Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/2407
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TheodoroFilhoWilsonRoberto.pdf1,07 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPinto, Cristiano Otávio Paixão Araújo-
dc.contributor.authorTheodoro Filho, Wilson Roberto-
dc.date.accessioned2009-12-01T19:19:20Z-
dc.date.available2009-12-01T19:19:20Z-
dc.date.issued2009-12-01-
dc.date.submitted2005-09-
dc.identifier.citationTHEODORO FILHO, Wilson Roberto. A Legitimidade do discurso constitucional: uma análise da jurisdição constitucional fundamentada na teoria da identidade do sujeito constitucional de Michel Rosenfeld. 2005. 243 f. Dissertação (Mestrado em Direito)-Universidade de Brasília, Brasília, 2005.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/2407-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Direito, 2005.pt_BR
dc.description.abstractA presente dissertação dedicou-se a analisar a legitimidade da jurisdição e do discurso constitucionais com base na teoria da identidade do sujeito constitucional, de Michel Rosenfeld, combinada com a teoria semiótica clássica emprestada de autores tais como Umberto Eco, Roland Barthes, Ferdinand Saussure, Roman Jakobson. Após a apresentação da problemática relativa à legitimidade da jurisdição constitucional, na Introdução, o primeiro capítulo procurou expor os fundamentos filosóficos do pensamento de Rosenfeld, tendo em vista, principalmente, seu vínculo com a teoria desconstrutivista. No segundo capítulo foram delineados os contornos e conceitos da teoria da identidade do sujeito constitucional propriamente dita. O terceiro capítulo tratou dos elementos recuperados da teoria semiótica, apresentando a identidade constitucional como um sistema de significações, uma linguagem dotada de signos e regras particulares. No quarto capítulo analisou-se o processo de comunicação do discurso constitucional, bem como os mecanismos da negação, da metáfora e da metonímia, e sua importância para a estruturação das construções e reconstruções da identidade constitucional. O quinto capítulo apresenta sugestões e critérios de legitimidade para o discurso constitucional, a partir dos requisitos decorrentes do constitucionalismo, do pluralismo e do Estado Democrático de Direito. O sexto e último capítulo explica alguns dos caracteres constantes de certos discursos constitucionais ilegítimos. A conclusão, por fim, retoma os temas desenvolvidos ao longo da dissertação e traça considerações sobre a aplicabilidade desses temas na comunidade política brasileira. _______________________________________________________________________________ ABSTRACTen
dc.description.abstractThis dissertation analyzed the legitimacy of constitutional adjudication and constitutional discourse based on Michel Rosenfeld’s theory of the identity of the constitutional subject, coupled with classic concepts of semiotics taken from authors like Umberto Eco, Roland Barthes, Ferdinand Saussure, Roman Jakobson. After the introduction of the problem concerning the legitimacy of constitutional adjucation, the first chapter exposed the philosophical background of Rosenfeld’s theory, directly linked with the philosophical approach of Deconstruction. The concepts and ideas that compose the theory of the identity of the constitutional subject were later explained and developed on the second chapter. The third chapter dealt with the elements taken from semiotics, presenting the constitutional identity as a language, with particular signs and rules. In the fourth chapter, the communication process of the constitutional discourse was analyzed, as well as the mechanisms of negation, metaphor and metonomy, and their role linked with constructions and reconstructions of the constitutional identity. The fifth chapter presents some suggestions and criteria of legitimacy for the constitutional discourse, based on the requisites of constitutionalism, pluralism, and Democratic Rule of Law, and the sixth and final chapter explains some of the possible configurations of illegitimate constitutional discourse. At last, the conclusion revisitsen
dc.language.isoPortuguêsen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleA Legitimidade do discurso constitucional : uma análise da jurisdição constitucional fundamentada na teoria da identidade do sujeito constitucional de Michel Rosenfelden
dc.typeDissertaçãoen
dc.subject.keywordLegitimidadeen
dc.subject.keywordJurisdição constitucionalen
dc.subject.keywordSemióticaen
dc.subject.keywordSujeito constitucionalen
dc.subject.keywordDireito constitucionalen
dc.subject.keywordRosenfeld, Michel, 1948-en
dc.location.countryBRAen
Appears in Collections:FD - Mestrado em Direito (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/2407/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.