Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/2630
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_DumaraReginadeLima.pdf3,6 MBAdobe PDFView/Open
Title: O fenômeno da reciclagem de lata de alumínio no Brasil : inovação tecnológica, oligopólios e catadores
Authors: Lima, Dumara Regina de
Orientador(es):: Mota, José Aroudo
Assunto:: Embalagens
Coletores de materiais recicláveis
Cadeia produtiva
Reciclagem de alumínio
Issue Date: Mar-2007
Citation: LIMA, Dumara Regina de. O fenômeno da reciclagem de lata de alumínio no Brasil: inovação tecnológica, oligopólios e catadores. Brasília, 2007. 201 f., il. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: Esta pesquisa buscou identificar, a partir de uma visão sistêmica, os principais atores e processos que fazem do Brasil líder mundial de reciclagem de lata de alumínio desde o ano de 2001. A produção da lata de alumínio se caracteriza pelo uso intensivo de energia, capital e tecnologia, situando-se em um dos ramos mais modernos da economia industrial. Criada em 1959, nos Estados Unidos, a lata de alumínio já surgiu reciclável, e seu criador, Bill Coors, no mesmo ano, foi o primeiro a instalar o sistema “cash for can” (lata por dinheiro). No Brasil, a sua produção inicia-se somente trinta anos depois, com a Latasa, cujos programas institucionais de incentivo à reciclagem atingem significativa taxa de retorno já em 1991. A produção e a reciclagem de latas de alumínio no Brasil se caracterizou pelo rápido crescimento, em um contexto marcado por profundas mudanças na estrutura produtiva do país, período da abertura econômica e da modernização tecnológica, o período da globalização. É neste contexto, de reorganização da economia, que surge o Catador Especializado de Lata de Alumínio, foco da análise e elemento central na identificação da cadeia produtiva, de onde também surge o Vendedor Ambulante de Bebidas, associados ao circuito de diversão e lazer. Os resultados indicam que apesar da reciclagem, houve o aumento da produção do metal primário, e que para efeito de educação ambiental, deve-se substituir o termo reciclagem por reindustrialização. A renda auferida pelo catador é irregular, sazonal e complementar, o que não permite ao catador sair da sua condição. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT
The objective of this research is to identify the principal processes and actors responsible to make Brasil the world leader of the recycling of aluminium can since 2001. The production of can is characterized by the intensive use of energy, of capital and technology and it is one of the most modern field of industry. The can was made for the first time in the United States in 1959 and its inventor Bill Coors, created also the sistem “cash for can”. The Brazilian production began only in 1989, and the company Latasa began to support the recycling in 1991. The production and the recycling of cans in our country has been characterized by a fast increase and by an environment of changes in the productive structure of the country, of economic opennes, of technological modernization and globalisation. It is in this environment that emerges the “can picker”, someone who picks can to sell and earn money. In the productive chain of can, he is the focus of our study. The results of the research show that despite the recycling process, there has been an increase in the production of the aluminium, so that it is proposed to change the word recycling for the word reindustrialization. The research also shows that the can picker’s income is an irregular, seasonal and complementary one wich means not sufficient to make him leave this kind of work.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2007.
Appears in Collections:CDS - Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento Sustentável (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/2630/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.