Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/31549
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_LenildaDamascenoPerpétuo.pdf3,15 MBAdobe PDFView/Open
Title: Comunidade cigana Calon em processo de escolarização : conflitos étnicos e saberes pluriculturais
Authors: Perpétuo, Lenilda Damasceno
Orientador(es):: Rêses, Erlando da Silva
Assunto:: Comunidades tradicionais
Conflitos étnicos
Representações sociais
Escolarização
Povos ciganos
Issue Date: 2-Mar-2018
Citation: PERPÉTUO, Lenilda Damasceno. Comunidade cigana Calon em processo de escolarização: conflitos étnicos e saberes pluriculturais. 2017. 153 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: A presente pesquisa é fruto de uma investigação social que visa trazer à tona a realidade em que vivem os Ciganos Calon em Sobradinho DF, comunidade que passa por um processo de mudanças culturais e transita de uma situação de nomadismo para uma de sedentarismo. Devido a sua cultura de vida livre, encontram inúmeras dificuldades de adaptação ao modelo de sistema educacional proposto. Sendo assim, a educação formal ainda é um espaço antagônico aos seus modos de vida. Desse modo, esta pesquisa abordará o percurso históricocultural dos povos ciganos, contribuindo para a análise e a compreensão das associações entre etnicidade cigana e a escola sistematizada, bem como os processos dialógicos que esse espaço escolar utiliza, buscando identificar uma política intercultural de educação amparada pelos direitos humanos, a qual permita a efetiva inclusão social e educacional dos estudantes ciganos nas escolas públicas. Esta pesquisa, de caráter qualitativo, tem como base teórica o materialismo histórico dialético, o qual investiga as representações sociais acerca do povo cigano e como essas representações, por sua vez, influenciam no percurso dos estudantes e nos seus conflitos étnicos, no ambiente escolar. Ademais, objetiva analisar as interações entre a escola formal e os estudantes da comunidade Calon em meio ao processo pedagógico, procurando estabelecer em que medida as estratégias utilizadas permitem a efetiva inclusão social e educacional dos referidos sujeitos em fase de escolarização. Esta pesquisa-ação foi realizada no acampamento cigano Calon e em duas escolas públicas de Sobradinho DF. Como resultado, concluímos que o material escolar não dialoga com a cultura cigana, a matriz curricular não os contempla e que os professores não conhecem a etnia cigana, nem sentem que foram preparados para lidar com essa especificidade cultural e étnica.
Abstract: The present research is the result of a social investigation that aims to bring up the reality in which the Calon Gypsies live in Sobradinho - DF (Federal District), in Brazil, a community that is going through a process of cultural changes, transiting from a situation of nomadism to a situation of sedentarism. Due to their free-living culture, they encounter numerous difficulties of adaptation to the proposed educational system model. Thus, formal education is still an area that is antagonistic to their ways of life. Therefore, this research will approach the historicalcultural route of the Gypsy people, contributing to the analysis and understanding of the associations between gypsy ethnicity and the systematized school, as well as the dialogical processes that this school space uses, seeking to identify an intercultural education policy supported by human rights, which will allow the effective social and educational inclusion of Gypsy students in public schools. This qualitative research has as its theoretical basis dialectical historical materialism, which investigates social representations about the Gypsy people and how these representations, in turn, influence the journey of students and their ethnic conflicts in the school environment. In addition, it aims to analyze the interactions between the formal school and the students of the Calon community in the midst of the pedagogical process, trying to establish to what extent the strategies used enable the effective social and educational inclusion of these subjects in the schooling phase. This action research was carried out in the Calon Gypsy camp and in two public schools in Sobradinho - DF. As a result, we conclude that the school material does not dialogue with Gypsy culture, the curricular matrix does not contemplate them and that the teachers do not know the Gypsy ethnicity, nor do they feel they have been prepared to deal with this cultural and ethnic specificity.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31549/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.