Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/19804
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016_RayaneGanassin.pdf5 MBAdobe PDFView/Open
Title: Nanocápsulas de selol com invólucro de poli(metil vinil-éter co-anidrido maléico) conjugado à doxorrubicina : desenvolvimento e avaliação de seu potencial anticâncer in vitro e in vivo
Authors: Ganassin, Rayane
Orientador(es):: Muehlmann, Luis Alexandre
Assunto:: Selol (SPN)
Nanocápsulas
Mamas - câncer - tratamento
Cardiotoxicidade
Doxorrubicina (DOX)
Issue Date: 30-Mar-2016
Citation: GANASSIN, Rayane. Nanocápsulas de selol com invólucro de poli(metil vinil-éter co-anidrido maléico) conjugado à doxorrubicina: desenvolvimento e avaliação de seu potencial anticâncer in vitro e in vivo. 2016. xvii, 101 f., il. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
Abstract: A doxorrubicina (DOX) tem se mostrado eficaz no tratamento de cânceres sólidos e hematológicos, mas a sua potencial cardiotoxicidade irreversível, limita o sucesso do tratamento, levando a um baixo índice terapêutico. O selol, mistura de selenitotriacilglicerídeos, mostrou atividade citostática em ensaios in vitro e demonstrou habilidade em reduzir a viabilidade de células resistentes à DOX. Os objetivos gerais do presente trabalho foram: 1) desenvolver uma nanocápsula contendo selol e doxorrubicina com diâmetro próximo a 200 nm, 2) avaliar sua atividade anticâncer in vitro e in vivo, e 3) verificar o seu potencial cardiotóxico. A formulação obtida consistiu de nanocápsulas com núcleo de selol e com invólucro de poli(metil vinil-éter co-anidrido maléico) conjugado à doxorrubicina. As nanocápsulas apresentaram-se estáveis e monodispersas. Para os testes in vitro, foram utilizadas as células de adenocarcinoma mamário murino (4T1) e células de fibroblasto murino como célula não tumoral (NIH-3T3). Os tratamentos DOX (doxorrubicina), NCS-DOX (nanocápsulas de selol contendo doxorrubicina) e Pol-DOX (produto da reação entre PVM/MA e doxorrubicina) provocaram significativa redução na viabilidade de células 4T1. Ensaios de interiorização mostraram que NCS-DOX e Pol-DOX são mais interiorizadas do que DOX livre em células 4T1. NCS-DOX manteve o potencial da DOX em expor a fosfatidilserina na face externa da membrana em células 4T1, sendo este evento um dos que indica a ocorrência de apoptose. NCS-DOX apresentou maior capacidade de provocar fragmentação de DNA, além de provocar maior alteração na polarização mitocondrial do que DOX. NCS-DOX também foi capaz de gerar maior produção de EROs em tempos de 3 e 24 horas de exposição do que DOX. NCS-DOX e Pol-DOX alteraram a distribuição intracelular da DOX quando comparados com a exposição à DOX livre, do núcleo para a mitocôndria. Em estudos in vivo a NCS-DOX apresentou mesma habilidade da DOX em reduzir o crescimento do tumor de células 4T1, além de apresentar a mesma biodistribuição em camundongos BALB/c. A NCS-DOX não elevou os níveis de CK-MB quando comparado ao controle, o mesmo efeito não foi observado para DOX livre. Portanto, conclui-se que a NCS-DOX é eficaz contra células cancerosas 4T1 in vitro e in vivo, e menos cardiotóxica que a DOX in vivo.
Abstract: Doxorubicin (DOX) has shown to be effective in the treatment of solid and haematological cancers, but its potential irreversible cardiotoxicity limits the success of the treatment, lowering its therapeutic index. The selol, selenitotriacylglicerides mixture, has shown cytostatic activity in in vitro tests and ability to reduce the viability of doxorubicin-resistant cells. The general goals of this study were: 1) to develop nanocapsules containing selol and doxorubicin with diameter close to 200 nm, 2) to evaluate its in vitro and in vivo anticancer activity, and 3) to check its cardiotoxicity. The formulation consisted of nanocapsules with a core of selol and a shell of poly (methyl vinyl ether-co-maleic anhydride) conjugated to doxorubicin. The nanocapsules were stable and monodisperse. For in vitro tests, murine mammary adenocarcinoma cells (4T1) and fibroblast murine as non-tumor cell (NIH-3T3) were used. The treatments DOX (doxorubicin), NCS-DOX (nanocapsules of selol containing doxorubicin) and Pol-DOX (product of the reaction between PVM/MA and doxorubicin) caused a significant reduction in the viability of 4T1 cells. Internalization assays showed that NCS-DOX and Pol-DOX are more internalized than free DOX by 4T1 cells. NCS-DOX, similarly to free DOX, expose phosphatidylserine on the outside face membrane in 4T1 cells, this is an event that indicate apoptosis. NCS-DOX showed an increased ability to cause DNA fragmentation and to disturb the mitochondrial membrane polarization in comparison to free DOX. NCS-DOX was also able to induce higher production of ROS, at 3 and 24 hours of exposure. NCS-DOX and Pol-DOX altered intracellular distribution of doxorubicin when compared to free DOX alone, from the nuclei to the mitochondria. In in vivo studies, NCS-DOX and free DOX showed the same ability to reduce 4T1 tumor growth, and presented the same biodistribution in BALB/c mice. The NCS-DOX did not increase CK-MB levels when compared to the control. Free DOX significantly increased CK-MB activity. Therefore, it is concluded that the NCS-DOX is effective against 4T1 cancer cells in vitro and in vivo, and less cardiotoxic than free DOX in vivo.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2016.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2016.02.D.19804
Appears in Collections:IB - Mestrado em Biologia Animal (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/19804/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.