Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/22969
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_RafaelAntôniodosSantosSandoval.pdf1,64 MBAdobe PDFView/Open
Title: Termos e universal em Guilherme de Ockham : a lógica como ciência do discurso
Authors: Sandoval, Rafael Antônio dos Santos
Orientador(es):: Hamelin, Guy
Assunto:: Lógica
Análise (Filosofia)
Universais (Filosofia)
Ontologia
Ockham, Guilherme de, 1285-1347
Issue Date: 21-Mar-2017
Citation: SANDOVAL, Rafael Antônio dos Santos.Termos e universal em Guilherme de Ockham: a lógica como ciência do discurso. 2016. 89 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: O presente trabalho tem como escopo defender a tese de que, por meio de uma refinada análise lógica, o nominalista Guilherme de Ockham elucida o que é o universal, rejeitando sua existência real. Para colocar em prática tal desígnio, nosso protagonista retoma a concepção da lógica como scientia sermocinalis ou ciência do discurso, concepção filosófica ensinada nas Faculdades de Artes durante os séculos XIII e XIV. Deste modo, de acordo com Ockham, a lógica tem como objeto a linguagem, sendo destituída de compromissos ontológicos com entidades abstratas. Esta análise lógica é possível graças ao exame cuidadoso dos diferentes termos, suas distinções e suas principais propriedades. Para a efetivação do intento deste trabalho, no primeiro capítulo são analisados os termos e suas principais subdivisões tais como descritas por Ockham. Em seguida vejamos as principais funções ou propriedades semânticas que tais termos possuem, notadamente em contexto proposicional. Por fim, a análise anterior nos permite expor melhor a maneira com a qual Ockham elimina a existência real dos universais.
Abstract: The present work intends to defend the thesis that the nominalist William of Ockham resolves the question of the nature of universal by rejecting, thanks to a sophisticated logical analysis, its real existence. For this intent, he resumes the conception of logic as scientia sermocinalis or science of discourse that was taught in the Faculty of Arts during the 13th and 14th centuries. According to Ockham, the logic has then the language as object and does not ontological commitment with abstract entities. This logical analysis is possible because of his careful analysis of terms, its characteristics and properties. For this purpose, we analyze in the first chapter terms and its main subdivisions such as described by Ockham. After that, we examine different semantical functions and properties attributed to those terms, especially in propositional context. Finally, this analysis analysis will enable us to expound the way by which Ockham is able to eliminate the real existence of universals.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Filosofia, Programa de Pós-Graduação em Filosofia, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:FIL - Mestrado em Filosofia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22969/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.