Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.unb.br/handle/10482/19247
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015_MilianeNogueiraMagalhãesBenício.pdf4,55 MBAdobe PDFView/Open
Title: A construção da escrita na alfabetização de jovens e adultos
Authors: Benício, Miliane Nogueira Magalhães
Orientador(es):: Bortoni-Ricardo, Stella Maris
Assunto:: Educação de jovens e adultos
Alfabetização de jovens e adultos
Escrita
Língua portuguesa - Brasil
Issue Date: 23-Jan-2016
Citation: BENÍCIO, Miliane Nogueira Magalhães. A construção da escrita na alfabetização de jovens e adultos. 2015. 411 f., il. Tese (Doutorado em Educação)—Universidade de Brasília, Brasília, 2015.
Abstract: Este estudo teve como foco o processo de apropriação da escrita do português brasileiro pelo jovem e o pelo adulto alfabetizandos da EJA, do ponto de vista socioneuropsicolinguístico. Adota uma visão integradora da pesquisa (BARTON, 1994) e da aprendizagem da escrita (BRUNER, 2001), amparando-se em postulados de estudos culturalistas (BRUNER, 2001, 1990; BARTON, 1994; SMITH, 1999) e histórico-culturais (GONZÁLEZ REY, 2009, 2012), quanto à construção do processo de significação da escrita e os advindos do computacionalismo (ALVARENGA, 1998; FLAVELL, MILLER, MILLER, 1999), e das neurociências aplicadas ao estudo da escrita (SCLIAR-CABRAL, 2013a, 2013b, 2013c; LIMA, 2010a, 2010b, 201c), no que se refere à mobilização e organização da informação escrita na mente pelo sujeito que aprende. O processo de apropriação da escrita é analisado buscando identificar e descrever dois aspectos: 1) que conhecimentos letrados e linguísticos da escrita do português brasileiro o jovem e o adulto já construíram nas suas práticas sociais letradas orais e escritas e que trazem para a escola; 2) que estratégias são construídas pelo educando que aprende a escrever. A metodologia utilizada foi a da pesquisa qualitativa interpretativista de cunho etnográfico. O estudo foi desenvolvido em uma turma do 1º ano, do primeiro segmento da EJA, ou seja, uma turma de alfabetização, de uma escola da rede pública do Distrito Federal, Brasil, e teve a duração de dois anos, 2013-2014. Durante esse período, aproximadamente 120 educandos foram matriculados nessa turma e 30 desses, com idade entre 17 anos e 59 anos, tornaram-se nossos colaboradores. Os resultados apontam que os jovens e os adultos colaboradores construíram conhecimentos letrados sólidos acerca de uma diversidade de gêneros textuais, suportes e serviços. Tais conhecimentos são construídos com base na identificação dos usos e funções que cumprem na vida cotidiana. Desse modo, embasam-se nos conhecimentos prévios construídos em função da condição de trabalhadores, consumidores, administradores do lar e de experiências escolares prévias como estudantes, sobre como a escrita (verbal e não-verbal) se estrutura nos diferentes gêneros, suportes e serviços e, esses conhecimentos são ressignificados no curso da tarefa de ler e escrever. Apontam ainda que os colaboradores possuem conhecimentos linguísticos da escrita, inclusive da escrita alfabética, e que constroem um complexo processo intelectual, no qual aparecem dialeticamente integradas quatro dimensões da escrita (conceitual, gráfico-cultural, linguística e simbólico-emocional) e os processos de codificação, decodificação e significação da escrita alfabética. Os conhecimentos prévios e as emoções são tão relevantes quanto a mediação semiótica e o pensamento lógico-formal.
Abstract: This study focuses on the process of acquiring writing competences in Brazilian Portuguese by adult learners of EJA (Educação de jovens e adultos/ youngster and adult education) from a social and neural psycholinguistic perspective. It adheres to a view of an integrative research (BARTON, 1994) and of the meaning acquisition (BRUNER, 2001; BARTON, 1994; SMITH, 1999). It follows culturalist studies (BRUNER, 1997, 2001) as well a historical-cultural tradition (GONZÁLEZ REY, 2009, 2012) as concerns the process of the meaning construction for writing as well as those studies that sprang from computationalism (ALVARENGA, 1998; FLAVELL, MILLER, MILLER, 1999) and from the neural sciences applied to the writing studies. (SCLIAR-CABRAL, 2013a, 2013b, 2013c; LIMA, 2010a, 2010b, 201c) in order to explain how written information are organized in the learner’s mind. Our description of the process of writing acquisition aims at the identification of two aspects: 1) which literate and linguistic knowledge concerning the writing of the Brazilian Portuguese the learners of EJA have already built in the course of their oral and written literate practices and bring to school; 2) which social and psycholinguistic strategies are used by them to learn how to write. The methodology used was the paradigm of the qualitative and interpretative research as commonly used in the school ethnography. The locus of the study was a first year of literacy classroom (the first segment of EJA) in a public school in the Federal District, Brazil. The study lasted for two years, (2013-2014). During this period 120 students were enrolled in that classroom, of which 30 of them, ages ranging from 17 to 59, became the subjects for the study. The results point that the students built solid literate kowledge as concerns several text genres and their presentation, uses and funcions in their lives. They became acquainted with the organization of verbal and non-verbal language in those genres, including some principles of the alphabetic writing, some of which they had already acquired as workers, consumers, house administrator and students in previous school experiences. They actually built complex thoughts which included four writing dimensions (conceptual, graphic-cultural, linguistic and symbolic-emotional) and processes of codification, decodification and meaning of the alphabetic writing and reading. Previous knowledge and emotions are so relevant to the process as as the semiotic mediation and formal and logic thought.
Description: Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-graduação em Educação, 2015.
Licença:: A concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.
DOI: http://dx.doi.org/10.26512/2015.09.D.19247
Appears in Collections:FE - Doutorado em Educação (Teses)

Show full item record Recommend this item " class="statisticsLink btn btn-primary" href="/handle/10482/19247/statistics">



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.