Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/22528
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_AnaJúliaTomasini.pdf2,51 MBAdobe PDFView/Open
Title: Padrão espacial do suicídio no Distrito Federal
Authors: Tomasini, Ana Júlia
Orientador(es):: Gurgel, Helen da Costa
Coorientador(es):: Ramalho, Walter Massa
Assunto:: Suicídio
Geografia
Saúde mental
Issue Date: 14-Feb-2017
Citation: TOMASINI, Ana Júlia. Padrão espacial do suicídio no Distrito Federal. 2016. 134 f., il. Dissertação (Mestrado em Geografia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: O suicídio enquanto uma questão de saúde pública, precisa ser mais estudado através de metodologias que proporcionem mais subsídios para o entendimento desse fenômeno complexo que se tornou uma grande questão social e de saúde na contemporaneidade. Assim, o presente estudo pretende analisar o padrão espacial da distribuição das taxas de mortalidade por suicídio no Distrito Federal no período de 2000-2015 e verificar se existe relação com variáveis sócioeconômicas- culturais das diferentes Regiões Administrativas do Distrito Federal - DF, através de técnicas de geoprocessamento pelo uso de geotecnologias. A metodologia consistiu em pesquisa exploratória, revisão da literatura, levantamento de dados e uso de geotecnologias como análise de Kernel. Foi traçado um perfil do suicídio durante o período dos anos de 2000-2015, e esse perfil foi caracterizado como a maioria do gênero masculino, sobrepondo-se três a quatro vezes mais que no gênero feminino. Os jovens também são maioria nas incidências de óbitos por suicídio; o meio utilizado na maioria dos casos é o enforcamento na própria residência, e os desempregados, estudantes, aposentados e a área de segurança 􀂱 policiais e militares 􀂱 tem maior expressividade nos óbitos por suicídio no Distrito Federal no período estudado. Esse perfil foi em consonância com a literatura, sendo um resultado que vai ao encontro dos dados a nível local e mundial, muito ainda, a literatura não tenha uma vasta produção sobre os fatores que podem explicar sociologicamente e fenomenologicamente o porquê desses resultados. O padrão espacial mostrou maior expressividade nas áreas urbanizadas, sendo uma importante categoria a ser analisada para a gestão de políticas públicas na área.
Abstract: Suicide as a public health issue needs to be further studied through methodologies that provide more support for the understanding of this complex phenomenon that has become a major social and health issue in contemporary times. Thus, the present study intends to analyze the spatial pattern of the distribution of death rates by suicide in the Federal District of Brazil in the period of 2000 through 2015 and to verify if there is a relationship with socioeconomic-cultural variables of the different Administrative Regions of the Federal District, by means of techniques of geoprocessing by the use of geotechnologies. The methodology consisted of exploratory research, literature review, data collection and use of geotechnologies as the Kernel map. A profile of suicide was drawn during the period 2000-2015, and this profile was characterized as the majority of the male gender, overlapping three to four times more than in the female gender. Young people are also the majority in the incidence of suicide deaths; the means used in the majority of cases is hanging in his or her own residence, and the unemployed, students, retirees and the employees in the security area - police and military - have greater expressiveness in suicide deaths in the Federal District during the studied period. This profile was in agreement with the literature, being a result that meets the data at local and world level, even though the literature does not have a vast production on the factors that can explain sociologically and phenomenologically the cause of these results. The spatial pattern showed greater expressiveness in the urbanized areas, being an important category to be analyzed for the management of public policies in the area.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Geografia, Programa de Pós-Graduação em Geografia, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:GEA - Mestrado em Geografia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/22528/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.