Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/22775
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_RaqueldePaivaMano.pdf1,03 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCosta, Ileno Izídio da-
dc.contributor.authorMano, Raquel de Paiva-
dc.date.accessioned2017-03-02T15:36:46Z-
dc.date.available2017-03-02T15:36:46Z-
dc.date.issued2017-03-02-
dc.date.submitted2016-08-24-
dc.identifier.citationMANO, Raquel de Paiva. Vivências espirituais e sofrimento psíquico grave. 2016. xi, 195 f. Tese (Doutorado em Psicologia Clínica e Cultura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/22775-
dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2016.en
dc.description.abstractTrata-se de um estudo sobre o fenômeno espiritual na clínica psicológica com indivíduos em sofrimento psíquico grave. Esta pesquisa nos levou a visitar ao mesmo tempo três áreas distintas do conhecimento que buscam estudar o ser humano e a sua relação com o mundo do sagrado, sendo elas a Fenomenologia, a Psicologia e a Teologia. Abordamos primordialmente uma aproximação teórico-fenomenológico sob a interpretação de autores da fenomenologia e teologia na busca de uma revisão de literatura reflexiva sobre o fenômeno religioso. Tal revisão propiciou uma reflexão sobre a experiência pseudocultural e religiosa de vivências espirituais como “presença demoníaca” e “êxtase espiritual” de graça e contemplação, em contraposição a crise psicótica e seus correlatos, objetivando promover discussões e novos posicionamentos sobre os diagnósticos postulados pela psiquiatria e a clínica psicológica tradicional. Esse estudo está vinculado ao Grupo de Intervenção Precoce nas Primeiras Crises do Tipo Psicótica (GIPSI) da Universidade de Brasília que se constituem uma equipe multidisciplinar e que busca construir uma nova concepção e atuação sobre os sofrimentos psíquicos graves, tradicionalmente conhecidos como transtornos psicóticos. Concomitantemente à revisão bibliográfica, foram realizadas as análises de fragmentos clínicos de clientes em crises do tipo psicóticas que manifestaram sintomas positivos com conteúdo religioso os quais foram significativos e determinantes para a promoção, instalação ou manutenção da crise. Objetivamos mostrar as aproximações e distanciamentos entre uma crise psicótica com experiência religiosa e uma experiência espiritual genuína sem sintomatologia psicopatológica. O aporte teórico fenomenológico e a visão hermenêutica proporcionaram a análise e reflexão desses discursos buscando a identificação do sentido psicológico para esses sintomas. Procurou-se evidenciar por meio deste estudo a existência da dimensão espiritual relacionada ao Sagrado como fator gerador de “Sofrimento Psíquico Espiritual” termo que cunhamos nesta pesquisa, diferenciando-o de sintomas psicopatológicos e indicadores de psicose e transtornos correlatos. O diálogo com a literatura atual, bem como a reflexão e novas propostas para o desenvolvimento de um olhar clínico ao acolhimento e manejo deste fenômeno, apresentam-se como objeto de estudo e demandas passíveis de novas investigações.en
dc.language.isoPortuguêsen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleVivências espirituais e sofrimento psíquico graveen
dc.typeTeseen
dc.subject.keywordFenomenologiaen
dc.subject.keywordEspiritualidadeen
dc.subject.keywordSofrimento psíquicoen
dc.subject.keywordReligiãoen
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.en
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.26512/2016.08.T.22775-
dc.description.abstract1It is a study about the spiritual phenomena in the psychological clinic with individuals in serious psychological distress. This research took us to three different areas of knowledge, Phenomenology, Psychology and Theology, which study the human being e its relationship with the sacred. We address the phenomenology in the interpretation of authors of phenomenology and theology in a pursuit of a reflective literature review on the religious phenomenon. This review led to a reflection on the pseudo cultural and religious experience of spiritual experiences as "demonic presence" and "spiritual ecstasy" of grace and contemplation, as opposed to psychotic crisis and its related, aiming to promote discussions and new positions on the diagnostic postulated by psychiatry and the traditional clinical psychology. This study is linked to the Early Intervention Group in the First Crisis of Psychotic Type (GIPSI) at the University of Brasilia, which constitutes a multidisciplinary team, and seeks to build a new concept and action on severe mental suffering, traditionally known as psychotic disorders. Concurrently with the literature review, analyzes of clinical fragments were performed in patients in psychotic crises type, that have expressed positive symptoms correlated with religious content, which were significant and determinant for the promotion, installation or maintenance of the crisis. We aimed to show the similarities and differences between a psychotic crisis with religious experience of a genuine spiritual experience without psychopathological symptom. The phenomenological theoretical framework provided analysis and reflection of the speech records seeking to identify psychological sense of unity to these symptoms. We tried to demonstrate through this study the existence of the spiritual dimension related to the Sacred as generating factor of "Spiritual Psychic Suffering" term coined in this research, differentiating it from psychopathological symptoms and psychosis indicators and related disorders. The dialogue with the current literature, and the reflection and new proposals for the development of a clinical look to the reception and management of this phenomenon, present as an object of study and demands subject to further investigation.en
Appears in Collections:PCL - Doutorado em Psicologia Clínica e Cultura (Teses)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22775/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.