the relationships between professionals. It has prevailed as a reason for the professionals satisfaction to work with what they like. The main cause of dissetisfaction was the delay and bureaucracy in order to create restrictions, to make it difficult to deliver of materials or the provision of some service to sectors and users. Final considerations: The finding demonstrated the existence of different links in the institution, lack of material and professionals, lack of planning and disorganization of the work structure and work process, requiring a reflection on the management of the sectors and the hospital, in order to overcome the difficulties in the working conditions and relations. However, despite all the problems and factors of dissatisfaction in a university hospital, we also found that the opportunity for the professional to be in constant learning and specially to enjoy what he does or his profession, influence job satisfaction.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ceilândia, Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias em Saúde, 2017.
Texto parcialmente liberado pelo autor. Conteúdo liberado: Resumo e Abstract.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Agência financiadora: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).
Appears in Collections:PGCTS - Mestrado em Ciências e Tecnologias em Saúde

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31577/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.