Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/21011
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_CamilaCarolinaHildebrandGaletti.pdf1,37 MBAdobe PDFView/Open
Title: Corpo e feminismo : a marcha das vadias de Campinas/SP
Authors: Galetti, Camila Carolina Hildebrand
Orientador(es):: Almeida, Tânia Mara Campos de
Assunto:: Feminismo - Brasil
Ciberativismo
Movimento feminista
Marcha das Vadias
Issue Date: 26-Jul-2016
Citation: GALETTI, Camila Carolina Hildebrand. Corpo e feminismo: a marcha das vadias de Campinas/SP. 2016. 105 f., il. Dissertação (Mestrado em Sociologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: Esta dissertação buscou expor os resultados de uma pesquisa exploratória que partiu da relação entre corpo, ciberativismo, cidade e expressões de movimentos feministas, mais especificamente a Marcha das Vadias de Campinas, São Paulo. Seu objetivo central foi compreender, por intermédio da aproximação dessa marcha no interior paulista, como o feminismo contemporâneo vem se articulando, quais suas pautas de reivindicações e como se dá a relação de tais expressões com novas ferramentas de ativismo: as redes sociais. A Marcha das Vadias de Campinas é ora tratada e descrita como um fato social. É apresentada, em detalhes, a forma de organização e consolidação de um coletivo feminista na cidade, bem como é debatida a relação desse movimento com representações do Estado no local. No processo de apreensão sociológica desse movimento social, também se revela como fenômenos culturais e sociais atuais reeditam o corpo das mulheres, de antigas bandeiras feministas, reelaborando-o no modo de ser visto e instrumentalizado como prática política de contestação nas ruas e nos espaços virtuais do ciberativismo.
Abstract: This dissertation aims to expose the result of an exploratory research that came of the relation among body, cyberactivism, city and feminist movements, more specifically the “Marcha das Vadias”, of Campinas, São Paulo. The main goal was to comprehend, through this march on the countryside of the state of São Paulo, how the contemporary feminism has been articulating, which are its claims, and how the relation of these expressions with new activism tools (the social networks) is. The “Marcha das Vadias” of Campinas is treated and described as a social fact. It is presented, in details, the form of organization and consolidation of a feminist collective on the city and it is also discussed the relation between this movement and the State representations on the spot. In sociological apprehension process of this social movement, it is revealed how current cultural and social phenomena reissue women’s body, from old feminist issues, reworking it on a way of being seen and exploited as defense policy practice in the streets and in the virtual spaces of cyberactivism.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2016.03.D.21011
Appears in Collections:SOL - Mestrado em Sociologia (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/21011/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.