Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/29205
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_PoliticaExternaIndependente.pdf175,05 kBAdobe PDFView/Open
Title: A política externa independente (PEI) : antecedentes, apogeu e declínio
Other Titles: Brazilian independent foreign policy : historical roots, apogee and decline
Authors: Manzur, Tânia Maria Pechir Gomes
Assunto:: Política externa - Brasil
Opinião pública
Polarização (Ciências sociais)
Brasil - história - golpe militar, 1964
Issue Date: 2014
Publisher: CEDEC
Citation: Manzur, Tânia Maria Pechir Gomes. A política externa independente (PEI) : antecedentes, apogeu e declínio. Lua Nova, São Paulo, v. 93, p. 169-199, 2014. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-64452014000300007. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-64452014000300007&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 15 jul. 2020.
Abstract: Este artigo analisa o período de 1961 a 1964, quando a sociedade brasileira vivenciou o processo de gestação, desenvolvimento, apogeu e declínio da Política Externa Independente (PEI). Na vigência das presidências de Jânio Quadros e, posteriormente, João Goulart, observa-se expressivo envolvimento da opinião pública com assuntos de política exterior, envolvimento esse que é fruto de um amálgama entre o populismo e o desenvolvimento e a disseminação dos meios de comunicação de massa, bem como ao aumento dos níveis de alfabetização da população brasileira, acompanhado da crescente urbanização. Alimentou-se um debate que evoluiu para embates de opinião sobre a política exterior do país. A paulatina polarização das tendências de opinião foi um dos fatores que contribuíram decisivamente para o golpe de 1964.
Abstract: This article analyzes the development, apogee and rapid decline of Brazil's Independent Foreign Policy (1961-64), a period when it is possible to observe close and profound interactions between public opinion and the country's foreign policy. Back then, Brazilian politics on every sphere - domestic and international - was marked by populism which, allied to the fact that mass media and other resonance boxes of public opinion were arising and being strengthened in the country, helped create and develop the fundamental relations between public opinion trends and the directions taken by the government in the international arena. The gradual polarization of opinion trends in relation to the country's international insertion eventually led to the 1964 Coup d'État.
Licença:: (CC BY-NC) - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons.
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S0102-64452014000300007
Appears in Collections:IREL - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/29205/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.