Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/28616
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_SegurancaAlimentarDomicilio.pdf176,09 kBAdobe PDFView/Open
Title: Segurança alimentar em domicílios chefiados por idosos, Brasil
Other Titles: Food security in households headed by elderly, Brazil
Authors: Rosa, Tereza Etsuko
Mondini, Lenise
Gubert, Muriel Bauermann
Sato, Geni Satiko
Benício, Maria Helena D'Aquino
Assunto:: Idosos
Fatores socioeconômicos
Qualidade de vida
Comportamento alimentar
Insegurança alimentar
Issue Date: 2012
Publisher: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Citation: ROSA, Tereza Etsuko da Costa et al. Segurança alimentar em domicílios chefiados por idosos, Brasil. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Rio de Janeiro, v. 15, n. 1, p. 69-77, 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S1809-98232012000100008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232012000100008&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 04 dez. 2020.
Abstract: A segurança alimentar nos domicílios chefiados por idosos tem uma dimensão especial no que se refere às condições de saúde e bem-estar, uma vez que parece evidente a importância de garantir a este contingente populacional a possibilidade de continuar a contribuir na sociedade de forma ativa e produtiva. OBJETIVO: Determinar a prevalência de insegurança alimentar em domicílios cujos chefes são idosos, segundo características sociodemográficas. MÉTODOS: Trata-se de estudo descritivo com domicílios cujos chefes têm 60 anos ou mais de idade declarada, selecionados da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios - PNAD 2004. Empregou-se a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, classificando-se os domicílios em segurança alimentar e insegurança alimentar leve, moderada e grave. A análise descritiva dos dados incluiu a distribuição de frequência dos domicílios de acordo com os níveis de insegurança alimentar nos estratos das variáveis sociodemográficas, levando-se em consideração o efeito do desenho. RESULTADOS: O estudo mostrou que 29,8% dos domicílios se encontravam na condição de insegurança alimentar e que tal condição estava significativamente associada com regiões menos abastadas (Norte/Nordeste, rural), com os segmentos populacionais mais desfavorecidos (mais pobres e menos escolarizados) e, ainda com características de gênero (mulheres) e raciais (indígenas, pardos e pretos) as quais sabidamente ocupam os níveis inferiores da hierarquia social. CONCLUSÃO: A distribuição da insegurança alimentar em domicílios chefiados por idosos segue tendência similar dos domicílios brasileiros, ratificando a maior prevalência desta condição nos estratos socioeconômicos mais desfavorecidos da população ou entre características associadas à pobreza.
Abstract: Food security in households headed by elderly people has special dimension as for health and welfare, since it is clearly important to ensure that they go on contributing to society in an active and productive way. OBJECTIVE: To determine the prevalence of food insecurity in households whose heads are older, according to socio-demographic characteristics. METHODS: It is a descriptive study with households whose heads have 60 years of age or over declared, selected from the National Sample Household Survey - PNAD 2004. We applied the Brazilian Food Insecurity Scale, ranking the households into food security and food insecurity, moderate and severe. Descriptive analysis of data included the frequency distribution of households according to levels of food insecurity in the strata of socio-demographic variables, taking into account the design effect. RESULTS: The study showed that 29.8% of households were in the condition of food insecurity and that this condition was significantly associated with less affluent regions (north / northeast, rural), with the most vulnerable population segments (the poorest and least educated) and also with characteristics of gender (women) and race (Indian, mulatto and black) which is known to occupy the lower levels of social hierarchy. CONCLUSION: The distribution of food insecurity in households headed by elderly people, following a similar trend of Brazilian households, confirms the higher prevalence of this condition in socioeconomic disadvantaged population or characteristics associated with poverty.
Licença:: Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (CC BY 4.0). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232012000100008&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 04 dez. 2020.
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S1809-98232012000100008
Appears in Collections:NUT - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/28616/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.