Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/29844
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_RetratosSociologicosMetodologia.pdf640,27 kBAdobe PDFView/Open
Title: Retratos sociológicos : uma metodologia de investigação para a pesquisa em educação
Other Titles: Sociological portraits : a methodology for research in education
Authors: Lima Junior, Paulo Roberto Menezes
Massi, Luciana
Assunto:: Ciências - estudo e ensino
Sociologia - ensino
Ensino superior
Issue Date: Jul-2015
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru.
Citation: LIMA JUNIOR, Paulo; MASSI, Luciana. Retratos sociológicos: uma metodologia de investigação para a pesquisa em educação. Ciência & Educação (Bauru), Bauru, v. 21, n. 3, p. 559-574, jul./set. 2015. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132015000300003&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 2 abr. 2018. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1516-731320150030003.
Abstract: Recentemente, a tradição sociológica de Bourdieu tem despontado como uma tendência importante na pesquisa em educação em ciências. Neste artigo, apresentamos algumas das críticas de Bernard Lahire à abordagem de Bourdieu. O propósito central de nossa incursão pelas críticas de Lahire é introduzir e argumentar a metodologia dos retratos sociológicos como recurso importante para a pesquisa em educação científica. Após a descrição dessa metodologia, ela é exemplificada com um retrato sociológico aplicado ao estudo da evasão em um curso de licenciatura em química. O retrato de Diogo ilustra, no nível empírico, algumas propriedades básicas atribuídas às disposições individuais (variabilidade, gênese, transferibilidade, dicotomia e contextualidade). A partir desse retrato, ilustrou-se como a ressonância entre as disposições do aluno e da instituição de ensino permite explicar seu sentimento de adesão e pertencimento ao curso. Em seguida, são sublinhadas outras potencialidades dos retratos sociológicos para os propósitos da pesquisa em educação científica.
Abstract: Recently, Bourdieu’s sociological tradition has emerged as an important trend in research in science education. This paper presents some critiques elaborated by Bernard Lahire towards Bourdieu’s sociological approach. The main purpose of our incursion into Lahire’s critique is to argue and introduce the methodology of sociological portraits as an important resource for research in science education. After describing this methodology, it is illustrated with a portrait of dropout on an undergraduate course in chemistry. Diogo’s portrait illustrates, at the empirical level, some basic features of individual dispositions (variability, genesis, transferability, dichotomy and contextuality). From this portrait, it was possible to illustrate how the resonance between students’ and institution’s dispositions helps explain their sense of membership and belonging to the course. Finally, we highlight some potentialities of sociological portraits to the purposes of sociological research in science education.
Licença:: Ciência & Educação (Bauru) - Este é um artigo publicado em acesso aberto (Open Access) sob a licença Creative Commons Attribution Non-Commercial, que permite uso, distribuição e reprodução em qualquer meio, sem restrições desde que sem fins comerciais e que o trabalho original seja corretamente citado (CC BY NC 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-73132015000300003&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 2 abr. 2018.
DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1516-731320150030003
Appears in Collections:IF - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/29844/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.