Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/28958
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_PerdaPressaoEstatica.pdf1,8 MBAdobe PDFView/Open
Title: Perda de pressão estática em uma coluna de grãos de quinoa
Other Titles: Loss of static pressure in a column of quinoa grains
Authors: Gratão, Poliana T. da S.
Devilla, Ivano A.
Servulo, Ana Claudia O.
Jesus, Flívia F. de
Ferreira, Daiane de A.
Assunto:: Quinoa
Fluxo de ar
Impurezas
Resistência ao fluxo de ar
Grãos - armazenamento
Grãos - qualidade
Issue Date: 2013
Publisher: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Citation: GRATÃO, Poliana T. da S. et al. Perda de pressão estática em uma coluna de grãos de quinoa. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 17, n. 8, p. 848-854, ago. 2013. DOI: https://doi.org/10.1590/S1415-43662013000800008. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662013000800008&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 07 ago. 2020.
Abstract: Objetivou-se, neste trabalho, avaliar os efeitos do fluxo de ar sobre a queda da pressão estática em massa granular de quinoa, cultivar Real, com diferentes teores de impurezas; ajustar os modelos matemáticos aos dados experimentais obtidos e selecionar o modelo que melhor represente o fenômeno. Inicialmente, o produto estava isento de impurezas e com teor de água de 17% base seco. Foram feitas adições de impurezas nos percentuais de 1, 2, 3, 4 e 5. Utilizando-se um equipamento devidamente projetado e construído e fluxos de ar variando de 0,1 a 0,4 m³ s-1 m-2, foram determinadas as pressões estáticas da quinoa limpa e com impurezas. Os dados experimentais de perda de carga foram ajustados às equações comumente utilizadas para descrever o fenômeno. Os resultados permitiram concluir que: a) a pressão estática em uma coluna com grãos de quinoa aumenta com o incremento de fluxo de ar; b) O aumento do nível de impureza provocou redução da queda de pressão estática; c) As equações que melhor representam os dados experimentais da queda de pressão no interior do leito com grãos de quinoa, sem e com impurezas, foram as equações de Shedd e de Guimarães, respectivamente.
Abstract: The aim of this study was to evaluate the effects of air flow on the drop in static pressure in granular masses of the quinoa cultivar Real, with different levels of impurity and adjust the mathematical models to the obtained experimental data selecting those that best represent the phenomenon. The product was initially free of impurities and with moisture content of 17% on dry weight basis. To check the influence of impurities on resistance to air flow, additions of these impurities were made at 1, 2, 3, 4, and 5%. Using a piece of equipment duly designed and built and air flows ranging from 0.1 to 0.4 m³ s-1 m-2, the static pressures of clean quinoa and quinoa with impurities were determined. The equations commonly used to describe the phenomenon were adjusted to the experimental data of pressure drop. The results permit to conclude that: a) static pressure in a column with quinoa grains increases with the increase in air flow; b) increase in the level of impurity lead to a reduction in the static pressure drop; c) the equations that best represent the experimental data of pressure drop inside the bed with quinoa grains, with and without impurities, were the Shedd and Guimarães equations, respectively.
Licença:: Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental - (CC BY-NC) - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons. Fonte: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662013000800008&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 07 ago. 2020.
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662013000800008
Appears in Collections:Uso interno - em processamento

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/28958/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.