Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/24397
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_MariellaSilvadeOliveiraCosta.pdf28,49 MBAdobe PDFView/Open
Title: Parem as máquinas! : a gente não quer só comida : análise da alimentação como pauta jornalística
Authors: Costa, Mariella Silva de Oliveira
Orientador(es):: Mendonça, Ana Valéria Machado
Assunto:: Saúde - avaliação
Promoção de saúde
Jornalismo
Alimentação
Issue Date: 5-Sep-2017
Citation: COSTA, Mariella Silva de Oliveira. Parem as máquinas!: a gente não quer só comida: análise da alimentação como pauta jornalística. 2017. 250 f., il. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.
Abstract: Uma das fontes de informação sobre a saúde para o público em geral está na imprensa, que pode contribuir para a promoção da saúde e melhoria da qualidade de vida das pessoas. Porém, diversos estudos mostram que o jornalismo sobre temas de saúde nem sempre o faz. A alimentação saudável é um dos temas da promoção da saúde que afeta diretamente as condições de vida de qualquer pessoa. Esta pesquisa qualiquantitativa analisa a alimentação como pauta jornalística, descrevendo o conteúdo de jornais impressos, um nacional e outro regional, e as percepções dos produtores das notícias deste último. Os resultados estão descritos em artigos científicos que utilizaram metodologias distintas, mas complementares, como a análise de representações sociais, análise de conteúdo e discurso nos textos e discurso do sujeito coletivo. Seja no impresso nacional como no regional, observou-se que as vozes predominantes dos textos, quando identificadas, vem do universo especializado, científico, com pouco espaço para falas da população. Nos conteúdos do impresso nacional, quando se fala em saúde da mulher, houve predomínio do discurso relacionado ao risco à saúde e sua relação com a prática alimentar, nutricional ou de suplementação, como também à gravidez e/ou ao tipo de parto; a saúde como mercadoria associada a produtos ou procedimentos, como dietas, suplementos alimentares, medicamentos e cirurgia bariátrica, sem espaço para a promoção da saúde e alimentação saudável. Já no jornal regional, a editoria de saúde analisada enfoca não só os efeitos de alimentos específicos, (seja para prevenção de doenças, no corpo e metabolismo) mas também em recomendações descritas no Guia Alimentar da População Brasileira, priorizando informações sobre alimentos in natura, em detrimento dos ultraprocessados. Há pouco espaço destinado a aspectos de comensalidade, e as jornalistas consideram que fazem um jornalismo de serviço que possibilita a promoção da saúde. A análise aponta considerações sobre os limites e possibilidades de um jornalismo que promova a saúde e a necessidade de monitoramento constante da mídia, pois ela constrói sentidos sobre a alimentação. Ressalta-se a importância de se utilizar dados que se complementem e considerem não só o conteúdo dos textos jornalísticos, mas também o processo de produção jornalística.
Abstract: One of the information sources about health to the public in general is the press, which can contribute to health promotion and improvement of people's quality of life. However, several studies show that the journalism about health themes does not always do it. Healthy food is one of the topics of health promotion that directly affects the life condition of any person. This quali-quantitative research analyzes alimentation as a journalistic agenda, describing the content of newspapers, one national and the other regional, and the news producers' point of view from the regional one. The results are described in scientific articles that used different, but complementary, methodologies as the analysis of social representation, content and discourse in the texts analysis and discourse of the collective subject. Either on the national or on the regional newspaper, it is possible to observe the texts' predominant voices, when identified; it comes from a specialized, scientific universe, with little space for population voices. In the national newspaper content, when it comes to women's health, there was predominance of speech on the health risk and its relation with nutritional or supplementary practice, as well as the pregnancy and/or type of labor; the health as a merchandise associated with products or procedures, such as diets, food supplements, medications and bariatric surgery, with no space to the health promotion and healthy alimentation. On the contrary, in the regional newspaper, the health editorial analyzed focused not only on the specific food effects, (whether for disease prevention, in the body and metabolism) but also in recommendations described in the Dietary Guidelines for the Brazilian population, prioritizing information about in natura food, instead of ultraprocessed ones. There is little space for commensality aspects and the journalists consider that they are producing a service journalism that makes the health promotion possible. The analysis points considerations about the limits and possibilities of a journalism that promotes health and the need for constant media monitoring, because it builds meanings about alimentation, and it stresses the importance of using data that complement each other and consider not only the content of journalistic texts but also the process of journalistic production.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2017.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:DSC - Doutorado em Saúde Coletiva (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24397/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.