Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/2127
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006_Ana Paula Pinto de Souza.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open
Title: Avaliação da saúde bucal da pessoa institucionalizada com deficiência mental
Authors: Souza, Ana Paula Pinto de
Orientador(es):: Pereira, Paulo Zárate
Assunto:: Saúde bucal
Pessoas com deficiência mental
Issue Date: 11-Dec-2006
Citation: SOUZA, Ana Paula Pinto de. Avaliação da saúde bucal da pessoa institucionalizada com deficiência mental. 109 f. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde)-Programa multiinstitucional, UNB/UFGO/UFMS, Campo Grande, 2006.
Abstract: Considerando a população de pacientes especiais, em particular, os deficientes mentais, verifica-se a necessidade de estudos epidemiológicos que sirvam de suporte para a implantação de programas preventivos-educativos e que contribua com o conhecimento da saúde bucal desta clientela. A partir desta necessidade, os objetivos do presente estudo foram avaliar as condições bucais de pacientes portadores de deficiência mental, matriculados na Escola Especial “Raio de Sol” da Associação Pestalozzi de Campo Grande-MS, e a valorização e percepção de saúde de seus pais/responsáveis frente à saúde bucal traçando também um breve perfil sócio-demográfico. Este estudo foi realizado com 85 deficientes mentais, de 7 a 38 anos de idade, sendo 32 do gênero feminino e 53 do masculino. O diagnóstico das condições de saúde bucal foi realizado através da prevalência de cárie, placa bacteriana e sangramento gengival. O questionário, composto de 3 partes, foi aplicado aos pais/responsáveis na presença do pesquisador. Os resultados mostraram que o deficiente mental apresenta uma higiene bucal pobre (PHP=3,33%); alto índice de sangramento gengival (ISG=68,82%), e quanto ao ataque de cárie também é alto, sendo 6,4 a média do CPO-D e 11,5 para CPO-S com poucos dentes e superfícies apresentando a doença, 1,06 e 2,10, respectivamente. Foram encontrados 17,65% de deficientes mentais livres de cárie. Tanto o CPO-D quanto CPO-S, placa bacteriana e sangramento gengival apresentaram um acréscimo conforme o deficiente mental avançou na idade. Concluiu-se que a saúde bucal da população pesquisada é precária; pais/responsáveis apresentaram uma boa percepção e valorização da saúde bucal de seus dependentes e há a necessidade de implementação de programas de atenção a saúde bucal para esta população. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Considering the population of special patients, especially, the mental retardation ones, it must be verified the necessity of epidemiological studies which can support the development and improvement of preventive and educative programs and also contribute with the knowledge of these subject’s oral health. The aim of this study was to evaluate the oral health conditions of the mental retardation patient’s, registered at Special School “Raio de Sol” from Associação Pestalozzi of Campo Grande-MS, and the oral health’s valuation and perception from their relatives, drawing a brief social-demographic profile too. This study was carried out 85 mental retardation subjects, 32 female and 53 male, with age range of 7-38 years. The diagnosis of oral health’s conditions was carried out the prevalence of caries, dental biofilm and gum bleeding. A questionary with 3 parts was applied to the relatives by the researcher. The results showed that the target sample presents a poor oral hygiene (PHP =3.33%), high index of gum bleeding (ISG=68.82%) and caries attack high as well, being DMFT 6,4 and DMFS 11.5 with few teeth and surfaces presenting the illness, 1.06 and 2.10 respectively. The DMFD as much as the DMFS, oral cleanliness and gum bleeding showed an increase according to the mental retardation growed up. There were found 17.65% mental retardation patients caries free. It can be concluded that the target population’s oral health is precarious; relatives had presented a good perception and valuation of the oral health of their dependents and the necessity of development and improvement oral health’s programs for this population.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006.
Appears in Collections:PPGCS - Mestrado em Ciências da Saúde (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/2127/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.