Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/27080
Files in This Item:
File SizeFormat 
ARTIGO_TendenciaAleitamentoMaterno.pdf108,13 kBAdobe PDFView/Open
Title: Tendência do aleitamento materno no Brasil no último quarto do século XX
Other Titles: Trends of breastfeeding in Brazil in the last quarter of the 20th century
Authors: Sena, Maria Cristina Ferreira
Silva, Eduardo Freitas da
Pereira, Maurício Gomes
Assunto:: Amamentação - Brasil
Issue Date: Dec-2007
Publisher: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Citation: SENA, Maria Cristina Ferreira; SILVA, Eduardo Freitas da; PEREIRA, Maurício Gomes. Tendência do aleitamento materno no Brasil no último quarto do século XX. Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo, v. 10, n. 4, p. 499-505, dez. 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S1415-790X2007000400008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2007000400008&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 04 dez. 2020.
Abstract: OBJETIVO: analisar a evolução do aleitamento materno no Brasil de 1974-1975 a 1999. MÉTODO: foram comparados três inquéritos populacionais realizados em 1974-1975, 1989, 1999. Os três estudos variaram quanto aos objetivos, plano amostral e coleta de dados, mas foi constante a definição de aleitamento materno. Os resultados das duas primeiras pesquisas foram retirados de trabalho que analisou a evolução do aleitamento materno no período correspondente. Os do terceiro foram gerados por nova análise do banco de dados do estudo original. A fim de permitir a comparação direta dos resultados desta análise com os demais, utilizou-se o modelo probito. A evolução do aleitamento materno nos três pontos no tempo aqui considerados foi verificada pelo método gráfico e por números-índice. RESULTADOS: o aumento da freqüência da amamentação, no período de 25 anos decorridos entre a primeira e a terceira pesquisa, correspondeu a 40% no grupo de crianças com um mês de vida, a 150%, no quarto mês, a 200%, no sexto mês, e a 240% aos 12 meses. CONCLUSÃO: persistiu nos anos de 1990 a tendência de aumento da prática da amamentação verificada no país no período de 1974-1975 a 1989.
Abstract: OBJECTIVE: to analyze the development of Brazilian breastfeeding from 1974-1975 to 1999. METHOD: three population-based surveys carried out in 1974-1975, 1989, and 1999 were compared. Although they had different objectives, sampling plans, and data collection methods, the definition of breastfeeding was the same. The results of the first two surveys were taken from the original articles. For the 1999 survey, a new analysis was performed in order to allow direct comparison of results. The probit model was used to estimate prevalence in all three studies. The development of breastfeeding was examined through charts and index numbers. RESULTS: the increase in the frequency of breastfeeding, in the period of 25 years between the first and third studies, started at 40% in the group of children at one month of age, to 150% at the fourth month of age, to 200% at the sixth month of age, and to 240% at the 12th month of age. CONCLUSION: the increasing trend in the prevalence of breastfeeding verified in Brazil in 1974-1975 to 1989 continued in the 1990's.
Licença:: Revista Brasileira de Epidemiologia - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons (CC BY 4.0). Fonte: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2007000400008&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 04 dez. 2020.
DOI: https://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2007000400008
Appears in Collections:EST - Artigos publicados em periódicos
PPGCS - Artigos publicados em periódicos e preprints

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/27080/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.