Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/19402
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_DanielAugustoChaves.pdf1,13 MBAdobe PDFView/Open
Title: Padrões de distribuição de Asteraceae em áreas protegidas no Planalto de Diamantina, Minas Gerais, Brasil
Authors: Chaves, Daniel Augusto
Orientador(es):: Proença, Carolyn Elinore Barnes
Assunto:: Fatores ambientais
Parque Estadual do Rio Preto (MG)
Parque Nacional das Sempre-vivas (MG)
Levantamentos de vegetação
Planalto de Diamantina (MG)
Issue Date: 1-Feb-2016
Citation: CHAVES, Daniel Augusto. Padrões de distribuição de Asteraceae em áreas protegidas no Planalto de Diamantina, Minas Gerais, Brasil. 2015. xii, 55 f., il. Dissertação (Mestrado em Botânica)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: Neste trabalho investigamos os padrões de distribuição em mesoescala da família Asteraceae relacionada com fatores ambientais. O estudo foi realizado no Parque Estadual do Rio Preto (PERP) e Parque Nacional das Sempre-vivas (PNSV). Em ambos os parques as amostragens foram feitas em ambiente denominado “Complexo Rupestre de Quartzito”. A amostragem da vegetação seguiu a metodologia do RAPELD (RAP – Protocolo de Amostragem Rápida; PELD – Projeto Ecológico de Longa Duração). Três módulos foram alocados, dois no PERP e um no PNSV, e para cada módulo sete unidades amostrais foram inventariadas. As variáveis ambientais relacionadas com os padrões de distribuição de Asteraceae foram: altitude, alumínio no solo, proporção de argila no solo, declividade, fósforo no solo, rochosidade e soma de bases trocáveis. Antes da amostragem foi realizado o levantamento florístico em toda área de influência do estudo, e posteriormente realizado o inventário para todas as formas de vida das espécies de Asteraceae. No levantamento florístico foram encontradas 195 espécies pertencentes a 45 gêneros, onde 134 foram coletadas dentro do PERP, 77 dentro do PNSV e 87 foram coletadas fora dos parques. Das que foram coletadas fora das áreas protegidas, 22 não foram encontradas em nenhuma das duas Unidades de Conservação. No levantamento dos módulos foram inventariados 12.755 indivíduos de Asteraceae pertencentes a 130 espécies e 42 gêneros. Dentre os fatores ambientais relacionados com os padrões de distribuição das espécies, a altitude e a soma das bases tiveram maior importância, onde as elevadas concentrações para a soma das bases estavam associadas aos locais de maior altitude. O teor de fósforo também foi importante na diferenciação da composição associado aos locais com maior quantidade de afloramentos rochosos. Conhecer os padrões de distribuição da flora é uma das ferramentas fundamentais à elaboração dos planos e manejos para Unidades de Conservação. Neste caso abordamos a importância dos condicionantes ambientais necessários à manutenção da biodiversidade local de Asteraceae.
Abstract: In this paper we investigate the mesoscale distribution patters of the FamiliyAsteraceae related to environmental factors. The studywasconducted in the Parque Estadual do Rio Preto (PERP) and Parque Nacional das Sempre-Vivas (PNSV). In both parks samplings were made in an environment called “ComplexoRupestre de Quartzito”. The vegetation sampling followed the Method RAPELD. Three modules were allocated, two in the PERP and one in the PNSV and for each module, seven sampling units were inventoried. The environmental variables related to the distribution patters of Asteraceaewere: altitude, aluminum and phosphorous in the soil, clay proportion in the soil, slope, rockiness and sum of exchangeable bases. Before sampling, the floristic survey was carried out in the whole study area of influence and, subsequently the inventory was done for all life forms of Asteraceae species. In the floristic survey 195 species, belonging to 45 genders, in which 134 were collected in the PERP, 77 in the PNSV and 87 were collected outside both parks. For the ones that were collected outside the protected areas, 22 were not found in either one. In the module survey, 12.755 individuals of Asteraceaewere inventoried, belonging to 130 species and 42 genders. Among the environmental factors related to species distribution patters, the altitude and the sum of bases had more importance were the elevated concentration for the sum of bases was associated to places with higher altitude. Phosphorous content was also important in the differentiation of the composition associated to places with more quantity of rock outcrops. Knowing the flora distribution patterns is one of the most fundamental tools for the development of management plans in protected areas. In this case, we address the importance of environmental conditionings as necessary to the local biodiversity maintenance of Asteraceae.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, Programa de Pós-Graduação em Botânica, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.5.D.19402
Appears in Collections:BOT - Mestrado em Botânica (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/19402/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.