Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/20568
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_RogerMaiaDiasLedo.pdf8,01 MBAdobe PDFView/Open
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorColli, Guarino Rinaldi-
dc.contributor.authorLedo, Roger Maia Dias-
dc.date.accessioned2016-05-27T11:54:17Z-
dc.date.available2016-05-27T11:54:17Z-
dc.date.issued2016-05-27-
dc.date.submitted2016-02-29-
dc.identifier.citationLEDO, Roger Maia Dias. História das paisagens florestais mésicas dentro da diagonal de formações abertas: contribuições de paleomodelagem, filogeografia de espécies associadas e de conservação. 2016. 221 f., il. Tese (Doutorado em Ecologia)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.en
dc.identifier.urihttp://repositorio.unb.br/handle/10482/20568-
dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2016.en
dc.description.abstractA Amazônia e a Floresta Atlântica estão entre as florestas tropicais mais ricas do mundo. Entre elas há um corredor de vegetações mais abertas formado pela Caatinga, Cerrado e Chaco, considerado obstáculo para o trânsito de espécies florestais. Contudo, distribuições disjuntas de vários taxons ocorrendo tanto na Amazônia quanto na Floresta Atlântica sugerem eventos passados de conexões entre os dois biomas. Diversas rotas foram propostas na literatura, podendo ser resumidamente classificadas em rotas através do nordeste do Brasil, conectando o leste da Amazônia e o norte da Floresta Atlântica] e rotas que conectam o oeste da Amazônia e o sudeste da Floresta Atlântica. Das diversas rotas propostas na literatura, a ponte SEDNW foi considerada contínua ou quaseDcontínua por Por (1992). OliveiraDFilho e Ratter (1995) ainda sugerem a ocorrência de uma rota de intercâmbio biótico através do Cerrado, entretanto esta se apresenta como a rota menos estudos na literatura. Apesar de avanços sobre o tema, perguntas básicas sobre quando as rotas ocorreram, por onde passaram, com que frequência ocorreram e sobre quais condições climáticas existiram permanecem contenciosas. Estudos com modelagem de nicho para o nível ecossistêmico são interessantes alternativas, se associadas com estudos independentes (ex. palinologia e dados moleculares). Filogeografia também é uma disciplina bastante indicada para se estudar a dinâmica de conexão entre a Amazônia e Floresta Atlântica, dado seu poder explanatório acerca da influência de eventos históricos do Terciário e Quaternário na estruturação de padrões demográficos da linhagem de diversos organismos. Esses tipos de estudo ainda são considerados urgentes frente à destruição de habitats naturais, muitas vezes amparadas por uma falsa ideia de conservação ambiental presente nos textos legais nacionais, mas sem base científica, como o caso do novo código florestal brasileiro. Com base nisso, o presente estudo está dividido em três abordagens (três capítulos). Para o primeiro capítulo revisitamos as conexões antigas entre a Amazônia e a Floresta Atlântica por meio de modelagem de nicho ecológico e dados paleobiológicos (paleopalinologia e cronologia de espeleotemas) e evidencias moleculares disponíveis na literatura. Além disso, este estudo testou a hipótese de Por (1992) sobre a rota SEDNW sendo a mais importante em termos de frequência e duração. Para o segundo capítulo, estudamos especificamente questões acerca da rota proposta por OliveiraDFilho e Ratter (1995) através do Brasil Central, a rota menos estudada na literatura até o presente momento. Para isso, realizamos a filogeografia de Colobosaura modesta, um lagarto típico de regiões florestadas no Cerrado, mas também distribuído na margem leste da Amazônia, brejos de altitude nordestinos e em áreas isoladas na Mata Atlântica. Por fim, para o terceiro capítulo avaliamos a eficiência do código florestal na conservação de espécies de lagartos em matas de galeria, considerando que essa lei traz a falsa impressão de conservação.en
dc.language.isoPortuguêsen
dc.rightsAcesso Abertoen
dc.titleHistória das paisagens florestais mésicas dentro da diagonal de formações abertas : contribuições de paleomodelagem, filogeografia de espécies associadas e de conservaçãoen
dc.typeTeseen
dc.subject.keywordAmazôniaen
dc.subject.keywordMata Atlânticaen
dc.subject.keywordPalinologiaen
dc.subject.keywordMatas de galeriaen
dc.subject.keywordCódigo florestal - revisãoen
dc.rights.licenseA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.en
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.26512/2016.02.T.20568-
dc.contributor.advisorcoGiugliano, Lilian Gimenes-
dc.description.abstract1The Amazon and the Atlantic Forest are among the richest tropical forests in the world. Among them there is a more open vegetation corridor formed by the Caatinga, Cerrado and Chaco, considered obstacle for the transit of forest species. However, the disjunct distribution of several taxa occurring both in the Amazon and in the Atlantic Forest suggests past events connections between the two biomes. Several routes have been proposed in the literature and may be briefly classified into routes through the northeastern Brazil, connecting the eastern Amazon and northern Atlantic Forest] and routes connecting the western Amazon and the Southeast Atlantic Forest. Ammong the various routes proposed in the literature, the SEDNW bridge was considered continuous or quasiDcontinuous by Por (1992). OliveiraDFilho and Ratter (1995) also conceived a route of biotic exchange passing through the Cerrado, however it is presented as the route with less studies in the literature. Moreover, despite advances on this subject, basic questions about when the routes occurred, passed by, how often occurred and under what weather conditions existed remain contentious. Studies with niche modeling to the ecosystem level are interesting alternatives in answering this questions, if associated with independent studies (eg. Palinology and molecular data). Phylogeography is also a well suited discipline to study past connection events between the Amazon and Atlantic Forest, given its explanatory power related to the influence of Tertiary and Quaternary historical events in shaping demographic patterns of the lineage of several organisms. These types of studies are still considered extremely necessary given the expressive destruction of natural habitats, often supported by a false idea of environmental conservation, presented in national legal texts but without scientific basis, as the case of the new Brazilian forest code. Based on this, the present study is divided into three approaches (three chapters). In the first chapter we revisited old connections between the Amazon and the Atlantic Forest through ecological niche modeling and palaeobiological data (paleopalinology and speleothem chronology), and molecular evidence available in the literature. In addition, we also tested the hypothesis of Por (1992) which consider the NWDSE route as the most important in terms of frequency and duration in this study. For the second chapter, we accessed questions about the route proposed by OliveiraDFilho and Ratter (1995) through the Central Brazil, the least studied route in the literature to date. Specifically, we performed the phylogeography of Colobosaura modesta, a typical lizard of forested habitats in the Cerrado, but also distributed on the eastern Amazon, in the Brazilian “brejosD deDaltitude”, and also in isolated areas in the Atlantic Forest. Finally, for the third chapter we evaluate.-
Appears in Collections:ECL - Doutorado em Ecologia (Teses)

Show simple item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/20568/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.