Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/21384
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_BrunoAraújoFriderichs.pdf2,01 MBAdobe PDFView/Open
Title: Uso de grupos substitutos dentro da comunidade fitoplanctônica em planícies amazônicas
Authors: Friderichs, Bruno Araujo
Orientador(es):: Vieira, Ludgero Cardoso Galli
Assunto:: Variação (Biologia)
Monitoramento ambiental
Fitoplâncton
Issue Date: 5-Sep-2016
Citation: FRIDERICHS, Bruno Araujo. Uso de grupos substitutos dentro da comunidade fitoplanctônica em planícies amazônicas. 2016. 59 f., il. Dissertação (Mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: As variações hídricas que ocorrem nas regiões de várzeas amazônicas promovem e direcionam respostas sazonais na comunidade fitoplanctônica. Se as respostas dos grupos fitoplanctônicos forem concordantes, no espaço e no tempo, então um desses grupos poderá ser utilizado como substituto do outro, podendo ser uma ferramenta útil para a simplificação do monitoramento ambiental. Nesse sentido, o objetivo deste estudo foi avaliar se os padrões gerados por diferentes resoluções taxonômicas e/ou numéricas e por classificações ecológicas são concordantes com os padrões observados para os dados de densidade de espécies do fitoplâncton. Também foi avaliada a concordância existente entre os dados ambientais relacionados aos dados de espécie e das classificações ecológicas. Os testes de Mantel e Procrustes foram empregados para medir as relações de concordância da estrutura espacial entre as matrizes geradas com os dados de espécie, gênero, família, grupos funcionais, grupos morfofuncionais, presença/ausência, além de dados ambientais. Os resultados foram expressivos para a correlação entre as matrizes de espécie e gênero, bem como para as matrizes de espécie e família, nos dois períodos avaliados, para ambos os testes estatísticos. Igualmente, a concordância entre espécie e dados de presença e ausência foi forte, apresentando r acima de 0,9 para os dois testes, nas duas estações analisadas. Entre espécie e grupos funcionais, a congruência também foi forte, para Procrustes e Mantel, em ambas as estações. Além disso, todos esses valores foram significativos (P< 0,05). Assim, os resultados indicaram que os níveis taxonômicos de gênero e família, os dados de presença/ausência, bem como os grupos funcionais e morfofuncionais podem ser empregados como substitutos para a categoria de espécie, visando simplificar os programas de monitoramento, diminuindo os custos e tornando mais simples e rápidas as pesquisas para a conservação da biodiversidade.
Abstract: The hydric variations occurring in regions of Amazonian floodplains promote and direct responses in seasonal phytoplankton community. If the responses of phytoplankton groups were concordant, in space and time, so one of these groups can be used as a substitute for other, may be a useful tool for the simplification of environmental monitoring. The aim of this study was to evaluate whether the patterns generated by different taxonomic and or numerical resolutions and ecological classifications are consistent with the patterns observed for the species density data of phytoplankton. It also evaluated the existing concordance among the environmental data related to the species data and ecological classifications. Tests of the Mantel and Procrustes were used to measure the relationship of concordance of the spatial structure of the matrices generated with the species data, gender, family, functional groups, morphofunctional groups, presence/absence, and environmental data. The results were significant for the correlation between the matrices of species and gender, as well as matrices of species and family, in both periods, for both statistical tests. Also, the concordance between species and data presence and absence was strong, presenting r above 0.9 for the two tests, in the two seasons analyzed. Between species and functional groups, congruence was also strong for Procrustes and Mantel, in both seasons. Moreover, all these values were significant (P < 0.05). Thus, the results indicated that the taxonomic levels of gender and family, the presence/absence data, as well as the functional and morphological and functional groups can be used as substitutes for the category of species to simplify the monitoring programs, reducing costs and making it quick and easy searches for biodiversity conservation.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2016.04.D.21384
Appears in Collections:FUP - Mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/21384/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.