Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/22759
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_AlexandreSaumadaSilva.pdf5,1 MBAdobe PDFView/Open
Title: Distribuição espacial da hepatite e a região de Sobradinho/DF entre 2007 e 2015
Authors: Silva, Alexandre Sauma da
Orientador(es):: Gurgel, Helen da Costa
Coorientador(es):: Ramalho, Walter Massa
Assunto:: Hepatite
Epidemiologia
Avaliação de riscos de saúde
Issue Date: 24-Feb-2017
Citation: SILVA, Alexandre Sauma da. Distribuição espacial da hepatite e a região de Sobradinho/DF entre 2007 e 2015. 2016. vii, 99 f., il. Dissertação (Mestrado em Geografia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: A Hepatite A é uma doença hídrica e, de modo geral, transmitida pela via fecal-oral por meio da água e de alimentos contaminados. Esse agravo é relacionado a regiões economicamente menos desenvolvidas, onde a prevalência da doença é alta em ambientes sem acesso adequado aos serviços de água e esgoto. No Distrito Federal a Hepatite A apresenta média endemicidade. O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo ecológico sobre o perfil epidemiológico dos casos notificados de HVA na região de Sobradinho/DF entre os anos de 2007 e 2015 a partir de um foco epidemiológico, sob a ótica de fatores ambientais, econômicos e sociais. Esses parâmetros foram importantes para a realização de um diagnóstico local. Foram identificados e georreferenciados 50 casos positivos e destes, 48 pertenciam à área de estudo. O padrão espacial do agravo na região indicou que a maioria dos casos ocorreram em ambientes urbanizados, classificados em áreas urbanas e ou periurbanas e 39,54% dos notificados pertenciam à faixa etária entre 6 e 10 anos. Em relação aos aspectos ambientais, a maior parte das notificações vincularam-se à altitude entre 1051 e 1100 metros, altimetria média quando comparada à toda a área de estudo. A utilização do mapa de densidade Kernel mostrou três áreas de concentração dos casos, uma em Sobradinho na região mais próxima ao Ribeirão Sobradinho, a segunda entre Sobradinho II e condomínios próximos e a terceira na região da Vila Rabelo, local conhecido por suas fragilidades ambientais. Os resultados gerados pela análise socioeconômica foram baseados nos setores censitários do Censo do IBGE. Quase metade dos notificados residem nos setores censitários com a maior concentração de população e a variável que melhor identificou a diferença entre os setores censitários notificados com casos de Hepatite A daqueles não notificados foi a renda. Por fim, o estudo confirmou a importância dos fatores socioeconômicos são para caracterização das áreas de notificação do agravo.
Abstract: Hepatitis A is a waterborne disease transmitted by the fecal-oral route through water and contaminated food. This is related to economically less developed regions where the prevalence of the disease is high in environments without adequate access to water and sewage services. In Distrito Federal Hepatitis A presents medium endemicity. The purpuse of this study was to carry out an ecological study on the epidemiological profile of the reported cases of HVA in the Sobradinho / DF region between 2007 and 2015, based on epidemiological focus from environmental, economic and social factors. These parameters were important for conducting a local diagnosis. 50 positive cases were identified and georeferenced, which 48 belonged to the study area. The spatial pattern of the disease in the region indicated the majority of cases occurred in urbanized environments, classified in urban and peri-urban areas, and 39.54% of those reported belonged to the age group between 6 and 10 years. Regarding the environmental aspects, most of the notifications were related to the altitude between 1051 and 1100 meters, average altimetry when compared to the entire study area. The use of the Kernel density map showed three areas of concentration of cases: Sobradinho in the region closest to Ribeirão Sobradinho, Sobradinho II and nearby less developed places and the region of Vila Rabelo a place known for its environmental fragilities. The results generated by the socioeconomic analysis were based on the census tracts of the IBGE Census. Almost half of those reported reside in the census tracts with the highest concentration of population and the variable that best identified the difference between census tracts reported with cases of Hepatitis A of those not reported was income. The study confirmed the importance of socioeconomic factors to characterize the areas of notification of the grievance.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:GEA - Mestrado em Geografia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22759/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.