Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/23183
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_AdrianoSaraivaAguiar.pdf5,97 MBAdobe PDFView/Open
Title: Modelagem da dinâmica do desmatamento na região do MATOPIBA até 2050
Other Titles: Modeling of the deforestation dynamics in the MATOPIBA region until 2050
Authors: Aguiar, Adriano Saraiva
Orientador(es):: Matricardi, Eraldo Aparecido Trondoli
Assunto:: Modelagem espacial
Desmatamento
Sensoriamento remoto
Monitoramento ambiental
Cerrados - Brasil
Issue Date: 4-Apr-2017
Citation: AGUIAR, Adriano Saraiva. Modelagem da dinâmica do desmatamento na região do MATOPIBA até 2050. 2016. xi, 95 f., il. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: Os processos de conversão nos tipos de uso da terra no bioma Cerrado contribuíram para reduzir mais da metade de sua vegetação natural até o presente. Na região do MATOPIBA (MAranhão, TOcantins, PIauí e BAhia) a maior parte do desmatamento está relacionada às atividades de expansão da produção de commodities agrícola. O monitoramento do desmatamento no Cerrado é possível com o uso de dados de sensoriamento e ferramentas de geoprocessamento, que associados ao desenvolvimento de modelos espacialmente explícitos podem contribuir para melhor compreensão do processo de desmatamento, permitindo simular as prováveis trajetórias futuras deste fenômeno. No presente estudo, foram estimadas as acurácias das bases de dados do desmatamento disponibilizadas pelo PMDBBS-IBAMA/CSR (Projeto de Monitoramento do Desmatamento dos Biomas Brasileiros por Satélites), que foram utilizadas como dados de entrada no programa DINÂMICA EGO para a modelagem futura do desmatamento na região do MATOPIBA. Para a modelagem do desmatamento foram construídos e assumidos três cenários (tendencial, otimista e pessimista) de desmatamento para a região de estudo até 2050. No cenário otimista, foram assumidas baixas taxas de desmatamento (0,90% a.a.), observadas entre 2008 a 2010, e a efetiva implementação da Lei Federal Nº 9.985/2000, que estabelece o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza-SNUC, e da Lei Federal Nº 12.651/2012, que alterou o Código Florestal. No cenário tendencial, também denominado “o mesmo de sempre”, foi assumida a perspectiva atual de taxa de desmatamento (1,20% a.a.). No cenário pessimista assumiu-se a maior taxa de desmatamento (1,30% a.a.), observada entre 2002 a 2008 na região de estudo, além da ausência da efetiva fiscalização e monitoramento ambiental. Os resultados dos cenários simulados indicam um aumento de 14,1%, 21% e 21,7% do total desmatado na região do MATOPIBA até 2050 assumindo-se os cenários otimista, tendencial e pessimista, respectivamente. Tais resultados implicariam na perda de 29,1 milhões, 34,1 milhões, e 34,6 milhões de hectares de vegetação nativa nos cenários otimista, tendencial e pessimista, respectivamente, até 2050 na área de estudo. Como consequência do desmatamento simulado, o número total de fragmentos da vegetação natural deverá aumentar drasticamente na região em todos os cenários estudados, passando de aproximadamente 21 mil fragmentos observados em 2010 para mais de 122 mil fragmentos simulados no cenário (otimista) em 2050. Nos piores cenários (tendencial e pessimista) a fragmentação poderia ser superior a 181 mil fragmentos até 2050, com severas implicações negativas aos recursos naturais e comprometimento dos serviços ecossistêmicos da região (por exemplo, os corredores ecológicos, a biodiversidade e os recursos hídricos). Por fim, entende-se que os resultados deste estudo podem contribuir para o poder público, sociedade civil organizada e iniciativa privada para a reflexão e tomada de medidas mais efetivas para evitar sérios problemas socioambientais num futuro breve na região de estudo.
Abstract: The deforestation process has been responsible to destroy more than half of native vegetation in the Cerrado biome by 2013. In the MATOPIBA region, spatially located in the Brazilian states of MAranhão, TOcantins, PIauí and BAhia), most of the deforestation occurred due to the expansion of agricultural commodities. The deforestation monitoring of Chaparral vegetation has been conducted based on remotely sensed data and geoprocessing tools, which associated to spatially explicit models may contribute to better understand and model this land use. In this study, we estimated the accuracy of deforestation database provided by PMDBBS-IBAMA/CSR (Project for Monitoring the Deforestation of Brazilian biomes by satellites). That database was used as input data of the DINÂMICA EGO software to predict the future deforestation in the MATOPIBA region. The deforestation model applied in this analysis was based on three future scenarios (busyness as usual, optimist, pessimist) for the study region between 2011 and 2050. For the optimist scenario it was assumed a low deforestation rate (0,9% year-1), which was observed between 2008 and 2010, and a successful enforcement of the Brazilian Federal Law 9.985/2000 (National System of Protected Areas, locally known as SNUC) and the Federal Law 2.651/2012 (Brazilian Forest Code). A more conservative deforestation pattern was assumed in the “business as usual” scenario with strong environmental law enforcement and intermediary deforestation rate (1.2% year-1). In the pessimist scenario, a higher deforestation rate (1.3% year-1) was assumed, lacking of environmental law enforcement and monitoring. These study results predicted an increase of approximately 14%, 21% and 22% of the total deforested land in the MATOPIBA region by 2050 in optimist, business as usual and pessimist scenarios, respectively. It estimates that 29.1, 34.1 and 34.6 million hectares will be deforested assuming the optimist, business as usual, and pessimist scenarios, respectively. Based on these study results, we predict that the cerrado fragmentation will drastically increase in the MATOPIBA region at any of studied scenario. The greatest forest fragmentation was estimated for the business as usual scenario (183.595 patches), immediately followed by the pessimist scenario (181.551 patches) and the optimist scenario (122.651 patches). A high fragmentation level (20.914 patches) was observed in 2010 In the worst scenarios (trend and pessimistic), the cerrado fragmentation can be greater than 181,1000 patches by 2050, which will heavily impact natural resources and ecosystem services (e.g. the ecological corridors, biodiversity, and water resources) in the study region. Finally, this study results can contribute to the governmental organizations, organized civil society, and private sector to define public policies to reduce deforestation rates and to mitigate social and environmental problems in the near future in the study area.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, Programa de Pós-Graduação em Ciências Florestais, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.04.D.23183
Appears in Collections:EFL - Mestrado em Ciências Florestais (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/23183/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.