Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/19353
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_FernandaDockhornCostaJohansen.pdf4,69 MBAdobe PDFView/Open
Title: Fatores associados ao óbito por coinfecção tuberculose e HIV no Brasil em 2011
Other Titles: Risk factors for death in tuberculosis and HIV co-infection in Brazil in 2011
Authors: Johansen, Fernanda Dockhorn Costa
Orientador(es):: Araújo, Wildo Navegantes de
Coorientador(es):: Sanchez, Mauro Niskier
Assunto:: Tuberculose - mortalidade
HIV (Vírus)
Morte - causas
Issue Date: 26-Jan-2016
Citation: JOHANSEN, Fernanda Dockhorn Costa. Fatores associados ao óbito por coinfecção tuberculose e HIV no Brasil em 2011. 2015. 128 f., il. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: Ainda que com o advento da terapia antorretroviral a tuberculose continua como a principal causa de óbito por doença infecciosa definida entre as pessoas que vivem com HIV/aids. O objetivo desse trabalho foi verificar os fatores associados ao óbito na coinfecção TB-HIV no Brasil no ano de 2011. Foi realizado um estudo do tipo caso controle, com análise por regressão logística multivariada. A fonte de dados para os casos de tuberculose foi o Sinan TB. Com o objetivo de qualificar os dados, o Sinan TB foi relacionado com o Sinan Aids, Siscel e Siclom. Para verificação dos óbitos foi realizado o relacionamento com o SIM. Nos resultados, demonstrou-se que os fatores de risco para o óbito foram: idade >50 anos (OR=2,48; IC95% 1,01 a 6,08), uso de álcool (OR=1,84; IC95% 1,45 a 2,34) e forma clínica da TB (pulmonar e extrapulmonar) (OR=1,85; IC95% 1,36 a 2,52). Os fatores observados como proteção foram: a realização do LT-CD4+ (OR=0,68; IC95% 0,54 a 0,86), estar em TARV (OR=0,50; IC95%0,39 a 063) e estar em TDO (OR=0,69; IC95% 0,39 a 0,63). Os resultados demonstram uma situação de alerta em relação a coinfecção TB-HIV no Brasil, apesar dos avanços na estruturação da assistência à saúde no país, o acesso a um seguimento da coinfecção TB-HIV integral ainda é limitado, o que favorece a alta mortalidade nessa população. Há necessidade de revisão das estratégias nacionais, com priorização da coinfecção TB-HIV pelos programas de tuberculose e de HIV/Aids, matriciamento da assistência de tal modo que profissionais capacitados façam o diagnóstico oportuno da tuberculose e do HIV, além do início em tempo adequado do tratamento antirretroviral.
Abstract: Even with the advent of antiretroviral therapy, tuberculosis still remains the main cause of death from infectious disease among people living with HIV / AIDS. The purpose of this study was to verify the associated factors with TB and HIV co-infection deaths in Brazil in 2011. A case-control study was conducted through multivariate logistic regression analysis. The Information System for Notifiable Diseases (Sinan) was the data source for TB cases, and for data qualification other databases from the Ministry of Health were used, such as: laboratory (Siscel), antiretroviral (Siclom) and Sinan AIDS databases, and from the Mortality Information System (SIM). The results were considered risk factors for mortality: age> 50 years (OR=2.48; IC95% 1.01 to 6.08), alcohol use (OR=1.84; IC95% 1.45 to 2.34) and clinical form of pulmonary and extrapulmonary TB (OR=1.85; IC95% 1.36 to 2.52). Factors considered protection were the LT-CD4+ conducted (OR=0.68; IC95% 0.54 to 0.86), being on ART (OR=0.50; IC95%0.39 a 0.63) and be in DOT (OR=0.69; IC95% 0.39 a 0.63). The results describe an alarm situation related to TB/HIV co-infection in Brazil. Despite the progresses related to the structure reform in the health care services in the country, access to TB/HIV integral follow up is still limited, which favors high mortality rates among this population. There is an evident need for national strategies updates regarding recognizing the importance of TB/HIV co-infection to both diseases programmes (TB and HIV/AIDS). The organization of assistance so that trained providers are able to early diagnose TB and HIV, in addition to timely starting antiretroviral treatment.
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Núcleo de Medicina Tropical, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.08.D.19353
Appears in Collections:FMD - Mestrado em Medicina Tropical (Dissertações)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/19353/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.