Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/30119
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_ComoMedirHabito.pdf457,86 kBAdobe PDFView/Open
Title: Como medir o hábito? : evidências de validade de um índice de autorrelato
Other Titles: How to measure habit? : evidence of validity a of self-report index
Authors: Cristo, Fábio de
Günther, Hartmut
Assunto:: Hábito (Psicologia)
Deslocamento
Transportes
Psicologia do trânsito
Issue Date: 2016
Publisher: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Citation: CRISTO, Fábio de; GÜNTHER, Hartmut. Como medir o hábito?: evidências de validade de um índice de autorrelato. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 32, n. 2, e322224, 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722016000200224&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 8 mar. 2018. Epub Oct 27, 2016. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0102-3772e322224.
Abstract: O hábito é um comportamento aprendido que se tornou automático após várias repetições em um contexto estável. Investigamos o uso habitual do automóvel. Realizaram-se dois estudos sobre as propriedades psicométricas do Índice de Autorrelato do Hábito (IAH). No Estudo 1, o IAH foi traduzido para o português e, posteriormente, testado com 238 participantes. Constataram-se bons indicadores de precisão (α = 0,95), de validade de construto e de validade convergente com duas medidas de hábito (ambas r = 0,70, p = 0,01), assim como com a quantidade de quilômetros rodados (r = 0,20, p = 0,05). No Estudo 2, com 970 participantes, por meio de survey on-line, foram identificadas novas evidências de validade e precisão, corroborando o Estudo 1.
Abstract: Habit is a learned behavior that has become automatic after being repeated several times in a stable context. We investigated the habitual use of the automobile. Two studies were performed on the psychometric proprieties of the Self-Report Habit Index (SRHI). In Study 1, the SRHI was translated into Portuguese and then tested with 238 participants. The results showed good indicators of reliability (α = .95), construct validity and convergent validity with two measures of habit (both r = .70, p = .01), and with the number of kilometers traveled (r = .20, p = .05). In Study 2, with 970 participants via an online survey, further evidence of validity and reliability was identified, corroborating the results of Study 1.
Licença:: Psicologia: Teoria e Pesquisa - Este é um artigo publicado em acesso aberto sob uma licença Creative Commons (CC BY 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722016000200224&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 8 mar. 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0102-3772e322224
Appears in Collections:PST - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/30119/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.