Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/30187
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_PensamentoGestoresMunicipais.pdf169,37 kBAdobe PDFView/Open
Title: O pensamento dos gestores municipais sobre a ouvidoria como um potencial instrumento de gestão participativa do SUS
Other Titles: The thought of municipal managers about the ombudsman as a potential tool of participatory management of the SUS
Authors: Silva, Raelma Paz
Jesus, Elizabeth Alves de
Ricardi, Luciani Martins
Sousa, Maria Fátima de
Mendonça, Ana Valéria Machado
Assunto:: Pacientes
Participação social
Gestão em saúde
Issue Date: Jul-2016
Publisher: Centro Brasileiro de Estudos de Saúde
Citation: SILVA, Raelma Paz et al. O pensamento dos gestores municipais sobre a ouvidoria como um potencial instrumento de gestão participativa do SUS. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 40, n. 110, p. 81-94, jul./set. 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042016000300081&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 6 mar. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0103-1104201611006.
Abstract: O estudo, de abordagem qualitativa, buscou, a partir do discurso de gestores municipais de saúde, identificar potencialidades à participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS), bem como compreender como esses gestores utilizam a ouvidoria para a tomada de decisão. Foram entrevistados 12 gestores, de quatro regiões do País, com posteriores transcrição e análise de discurso. Entendendo a participação como direito constitucional, as ouvidorias do SUS têm papel fundamental para a gestão, pois estimulam a participação individual do usuário e, em contrapartida, possibilitam ao gestor conhecer a opinião da população a respeito das ações e dos serviços de saúde ofertados no município.
Abstract: The study, of qualitative approach, aimed, from the discourse of municipal health managers, to identify potential for the community participation in the management of the Brazilian Unified Health System (SUS), as well as understand how these managers use the ombudsman for decision-making. Were interviewed 12 managers, from four regions of the Country, with subsequents transcription and speech analysis. Understanding participation as constitutional right, the ombudsmen of the SUS have key role in the management, because they stimulate the individual participation of the user and, in counterpart, enable the manager to know the opinion of the population regarding the actions and health services offered in the municipality.
Licença:: Saúde em Debate - Este é um artigo publicado em acesso aberto (Open Access) sob a licença Creative Commons Attribution, que permite uso, distribuição e reprodução em qualquer meio, sem restrições desde que o trabalho original seja corretamente citado (CC BY 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-11042016000300081&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 6 mar. 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0103-1104201611006
Appears in Collections:DSC - Artigos publicados em periódicos e preprints

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/30187/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.