Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/20630
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_MarceloKuhlmannPeres.pdf5,28 MBAdobe PDFView/Open
Title: Estratégias de dispersão de sementes no bioma Cerrado : considerações ecológicas e filogenéticas
Authors: Peres, Marcelo Kuhlmann
Orientador(es):: Ribeiro, José Felipe
Assunto:: Angiosperma
Diásporos
Filogenia
Neotrópico
Síndrome de dispersão
Issue Date: 31-May-2016
Citation: PERES, Marcelo Kuhlmann. Estratégias de dispersão de sementes no bioma Cerrado: considerações ecológicas e filogenéticas. 2016. 353 f., il. Tese (Doutorado em Botânica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: A dispersão de sementes é processo chave no ciclo de vida das plantas e entender esse processo em comunidades naturais, de um ponto de vista ecológico e evolutivo, pode ajudar a prever fatores ambientais necessários para a reprodução e sobrevivência da vegetação, auxiliando trabalhos de conservação e recuperação de áreas degradadas, como aquelas presentes no bioma Cerrado. No entanto, pouco ainda se sabe sobre a influência das diferentes estratégias de dispersão das plantas na constituição florística desse bioma megadiverso e na evolução e regeneração natural dos seus diferentes tipos de vegetação. Com base nisso, esse estudo teve como objetivo entender como as angiospermas das formações florestais, savânicas e campestres do bioma Cerrado se apresentam em termos de dispersão de sementes e as interações com animais frugívoros num contexto ecológico e filogenético. Para tanto, trabalhamos com as espécies da flora e da fauna do Distrito Federal, região bastante representativa sobre a biodiversidade do Cerrado, para responder questões relacionadas à evolução das estratégias de dispersão no bioma. Foi investigada a distribuição das diferentes síndromes de dispersão e das diferentes categorias de frutos nas formas de vida e formações da vegetação do bioma. Também foi testado o sinal filogenético das síndromes e tipos de frutos para avaliar a conservação evolutiva dessas características, com base em uma árvore filogenética para gêneros de angiospermas do Cerrado. Ainda, foram construídas potenciais redes de interações planta-frugívoros, com ampla representatividade de táxons do bioma. Os resultados encontrados mostraram que a distribuição das diferentes síndromes de dispersão e tipos de diásporos foi significativamente associada às diferentes formações do bioma, mas, principalmente, às formas de vida mais encontras nessas formações. Também foi observado entre as espécies e gêneros analisados a proporção de 1:1:1, entre zoocoria, anemocoria e autocoria, aparentando que as síndromes estão distribuídas de modo equilibrado nas formações do Cerrado. Espécies zoocóricas e animais frugívoros estiveram associados principalmente às formações florestais e houve predomínio de interações fruto-aves nas redes. As redes foram significativamente modulares e altamente generalistas, com os módulos diferenciando-se entre eles principalmente quanto ao tamanho dos diásporos e porte dos frugívoros. Os testes de sinal filogenético resultaram em valores altos (próximo a “1”) para as síndromes zoocoria, anemocoria e autocoria e para os tipos de frutos, indicando que essas características parecem ter sido filogeneticamente conservadas ao longo da história evolutiva das angiospermas. No entanto, entre as síndromes zoocóricas, especificamente, e os módulos das redes de interações, foram verificados baixos valores de sinal filogenético, indicando que interações planta-frugívoross tendem a ser mais maleáveis evolutivamente, de modo que diferentes animais são capazes de interagir com frutos de diferentes linhagens das angiospermas. Por último, foi construída uma chave interativa de múltiplas entradas, ricamente ilustrada, com acesso gratuito pela internet, para identificação de gêneros e espécies de frutos do Cerrado que são atrativos para fauna. De maneira geral, esse estudo relacionou alta representatividade da flora e da fauna frugívora (aves e mamíferos) nas diferentes formações da vegetação do Cerrado, fornecendo visão geral sobre a funcionalidade das diferentes estratégias de dispersão das plantas do bioma do ponto de vista ecológico e filogenético. Assim, espera-se que estas informações possam ser úteis para compor planos de manejo e de recuperação de áreas degradas nessa região neotropical megadiversa.
Abstract: Seed dispersal is a key process in the life cycle of plants and understanding this process in natural communities from ecological and evolutionary perspectives can help predict environmental factors necessary for reproduction and survival of the vegetation, assisting programs of conservation and restoration of degraded areas such as those present in the Cerrado biome. However, little is known about the influence of different plant dispersal strategies in floristic constitution of this mega-diverse biome and in the evolution and natural regeneration of its different types of vegetation. Based on that, this study aimed to understand how the angiosperms of forest, savanna and grassland formations of the Cerrado biome are shown in terms of seed dispersal and interactions with fruit-eating animals in an ecological and phylogenetic context. For that, we work with the species of flora and fauna of the Brazilian Federal District, a core centre on Cerrado biodiversity, to answer questions related to the evolution of dispersal strategies in the biome. We investigated the distribution of different syndromes and the different categories of fruits between the life forms and vegetation formations of the biome. In addition, to testing the phylogenetic signal of these syndromes and fruit types and assess the evolutionary conservation of these traits, we constructed a phylogenetic tree for angiosperm genera in Cerrado. Furthermore, potential and highly diverse plant-frugivore networks were constructed. The results showed that the distribution of different dispersal syndromes and fruit types was significantly associated with the different formations of the biome, but mainly with the life forms most commonly found in these formations. It was also observed between species and genus analyzed the ratio of 1: 1: 1 between zoochory, anemochory and autochory, appearing that these syndromes are distributed evenly in the biome. Zoochoric species and fruit-eating animals were associated mainly to forests and there was a predominance of fruit-bird interactions. The networks were significantly modular and highly generalists, with modules differing from each other mainly on size of diaspores and size of frugivores. Phylogenetic signal tests resulted in higher values (close to "1") for zoochory, anemochory and autochory syndromes and fruit types, indicating that these characteristics seem to be phylogenetically conserved throughout evolutionary history of angiosperms. However, among zoochorous syndromes specifically and modules of networks, were verified low phylogenetic signal values, indicating that plant-frugivore interactions tend to be more flexible evolutionarily, so that different animals are able to interact with fruits of different lineages of angiosperms. Finally, we constructed an illustrated interactive key of multiple entries, with free internet access, for identification of genus and species of fruits of the Cerrado that are attractive to wildlife. Overall, this study related high representation of flora and frugivorous fauna (birds and mammals) in the different formations of the Cerrado vegetation, providing an overview of the functionality of different dispersal strategies of the biome plants from an ecological and phylogenetic perspective. We expected that this information can be useful for management and plans of recovery of degraded areas in this megadiverse Neotropical region.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, Programa de Pós-Graduação em Botânica, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2016.03.T.20630
Appears in Collections:BOT - Doutorado em Botânica (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/20630/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.