Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/31277
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_HerissonCardosoFernandes.pdf1,34 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBarroso Filho, Wilton-
dc.contributor.authorFernandes, Herisson Cardoso-
dc.date.accessioned2018-02-21T13:59:26Z-
dc.date.available2018-02-21T13:59:26Z-
dc.date.issued2018-02-20-
dc.date.submitted2017-11-05-
dc.identifier.citationFERNANDES, Herisson Cardoso. Elementos para uma ontologia do romance: um estudo sobre a arte do romance de Milan Kundera. 2017. 103 f. Dissertação (Mestrado em Metafísica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/31277-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília,Instituto de Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Metafísica, 2017.pt_BR
dc.description.abstractO Romance, enquanto instância artística e literária, é fundado sobre um determinado e específico número de elementos? Se sim, é possível identificar quais seriam eles? Ou seja, pensando ontologicamente, há algum conjunto de fundamentos que fazem o romance ser o que é? Essas são indagações das quais partimos para analisar os textos ensaísticos do romancista tcheco Milan Kundera. Em seu livro A arte do romance, de 1983, Kundera discute – a partir das reflexões do filósofo Edmund Husserl acerca da modernidade – sobre o fazer romanesco, bem como a posição do romance neste momento da história. Tomando como pressuposto a abordagem proposta pelo grupo de pesquisa Epistemologia do Romance, pretendemos decompor o pensamento teórico de Kundera, no sentido de intentar encontrar aqueles que podem ser considerados os elementos ontológicos de sua própria criação romanesca, bem como discutir uma das proposições fundamentais do pensamento kunderiano: a de que o romance possui uma sabedoria que lhe é própria. A pesquisa será pautada fundamentalmente nas propostas exibidas por Kundera em A arte do romance, dialogando com outros textos ensaísticos do autor como Testamentos traídos (1993), A cortina (2005) e Um encontro (2009).pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleElementos para uma ontologia do romance : um estudo sobre a arte do romance de Milan Kunderapt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subject.keywordEpistemologiapt_BR
dc.subject.keywordRomance - gênero literáriopt_BR
dc.subject.keywordOntologiapt_BR
dc.subject.keywordKundera, Milan, 1929 - crítica e interpretaçãopt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.contributor.advisorcoCaixeta, Ana Paula Aparecida-
dc.description.abstract1Is the Romance, as an artistic and literary instance, founded on a precise and specific number of elements? If so, what are they? Ontologically thinking, are there any set of fundamentals that make the romance what it is? These are the questions which we set out to analyze the essay texts of the Czech novelist Milan Kundera. In his book The Art of Novel, 1983, Kundera discusses – since reflections about modernity of the philosopher Edmund Husserl – about the romanesque doing, as well as the position of the novel at this moment in history. Taking as a presupposition the approach proposed by the research group Epistemology of Romance, we intend to decompose the theoretical thought of Kundera, in the sense of trying to find those that can be considered the ontological elements of his own romanesque creation, as well as to discuss one of the fundamental propositions of the kunderian thought: that the novel has its own wisdom. The research will be placed fundamentally on the proposals presented by Kundera in The Art of the Novel, dialoguing with other essayistic Kundera‟s texts as Testaments betrayed (1993), The curtain (2005) and Encounter (2009).pt_BR
Appears in Collections:FIL - Mestrado em Metafísica (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/31277/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.