Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/22957
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_MarianaTorresBehr.pdf2,05 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPato, Claudia Márcia Lyra-
dc.contributor.authorBehr, Mariana Torres-
dc.date.accessioned2017-03-21T12:26:18Z-
dc.date.available2017-03-21T12:26:18Z-
dc.date.issued2017-03-21-
dc.date.submitted2016-12-06-
dc.identifier.citationBEHR, Mariana Torres. Ressignificando o papel do educador no contexto das medidas socioeducativas. 2016. 150 f., il. Dissertação (Mestrado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/22957-
dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-graduação em Educação, 2016.en
dc.description.abstractO contexto socioeducativo exige a interação entre educadores e adolescentes autores de atos infracionais visando preparar estes para o convívio social. Esse cenário é marcado historicamente por práticas assistencialistas e repressoras sendo a formação continuada dos trabalhadores do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE) fundamental para o desenvolvimento de um pensamento complexo que contribua para a transformação das relações existentes neste contexto. A aliança entre a Educação Ambiental e a Pedagogia da Cooperação alicerçadas na Teoria da Complexidade, Ecologia Humana, Transdisciplinaridade e Psicanálise se apresentou como uma alternativa relevante para qualificação do atendimento. O presente trabalho teve como objetivos ressignificar o papel do educador no contexto das medidas socioeducativas; propor alternativas à prática social dos trabalhadores do SINASE; sensibilizar os trabalhadores para o seu papel de educador e mobilizá-los para uma atuação mais sensível junto aos adolescentes atendidos. A metodologia utilizada foi a pesquisa-ação desenvolvida por meio de 7 oficinas vivenciais entre os meses de junho e julho de 2016, com 12 servidores da Secretaria de Estado de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal, com idades entre 30 e 53 anos, 11 do sexo feminino e 1 do sexo masculino, 10 especialistas e 2 agentes socioeducativos, 9 atuavam em Unidades de Atendimento em Meio Aberto, 2 em Semiliberdade e 1 em Internação. Os resultados encontrados apontam para a importância da valorização das próprias histórias de vida e daquelas com quem se convive no espaço de trabalho, tornando as pessoas mais sensíveis a acolher o outro em sua singularidade, melhorando a qualidade das relações e inter-relações da comunidade socioeducativa.en
dc.language.isoPortuguêsen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleRessignificando o papel do educador no contexto das medidas socioeducativasen
dc.typeDissertaçãoen
dc.subject.keywordEducadoresen
dc.subject.keywordMedida socioeducativaen
dc.subject.keywordTransdisciplinaridadeen
dc.subject.keywordEducação ambientalen
dc.subject.keywordPedagogiaen
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.en
dc.description.abstract1The socio-educational context requires interaction between educators and adolescent offenders aiming to prepare these for the social living together. This scenario is historically marked by assistentialist and repressive practices being the continuous formation of the workers of the National System of Socio-Educational Assistance (NSSEA) essential for the development of a complex thought that contributes to the transformation of the existing relationships in that context. The alliance between the Environmental Education and the Cooperation Pedagogy based on Complexity Theory, Human Ecology, Transdisciplinarity and Psychoanalysis presented itself as a relevant alternative for the qualification of the service. The objectives of this study was to re-signify the role of the educator in the context of socio-educational measures; propose alternatives to the social practice of NSSEA workers; to sensitize the workers to their role as educator and to mobilize them for a more sensitive action among the adolescents served. The methodology used was the action research developed through 7 workshops between June and July 2016, with 12 servers of the Secretariat of State for Policies for Children, Adolescents and Youth of the Federal District, aged between 30 and 53, 11 female and 1 male, 10 specialists and 2 socio-educational agents, 9 worked in Units of Measures in Freedom, 2 in Units of Restriction of Freedom and 1 in Unit of Deprivation of Freedom. The results point to the importance of valuing one’s own life stories and those with whom one lives in the workplace, making people more sensitive to welcoming the other in their singularity, improving the quality of the relationships and interrelations of the socio-educational community.en
Appears in Collections:FE - Mestrado em Educação (Dissertações)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22957/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.