Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/22577
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_JuneAlvesdeArruda.pdf2,5 MBAdobe PDFView/Open
Title: Uso dos resultados da autoavaliação institucional pelos gestores da Universidade de Brasília
Authors: Arruda, June Alves de
Orientador(es):: Paschoal, Tatiane
Assunto:: Avaliação de programas
Avaliação institucional
Universidade de Brasília
Issue Date: 15-Feb-2017
Citation: ARRUDA, June Alves de. Uso dos resultados da autoavaliação institucional pelos gestores da Universidade de Brasília. 2016. xv, 188 f., il. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: Este estudo aborda o tema da avaliação de políticas e programas, especificamente o uso dos seus resultados, a partir do questionamento quanto ao uso efetivo das avaliações para tomada de decisões e aperfeiçoamento dos programas avaliados. Ele justifica-se diante da crença nacional de que exista linearidade entre a realização de uma avaliação e o uso de seus resultados, bem como na predominância de estudos sobre metodologias de avaliação, em especial qualitativas, em detrimento de uso e valor. O programa selecionado para investigação é a Autoavaliação Institucional, componente do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). A Autoavaliação Institucional (AAI) deve ser construída de forma coletiva e está intrinsecamente ligada ao processo de melhoria institucional. A Universidade de Brasília (UnB) foi escolhida por ser uma das pioneiras no campo da autoavaliação institucional, cuja experiência serviu de referência para a construção de políticas nacionais posteriores, como o Sinaes. Os objetivos específicos desta pesquisa foram: 1) descrever o processo histórico da AAI na UnB e sua relação com o uso dos resultados sob a ótica de servidores que participaram ou participam de comissões de avaliação institucional; 2) descrever os facilitadores e barreiras no uso dos resultados da AAI da UnB sob a ótica de gestores, e 3) verificar se existem relações entre facilitadores e barreiras e os tipos de uso dos resultados pelos gestores. O escopo desta pesquisa é profissional aplicado e trata-se de um estudo de caso, com recorte temporal transversal e abordagem quali quanti. Os instrumentos de coleta de dados utilizados para atingir os objetivos foram um roteiro semiestruturado de entrevista semiestruturada e um questionário desenvolvido para esta pesquisa. A análise de dados foi realizada mediante análise de conteúdo e estatística descritiva e inferencial. Os resultados obtidos permitiram verificar a existência de uma cultura avaliativa regulatória na UnB em detrimento da formativa. Variáveis como qualidade, credibilidade, relevância, qualidade da comunicação, resultados, tempestividade, necessidade de informações, características da decisão, informações concorrentes, comprometimento e/ou receptividade à informação da avaliação, clima político e envolvimento direto do stakeholder foram identificadas como potenciais barreiras ao uso dos resultados pelos gestores, revelando um amplo foco de necessidades de melhorias e intervenções. Além disso, a percepção de tais variáveis tem uma relação com o uso dos resultados da AAI, ou seja, gestores que avaliam tais variáveis mais como facilitadores são também aqueles que relatam o uso dos resultados. O presente estudo oferece dados que podem embasar a discussão de futuras intervenções na UnB e contribui para preencher algumas das lacunas presentes no campo do uso de resultados de avaliação.
Abstract: This study approach the theme of policy and programs evaluation, specifically the use of their results, based on the question of the effective use of evaluations for decision making and improvement of the evaluated programs. It is justified by the national belief that there is a linear relationship between the application of an evaluation and the use of its results, as well as the predominance of studies about evaluation methodologies, especially qualitative, to the detriment of use and value. The program selected for investigation is the Institutional Self-Assessment (ISA), component of the National System of Evaluation of Higher Education (NSEHE). Institutional Self-Assessment must be built collectively and is intrinsically linked to the process of institutional improvement. The University of Brasília (UnB) was chosen as one of the pioneers in the field of institutional self-evaluation, whose experience served as a reference for the construction of subsequent national policies, such as Sinaes. The specific objectives of this research were: 1) describe the historical process of ISA at UnB and its relationship with the use of results from the perspective of employees who currently participate or participated in previous institutional evaluation commissions. 2) describe the facilitators and barriers in the use of the results of the ISA from UnB from the managers' perspective. And 3) verify if there are relation between facilitators and barriers and the types of use of the results by the managers. The scope of this research is professional applied and it is a case study, with transversal temporal design and multimethods approach. The instruments of data collection used to achieve the objectives were a semi-structured interview script and a questionnaire developed for this research. Data analysis was performed through content analysis, descriptive and inferential statistics. The results obtained allowed to verify the existence of a regulatory evaluative culture at UnB in spite of the formative one. Variables such as quality, credibility, relevance, quality of communication, results, timing, information need, decision characteristics, competing information, commitment and/or receptivity to evaluation information, political climate and stakeholder involvement were identified as potential barriers to managers, revealing a broad focus of improvement and intervention needs. In addition, the perception of such variables is related to the use of ISA results, that is, managers who evaluate such variables as facilitators are also those that report the use of the results. The present study offers data that can support the discussion of future interventions at UnB and contributes to fill some of the gaps in the field of the use of evaluation results.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração, Mestrado Profissional em Administração Pública, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições:Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2016.12.D.22577
Appears in Collections:MPA - Mestrado Profissional em Administração Pública (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22577/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.