Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/20003
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007_MarcelaFavariniNunes.pdf762,13 kBAdobe PDFView/Open
Title: Família e comportamento suicida : um estudo exploratório de dinâmicas familiares
Authors: Nunes, Marcela Favarini
Orientador(es):: Diniz, Gláucia Ribeiro Starling
Assunto:: Suicídio - família
Suicídio - prevenção
Suicídio - fatores de risco
Issue Date: 22-Apr-2016
Citation: NUNES, Marcela Favarini. Família e comportamento suicida: um estudo exploratório de dinâmicas familiares. 2007. 179 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura)—Universidade de Brasília, Brasília, 2007.
Abstract: Os comportamentos suicidas representam um grave problema de saúde pública. O suicídio encontra-se entre as três maiores causas de morte no mundo na população compreendida entre 15 e 44 anos. A tentativa de suicídio pode ser considerada como um sintoma, ou seja, uma comunicação de que tanto o indivíduo quanto sua família estão em sofrimento. Torna-se fundamental, portanto, a participação da mesma no processo terapêutico. O presente trabalho teve como objetivos compreender o funcionamento de duas famílias em que um de seus membros tentou suicídio e identificar dinâmicas familiares que poderiam estar associados ao risco. As informações foram adquiridas por meio de sessões de terapia familiar. A metodologia utilizada foi o estudo de caso, tendo como base as proposições teóricas da terapia familiar sistêmica. Na primeira família apresentada, uma mulher tentou suicídio. Na segunda, a tentativa de suicídio foi realizada por um homem. Em ambos os casos, tratava-se de adultos jovens. Nas duas famílias foi possível observar a existência de dinâmicas familiares disfuncionais, como isolamento social e familiar, dificuldades de comunicação, fronteiras emaranhadas e triangulação. Eventos adversos, vivenciados ao longo da história de cada família, também foram encontrados, como divórcios, casos de dependência química, de doença mental e, sobretudo o contexto de nascimento conturbado dos dois jovens que tentaram suicídio. Constatou-se ainda dificuldade em lidar com transições entre fases do ciclo vital e com a ética relacional em ambas as famílias. Além dessas características, foram identificados elementos considerados na literatura como fatores de risco de suicídio, como fácil acesso aos métodos de suicídio e impulsividade. A relação entre gênero e suicídio foi também discutida. A compreensão de características de famílias com casos de tentativas de suicídio é fundamental para que os profissionais de saúde possam reconhecer e atuar de forma preventiva em situações de risco. _______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Suicidal behaviors represent a serious problem of public health. The suicide is among the three larger death causes in the world in the population understood between 15 and 44 years old. The suicide attempt can be considered as a symptom, in other words, a communication that both the person and the family are in suffering. Becomes fundamental, therefore, the participation of the latter in the therapeutic process. The present study’s goals are to understand the functioning of two families in which, one of the members tried suicide, and identify the presenting family dynamics that can be related to the risk. The informations were acquired by means of family therapy sessions. The used methodology was the case study, based in the systemic family therapy theorical propositions. In the first presented family, a woman tried suicide. In the second, the suicide was attempted by a man. Both the cases, the attempters were youngsters. In both families, it was possible to observe the existence of dysfunctional family dynamics, as isolations from society and family, troubles in communication, enmeshment boundaries and triangulation. Adverse life events, experienced during the history of each family were also found, as divorces, cases of drug addiction, mental health issues, and above all, the two attempters’ troubled birth. It was found the families’ difficulty in dealing with transitions between phases of the life cycle and with relational ethics. Besides those characteristics, there were identified elements considered by the literature as indicators of suicide risk, such as easy access to suicide methods and impulsivity. The relation between gender and suicide was also discussed. The understanding of the characteristics of families with cases of attempted suicides is fundamental so that the health care professionals can recognize and act in a preventive way when facing the risk situations.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica e Cultura, 2007.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
Appears in Collections:PCL - Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/20003/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.