Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/21343
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_OrigemExpansaoMundo.pdf318,79 kBAdobe PDFView/Open
Title: Origem e expansão no mundo luso da observância de Rennes : a mística-militante dos carmelitas turônicos ou reformados no século XVII e XVIII
Authors: Honor, André Cabral
Assunto:: Carmelitas
Ordens religiosas
Issue Date: Apr-2014
Publisher: Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal de Pernambuco
Citation: HONOR, André Cabral. Origem e expansão no mundo luso da Observância de Rennes: a mística-militante dos carmelitas turônicos ou reformados no século XVII e XVIII. Clio: Série História do Nordeste, n. 32.1, p. 215-237, abr./ago. 2014. Disponível em: <http://www.revista.ufpe.br/revistaclio/index.php/revista/article/viewFile/382/216>. Acesso em: 26 ago. 2016.
Abstract: O presente artigo busca analisar a elaboração das constituições carmelitas da Estrita Observância na Província de Turon na França influenciadas pela mística teresiana e pelo ideal missionário que movia a Igreja Tridentina. Vulgarmente intitulada de Reforma Turônica, suas constituições forneceram aos carmelitas calçados uma legislação que conciliava a experiência mística à catequese. O sucesso dessa empreitada dividiu os calçados entre seguidores das constituições da Antiga Observância (anteriores à Reforma) e Estrita Observância (vulgarmente chamada de Turônica), que não formou congregação à parte como ocorreu com a Reforma Teresiana (séc. XVI) que culminou na formação de uma nova ordem religiosa chamada de Descalços. Adotada em 1666 na América portuguesa, a Reforma Turônica instituiu uma estratégia de atuação místico-militante. A consolidação das constituição da Estrita Observância no além-mar acarretou uma divisão entre os frades carmelitas que culminou na edificação da Província Reformada de Pernambuco em 1725. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
The present article aims to analyze the development of the carmelite constitutions of Strict Observance in the Province of Turon in France as influenced by Saint Theresa's mystique and by the missionary ideal that moved the Tridentine Church. Vulgarly referred as Turonic Reform, the constitutions provided the calced carmelites with a new legislation that reconciled mystical experience and catechesis. The success of this enterprise divided the calced carmelites into two groups, those who followed the constitutions of the Ancient Observance (prior to the Reform) and those who followed the Strict Observance (vulgarly called Turonic), which culminated in the creation of a new religious order called Discalced. Adopted in 1666 in the Portuguese America, the Turonic Reform instituted a mystique-militant strategy of action. The consolidation of the aforementioned constitutions in the territory overseas caused a great divide among the carmelites friars that summited in the edification of the Reformed Province of Pernambuco in 1725.
Licença:: CLIO – REVISTA DE PESQUISA HISTÓRICA - This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License. Fonte: http://www.revista.ufpe.br/revistaclio/index.php/revista/article/view/382. Acesso em: 26 ago. 2016.
Appears in Collections:HIS - Artigos publicados em periódicos

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/21343/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.