Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/23611
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2017_RicardoAurélioPintoNascimento.pdf1,51 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMelo, Cristiano Barros de-
dc.contributor.authorNascimento, Ricardo Aurélio Pinto-
dc.date.accessioned2017-05-30T14:44:22Z-
dc.date.available2017-05-30T14:44:22Z-
dc.date.issued2017-05-30-
dc.date.submitted2017-02-22-
dc.identifier.citationNASCIMENTO, Ricardo Aurélio Pinto. Gestão de laboratórios oficiais de defesa agropecuária. 2017. xii, 110 f., il. Tese (Doutorado em Ciência Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/23611-
dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-graduação em Ciências Animais, 2017.pt_BR
dc.description.abstractOferecer alimentos saudáveis e em quantidade suficiente para alimentar seus cidadãos é um dos compromissos fundamentais dos Governos. Assim, estruturar serviços públicos e privados é uma necessidade e tem como objetivo assegurar acessos aos alimentos e consequentemente, a manutenção da saúde individual e coletiva. O estabelecimento de diretrizes e políticas concretizadas na forma de programas que permitam alcançar os objetivos de produção, distribuição e consumo de alimentos de qualidade pela população torna-se, portanto, essencial. As ações em Defesa Agropecuária contribuíram de modo decisivo para que o Brasil alcançasse recordes sucessivos de produção de alimentos. No entanto, assegurar a qualidade dos alimentos envolve mecanismos que vão da produção sustentável e consciente pelos produtores, até os controles oficiais. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento têm como missão “promover o desenvolvimento sustentável e a competitividade do agronegócio em benefício da sociedade brasileira”. A necessidade de garantir a segurança alimentar dos consumidores internos e externos, nos aspectos de inocuidade, qualidade e identidade de produtos e subprodutos de origem animal e vegetal, qualidade de insumos agropecuários e promover a sanidade animal e vegetal, impôs ao SUASA, Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária, e particularmente à Rede Nacional de Laboratórios, desafios crescentes. A atuação dos laboratórios oficiais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento/MAPA representa um dos mais importantes segmentos da defesa agropecuária. Nesse contexto, o presente estudo, analisa a gestão de laboratórios oficiais de defesa agropecuária sob a ótica estratégica, de qualidade, de biossegurança, ambiental e administrativa do Laboratório Nacional Agropecuário de MG, Lanagro-MG.pt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.titleGestão de laboratórios oficiais de defesa agropecuáriapt_BR
dc.title.alternativeOfficial laboratories for diagnosis and food safety controlpt_BR
dc.typeTesept_BR
dc.subject.keywordGestão para qualidadept_BR
dc.subject.keywordQualidade nutricionalpt_BR
dc.subject.keywordSegurança alimentarpt_BR
dc.subject.keywordBiossegurançapt_BR
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.pt_BR
dc.description.abstract1Providing healthy and sufficient food to feed its citizens is one of the key commitments of Governments. Thus, structuring public and private services is a necessity and aims to ensure access to food and, consequently, the maintenance of the individual and collective health of an entire nation. The establishment of guidelines and policies, therefore, becomes essential, with programs that allow the achievement of the population’s production, distribution and consumption objectives. The actions of the Agricultural Defense allowed Brazil to achieve successive records of food production. However, ensuring the quality of food involves mechanisms ranging from sustainable and conscious production by producers, as well as by official quality control action. The Ministry of Agriculture, Livestock and Food Supply has as its mission "to promote the sustainable development and competitiveness of agribusiness for the benefit of Brazilian society". To guarantee the food safety of consumers, in the aspects of safety, quality and identity of products and by-products of animal and vegetable origin, quality of agricultural inputs and to promote animal and vegetal health. In this sense, the Federal Government established SUASA, Unified System of Attention to Agricultural and Livestock Health. The National Laboratory Network is established in SUASA’s Decree, Section V. The performance of the official laboratories of the Ministry of Agriculture, Livestock and Supply / MAPA represents one of the fundamental cornerstones for agricultural defense activities. In the present study, the performance of the National Agricultural Laboratory of MG – Lanagro-MG was assessed.pt_BR
Appears in Collections:FAV - Doutorado em Ciência Animal (Teses)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/23611/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.