Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/20536
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_DavidFrederikdaSilvaCavalcante.pdf1,29 MBAdobe PDFView/Open
Title: Cooperativismo e construção coletiva : estudo a partir de duas cooperativas de produtores do assentamento Itamarati, Ponta Porã-MS
Authors: Cavalcante, David Frederik da Silva
Orientador(es):: Diniz, Janaína Deane de Abreu Sá
Assunto:: Ação coletiva
Gestão social
Cooperativismo
Issue Date: 26-May-2016
Citation: CAVALCANTE, David Frederik da Silva. Cooperativismo e construção coletiva: estudo a partir de duas cooperativas de produtores do assentamento Itamarati, Ponta Porã-MS. 2015. xiv, 122 f., il. Dissertação (Mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: Nesta dissertação, de início se procurou apontar as contradições históricas que fazem do cooperativismo um modelo de organização social e produtivo capaz de se adaptar aos mais diversos contextos. Em seguida, foi realizada discussão teórica e conceitual embasada nas teorias da ação coletiva e gestão social, uma vez que estas buscam explicar os determinantes que levam os indivíduos a participar de grupos (ação coletiva), e as construções coletivas a partir de uma dinâmica dialógica e participativa (gestão social). Desse modo, foi possível realizar aproximação entre as variáveis inerentes à ação coletiva e às categorias e critérios de análise de processos participativos, o que fundamentou a consecução do objetivo geral da pesquisa, ou seja, de verificar se as ações das cooperativas pesquisadas buscam atender às necessidades de seus associados, a partir da participação, numa perspectiva que considere outras dimensões do desenvolvimento além do aspecto econômico. A pesquisa de campo foi realizada junto à Cooperativa Agroindustrial Eldorado dos Carajás (Copaec) e a Cooperativa dos Agricultores Familiares da Itamarati (Cooperafi), ambas localizadas no assentamento Itamarati, no município de Ponta-Porã/Mato Grosso do Sul. A justificativa para essa escolha se deve ao fato de esse assentamento ser representativo em termos de reforma agrária, na medida em que já foi conhecido como a maior fazenda de soja do mundo. Ademais, está localizado numa região de marcante presença da produção em larga escala, o que aponta para o desafio às cooperativas constituídas no âmbito da reforma agrária que, em tese, se propõem a atuar numa perspectiva diferente daquela tradicionalmente praticada pelo cooperativismo rural brasileiro. Os resultados da pesquisa apontam que os associados veem as cooperativas como abertas à sua participação, no entanto, o que se pôde perceber é que na Copaec a participação está enraizada na forma como se organizam, enquanto na Cooperafi ainda está em construção. Ao mesmo tempo, apesar das diferentes construções internas, há indicativos de que a implementação de projetos relacionados a agroindústrias proporcionará um maior fortalecimento nas relações de mercado, trazendo consigo não apenas benefícios, mas também desafios que, para serem superados, exigirão grande capacidade de adaptação. Mostra-se necessário, portanto, que as cooperativas se dirijam para além de seus objetos, de sua atividade econômica enquanto firma, e funcionem como instituições que atuem também nas dimensões social, política e ideológica.
Abstract: In this dissertation, at first we tried to point out the historical contradictions that make the cooperativism a model of social and productive organization able to adapt to adapt to different contexts. Secondly we conducted a theoretical and conceptual discussion based on theories of Collective Action and Social Management, since they try to explain the reasons that lead the individuals to join groups (collective action) and the collective constructions based on a participatory and dialogical dynamic (social management). Therefore it was possible to to make a connection between the variables inherent to collective action and the categories and the criteria for analysis of participatory processes. That was the baseline to the general objective of this research, that is we verified if the actions of the studied cooperatives contributed to the needs of their members, from the participation, in a perspective that considers other dimensions of development beyond the economic aspect. The field research was carried out with Cooperativa Agroindustrial Eldorado dos Carajás (Copaec) and Cooperativa dos Agricultores Familiares da Itamarati (Cooperafi), both located in the Itamarati Settlement in the municipality of Ponta-Porã/State of Mato Grosso do Sul. This choice is due to the fact that this settlement is very representative in the scope of agrarian reform and it was known before as the biggest soy farm of the world. In addition, it is located in a region of strong presence of large-scale production which indicates a challenge to the cooperatives in the scope of agrarian reform that, in theory, intend to act in a different perspective in contrast to that traditional way of the rural Brazilian cooperativism. The research results show that the members see the cooperative as open to their participation, however, what could be observed is that in Copaec participation is rooted in the way they are organized, while in Coperafi participation is still in construction. At the same time, despite the different internal constructions in the cooperatives, there are indications that the implementation of projects related to agro-industries should provide a strengthening in market relationship, bringing with it not only benefits but also challenges that, to be overcome, will require a great adaptability. It is necessary, therefore, that the cooperatives go beyond their main objects and economical activity as a firm. They have to work like institutions that also act in the social, political and economical dimensions.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.12.D.20536
Appears in Collections:FUP - Mestrado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/20536/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.