Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/21503
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_JéssycaLorenaAlvesBernardino.pdf1,17 MBAdobe PDFView/Open
Title: Luz, câmera, limpando : interseccionalidades e representações sociais em Domésticas, o filme (2001) e Doméstica (2012)
Authors: Bernardino, Jéssyca Lorena Alves
Orientador(es):: Silva, Edlene Oliveira
Assunto:: Trabalho doméstico
Interseccionalidade
Representações sociais
Empregadas domésticas
Issue Date: 4-Oct-2016
Citation: BERNARDINO, Jéssyca Lorena Alves. Luz, câmera, limpando: interseccionalidades e representações sociais em Domésticas, o filme (2001) e Doméstica (2012). 2016. 145 f. Dissertação (Mestrado em História) — Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: Esta dissertação analisa as representações das trabalhadoras domésticas em duas obras cinematográficas Domésticas, o filme de Fernando Meirelles e Nando Olival, de 2001, e Doméstica, de Gabriel Mascaro, de 2012. O cinema exerce considerável influência no imaginário das pessoas, e é veículo privilegiado de difusão de representações sociais. Buscou-se compreender como esses filmes elaboraram saberes e interpretações sobre as trabalhadoras domésticas, portanto, refletindo sobre as matrizes representacionais do trabalho doméstico no Brasil que foram originadas no contexto da escravidão brasileira, perpassaram a República e atuam/informam práticas (relações materiais) e discursos na atualidade. Buscouse também problematizar as representações sociais nos filmes através das relações interseccionais entre raça, gênero e classe social já que a maioria das trabalhadoras domésticas são mulheres, negras e pobres em diálogo com a historiografia da Teoria da História, da escravidão feminina no Brasil, do trabalho doméstico, dos estudos cinema/história, e estudos feministas sobre gênero, classe e raça.
Abstract: This dissertation analyzes the representations of housekeepers in two films Domésticas, the film by Fernando Meirelles and Nando Olival (2001) and Doméstica, by Gabriel Mascaro (2012). The cinema exerts considerable influence on people’s imagination and it is a privileged vehicle to disseminate social representations. We sought to understand how these films developed knowledge and interpretations of domestic workers, reflecting on the representational matrix of the domestic work in Brazil which were originated in the context of Brazilian slavery permeated the Republic and act / inform practices and speeches today. We also sought to problematize the social representations in the films through the intersectional relationship among race, gender and social class in dialogue with the Theory of History, female slavery in Brazil, domestic work, the film studies / history, and feminist studies of gender, class and race, as the majority of housekeepers are women, black and poor.
Description: Dissertação (mestrado) — Universidade de Brasília,Programa de Pós-Graduação em História, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2016.07.D.21503
Appears in Collections:HIS - Mestrado em História (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/21503/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.