Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/22721
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_AliceQueirozSilva.pdf5,16 MBAdobe PDFView/Open
Title: Diagnóstico, política e programa de qualidade de vida no trabalho em uma instituição pública brasileira : a percepção dos trabalhadores como premissa para mudanças no contexto organizacional
Authors: Silva, Alice Queiroz
Orientador(es):: Ferreira, Rodrigo Rezende
Assunto:: Qualidade de vida no trabalho
Ergonomia da atividade
Política social
Trabalho
Serviço público
Issue Date: 22-Feb-2017
Citation: SILVA, Alice Queiroz. Diagnóstico, política e programa de qualidade de vida no trabalho em uma instituição pública brasileira: a percepção dos trabalhadores como premissa para mudanças no contexto organizacional. 2016. 180 f., il. Dissertação (Mestrado em Administração)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: Esta pesquisa teve como objetivo geral a proposição de uma política e de um programa de qualidade de vida no trabalho (PPQVT) em uma instituição pública brasileira. A pesquisa foi fundamentada na Ergonomia da Atividade Aplicada à Qualidade de Vida no Trabalho (EAA_QVT). A busca pela harmonização do bem-estar dos trabalhadores, da satisfação dos cidadãos e da produtividade organizacional faz com que as organizações busquem alternativas para promover a QVT. Parte considerável das organizações públicas brasileiras, em especial, carece de abordagens cientificamente construídas e empiricamente testadas, que permitam a gestão de QVT apoiada por práticas e ferramentas formais e atreladas às necessidades dos trabalhadores e da estratégia institucional. Foi realizada pesquisa empírica, transversal, descritiva e qualitativa/quantitativa em uma importante agência brasileira de fomento à pesquisa. Em termos metodológicos, a pesquisa dividiu-se em três etapas interdependentes, que operacionalizaram o modelo teórico de referência: (1) diagnóstico, elaboração de (2) política e de (3) programa de QVT. Para o diagnóstico, foi aplicado o Inventário de Avaliação de Qualidade de Vida no Trabalho (IA_QVT), por meio de survey autoadministrada pela Internet. Nessa etapa, a população de interesse foi composta pelos trabalhadores da organização (efetivos, cedidos, terceirizados e estagiários), sendo que se obteve, em termos de casos válidos para análise, uma amostra de 1.196 respondentes, representando 51,45% da população. Os dados quantitativos do diagnóstico foram tratados por meio de estatísticas descritivas e inferenciais não paramétricas; os dados qualitativos foram tratados com o software Iramuteq. Nas etapas seguintes, para a construção das minutas de política e de programa baseadas nos resultados do diagnóstico, foi formado Grupo de Trabalho (GT) contando com vinte e um membros do órgão. Foram realizadas oficinas e utilizados roteiros de apoio, juntamente com os resultados do diagnóstico, para conceber a proposta desses documentos organizacionais. Uma vez concebidas as minutas, foi realizada consulta aberta a todos os trabalhadores da organização, por meio de canais internos de comunicação, visando o aprimoramento dos conteúdos e a elaboração da versão final da PPQVT. Os dados dessas etapas da pesquisa foram avaliados por meio de técnicas baseadas em análise de conteúdo. Em termos de resultados, o diagnóstico indicou que as percepções críticas de QVT dos participantes estão relacionadas à cobrança por resultados, comunicação entre os funcionários, oportunidade de crescimento profissional, utilização de aplicativos (softwares) com defeito e às práticas de gestão que não valorizam a obediência à hierarquia. Por outro lado, as questões promotoras de QVT, de acordo com a percepção dos participantes, são: contribuição social do trabalho, convivência socioprofissional harmoniosa e trabalho e ambiente físico e social adequados. Notou-se, ainda, que variáveis como reconhecimento, espaço físico e posto de trabalho satisfatórios, facilidade no acesso à chefia e convivência harmoniosa podem estar significativamente relacionadas a essas percepções. A política conteve os seguintes elementos: fundamentos, conceito de QVT e valores norteadores. O programa de QVT foi elaborado com base na técnica 5W1H, que definiu os responsáveis, objetivos e prazos em relação às práticas e ações que a organização poderia desenvolver para promover a QVT no órgão, como projetos de desenvolvimento em competências gerenciais, criação da Diretoria de Gestão de Pessoas e ações voltadas ao entendimento do significado do trabalho para os servidores. O PPQVT já passou por consulta aberta e aguarda o envio de sua versão final para aprovação do corpo diretor do órgão para ser formalizada. Com o estudo, espera-se ter fornecido bases científicas, teóricas, empíricas e aplicadas para a gestão efetiva de QVT na organização. Ao final, são discutidos os limites do estudo e proposta uma agenda de pesquisa.
Abstract: This research aimed to build a policy and a program of Quality of Work Life (PPQWL) for a Brazilian Public Institution. The research was based on Ergonomics Applied on Quality of Work Life (EA_QWL). The quest for the harmonization of workers’ well-being, citizen satisfaction and organizational productivity makes managers seek for sustainable alternatives to ensure the Quality of Work Life (QWL). A considerable part of Brazilian public organizations, in particular, need approaches that are scientifically constructed and empirically tested to allow the management of QWL supported by practices and formal tools and linked to the needs of workers and to the institutional strategy. An empirical, cross-sectional, descriptive and qualitative/quantitative research in a Brazilian Agency for Promotion of Research was held. In terms of methodology, the research was divided into three interdependent steps, which operationalized the theoretical reference model: (1) diagnosis, preparation of QWL policy (2) and QWL program (3). For diagnosis, the Inventory of Quality of Work Life Evaluation (IA_QVT) was applied through a self-administered survey by the internet. At this stage, the population of interest was composed of all the organization's employees (effective, assigned, contractors and interns), and was obtained, in terms of valid cases for analysis, a sample of 1,196 respondents, representing 51.45% of population. The quantitative data of the diagnostic were analyzed using descriptive statistics and nonparametric inferential; the qualitative data of the diagnostic were treated with Iramuteq software. In the following steps, for the construction of QWL policy and QWL program, using the results of the diagnosis, a Working Group (WG) with twenty-one members of the Agency was formed. Workshops were carried and support scripts were used, with the results of diagnosis, to design the proposal of the PPQVT. Once designed the documents, an open consultation was held for all employees of the organization, through internal channels of communication, in order to improve the content and preparation of the final version of PPQVT. The data of these stages of the research were analyzed using techniques based on content analysis. In terms of results, the diagnosis indicated that the negative perceptions of QVT are related to demand for results, communication between employees, professional growth opportunities, use of damaged applications (software) and management practices that do not value obedience to the hierarchy. On the other hand, QWL is promoted when the employees experience: social contribution of work, harmonious socio-professional relationships, and adequate physical environment and social environment. Variables such as recognition, physical space and job satisfactory, ease access to leadership and harmonious coexistence may be significantly related to these perceptions. The PPQVT has been analyzed through an open consultation and its final version is waiting to be send to the directive body and to be formalized. The policy contained the following elements: legal framework, concept of QWL and guiding values. In other hand, the QWL program was based on 5W1H technique, which defined the responsible, goals and deadlines regarding the practices and actions that the organization could develop to promote QVT, such as labor meaning, developing management skills and creation of the Human Resources Direction. With this study, were provided scientific bases, theoretical, empirical and applied to the effective management of QVT in the organization. At the end, the limitations of the study are discussed and a research agenda is proposed.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PPGA - Mestrado em Administração (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22721/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.