Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/24120
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_ElisaPereiraBruziguessi.pdf4,05 MBAdobe PDFView/Open
Title: Árvores nativas do Cerrado na pastagem : por quê? Como? Quais?
Authors: Bruziguessi, Elisa Pereira
Orientador(es):: Vieira, Daniel Luis Mascia
Assunto:: Cerrados - vegetação
Sistemas silvipastoris
Biodiversidade
Issue Date: 15-Aug-2017
Citation: BRUZIGUESSI, Elisa Pereira. Árvores nativas do Cerrado na pastagem: por quê? Como? Quais? 2016. 163 f., il. Tese (Doutorado em Ciências Florestais) — Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: A pecuária é atividade de grande importância no mundo. Pastagens ocupam 70% das áreas agrícolas mundiais e são, ainda hoje, a principal causa do desmatamento nos países tropicais. O Brasil é o maior exportador de carne e o segundo maior produtor. O Cerrado possui a maior extensão de pastagens do país e contem aproximadamente metade do rebanho nacional. Diante da importância e dos impactos desta atividade é necessário implantar práticas pecuárias que comportem melhor utilização e gestão dos recursos naturais. Sistemas silvipastoris (SSP) representam uma dessas alternativas, eles podem aumentar a produtividade e bem-estar animal além de permitir a manutenção de serviços ambientais. A tese aborda SSPs com árvores nativas do cerrado lato senso, modalidade ainda pouco estudada. Por meio do estudo das diferentes configurações deste tipo de SSP e das espécies arbóreas que o compõe (ou podem compor), pretende-se contribuir com o desafio de conciliar produção pecuária com produtos florestais, manutenção dos serviços ambientais, conservação da biodiversidade e da cultura local. Pretendeu-se conhecer a estrutura e a riqueza das árvores e seus regenerantes nesta modalidade de SSP. Foi realizado levantamento das árvores em 1 ha de SSP em cada uma das 47 áreas estudadas e dos regenerantes em 800m2 em 16 áreas na zona central do bioma Cerrado. Realizou-se entrevistas com 51 pecuaristas para diagnosticar as motivações e os desafios na adoção desta modalidade de SSP e conhecer de que forma eles manejam seus sistemas e influenciam na dinâmica desta vegetação. Pode-se perceber uma diversidade de configurações dos SSP contendo poucas até muitas árvores nas pastagens (de 6 a 503 árvores /ha), podendo apresentar elevada riqueza (4 a 45 espécies/ha). Os pecuaristas que possuem alta renda e intensificação técnica, raramente possuem elevada densidade de árvores nas pastagens, mas ainda assim apresentam grande amplitude de densidade e riqueza de árvores em seus SSPs. Esta amplitude foi ainda maior entre os que possuem menor renda e intensificação técnica. Os entrevistados mostraram conhecer bem as espécies que compõe seu SSP, as selecionam baseado em um conjunto de utilidades que elas geram como madeira, frutas e benefícios ao capim e aos animais. As pastagens demostraram elevada capacidade de regeneração arbórea e uma distribuição dos diâmetros que parece garantir a perpetuação dos SSPs. Diante da elevada riqueza arbórea do bioma Cerrado torna-se necessário conhecer quais as espécies que apresentam maior potencial para comporem SSPs. Com este objetivo foi realizada a caracterização de 23 espécies nativas do cerrado lato senso, frequentes nos SSPs, com foco em atributos úteis, capazes de influenciar estes sistemas. Utilizou-se um conjunto de informações provenientes de levantamento em campo, entrevistas e revisão de literatura. Detalhou-se características da arquitetura da copa das árvores, seus potenciais de gerar produtos úteis e comerciáveis, a capacidade de fixar nitrogênio ao solo, de associar-se a micorrizas e de influenciar a cobertura de capim sob suas copas; além de fornecer forragem ou causar efeitos indesejáveis aos animais. Estas informações podem embasar e encorajar pecuaristas na escolha das árvores nativas para compor seus SSPs. Para os casos em que as pastagens perderam a capacidade de regenerar, os pecuaristas podem desejar plantar espécies nativas. Verificou-se a viabilidade da semeadura direta para esta finalidade com 10 espécies do cerrado sentido restrito, plantadas em uma pastagem em Planaltina-DF. Houve 12 repetições (linhas), em cada uma plantou-se 60 sementes de cada espécie. Das 7.200 sementes plantadas, 47,8% emergiram e 26,5% estavam vivas após 42 meses do plantio, o que representa 2,7 plantas por metro linear. Esta alta densidade permite a escolhas dos indivíduos mais vigorosos e bem posicionados de acordo com as preferencias dos pecuaristas. O crescimento das plantas até os 42 meses foi muito lento, atingindo média de 28 cm para Caryocar brasiliensis, espécie que apresentou crescimento mais rápido. Uma alternativa é o consórcio com culturas agrícolas para aproveitamento da área enquanto estas árvores crescem. Sistemas silvipastoris com árvores do cerrado merecem ser melhor estudados, estimulados e aperfeiçoados já que conciliam a produção e conservação.
Abstract: Livestock is an activity of great importance around the world. Pastures cover 70% of global agricultural areas and are still the main cause of deforestation in tropical countries. Brazil is the world’s leading beef exporter and the second largest producer. The Brazilian Cerrado (Savannah) has the largest extension of pastures in the country, and it contains approximately half of the national livestock. In face of the importance and impacts of this activity, it is necessary to implement livestock practices that include a better use and management of natural resources. Silvopastoral systems (SPS) represent one of these practices; they can increase yield and animal well-being while maintaining environmental services. My thesis addresses SPSs with native trees from Cerrado sensu lato, which is still poorly studied. By studying the different settings of this type of SPS and the tree species that comprise it (or might comprise it), our aim is to contribute to the challenge of reconciling livestock production and forestry products, maintaining environmental services, and conserving biodiversity and local cultures. Our focus was on knowing the structure and richness of trees and their regenerants in this SPS. We conducted a survey of trees across 1 ha of SPS in each one of the 47 studied areas and of regenerants across 800m2 in 16 areas in the central zone of the Cerrado biome. We also conducted interviews with 51 cattle ranchers to identify motivations and challenges in adopting this SPS and to know how they manage their systems and influence the dynamics of this vegetation. A diversity of SPS settings was observed, ranging from those containing few trees to those with many trees in the pastures (from 6 to 503 trees/ha), and they might account for high richness (4 to 45 species/ha). Cattle ranchers with high income and technical intensification rarely have high density of trees in their pastures; however, they still have a wide range of tree density and richness in their SPSs. This range was even wider among cattle ranchers with lower income and technical intensification. Interviewees showed very good knowledge of the species comprising their SPSs; they select species based on their set of uses, such as wood, fruits, and benefits to grass and to the animals. Pastures showed a high ability of tree regeneration and a diameter distribution that seems to ensure the perpetuation of SPSs. Due to the high tree richness in the Cerrado biome, it is necessary to know which species have a higher potential to comprise SPSs. Therefore, we characterized 23 native species of cerrado sensu lato that are frequent in SPSs, focusing on useful attributes which are capable of influencing such systems. The dataset used derived from the field survey, interviews, and literature review. We detailed canopy architectural characteristics, the potential of trees to yield useful and marketable products, their ability to fixate nitrogen in the soil, to associate to mycorrhizae, and to influence the grass cover under their canopies; as well as their ability to provide fodder or to cause undesirable effects to animals. These data might substantiate and encourage cattle ranchers in their choice of native trees to comprise their SPSs. For cases in which pastures have lost their ability to regenerate, cattle ranchers might want to plant native species. We observed the viability of direct sowing for this purpose with 10 cerrado species strict sense, planted in a pasture in Planaltina-DF. There were 12 replicas (lines) and 60 seeds of each species were planted in each one. Of the 7,200 seeds planted, 47.8% emerged and 26.5% were alive 42 months after planting, which represents 2.7 plants per linear meter. This high density allows for choosing among the most vigorous and well-positioned individuals according to the preferences of cattle ranchers. The growth of plants up to 42 months was very slow, with Caryocar brasiliensis, the species with the fastest growth, reaching an average of 28 cm. One alternative is combination with agricultural crops to make use of this area while trees are growing. Silvopastoral systems with cerrado trees deserve to be better studied, encouraged and perfected as they reconcile production and conservation.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2016.09.T.24120
Appears in Collections:EFL - Doutorado em Ciências Florestais (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/24120/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.