Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/21504
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_NoemiadeMoraisSantos.pdf1,04 MBAdobe PDFView/Open
Title: Permanência de idosos no trabalho : fatores estruturais e psicossociais
Authors: Santos, Noêmia de Morais
Orientador(es):: Günther, Isolda de Araújo
Assunto:: Aposentadoria
Orientação educacional
Envelhecimento
Idosos - mercado de trabalho
Issue Date: 4-Oct-2016
Citation: SANTOS, Noêmia de Morais. Permanência de idosos no trabalho: fatores estruturais e psicossociais. 2016. 80 f., il. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações)-Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: O aumento da longevidade no Brasil se equipara, cada vez mais, ao envelhecimento populacional em outras partes do mundo. Diante desse cenário de envelhecimento populacional, verifica-se nos últimos anos o crescimento do número de trabalhadores idosos nas organizações. Tendo em vista esse fenômeno, buscou-se investigar os fatores que influenciam a permanência de idosos em atividades laborais. Realizou-se um estudo com 121 pessoas com sessenta anos ou mais, de ambos os sexos e diferentes níveis educacionais e profissões que permaneciam trabalhando. Os dados foram analisados por meio da técnica denominada Q-Sort e do software IramuteQ. Os resultados indicaram 4 fatores preponderantes para continuar trabalhando: identidade vinculada à atividade laboral, relações sociais com os colegas, relações familiares e finanças. Além disso, observou-se entre os participantes do estudo baixo planejamento para a aposentadoria e perspectivas futuras. O presente estudo sugere a divulgação e implementação mais abrangente de programas de educação para a aposentadoria com vistas a dar suporte aos trabalhadores idosos.
Abstract: The increase in longevity in Brazil is evermore similar to the aging process in other parts of the world. Giving this context, one can detect an increase in the number of older workers in organizations. Thus, in this study the factors that influence the permanence of older workers in the workforce in a sample of 121 persons that continue to work beyond sixty years of age were studied. Data were analyzed with the help of a Q-sort and of the software IramuteQ. Results indicate for principal reasons for continuing to work: the proper identity as connected with the work activities, social relations with coworkers, family relations and finances. Furthermore, it was observed that the participants of this study showed low levels of planning for retirement and for the future. The study suggests a more ample dissemination and implementation of programs for education for retirement in order to offer support for older workers.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2016.02.D.21504
Appears in Collections:PSTO - Mestrado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/21504/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.